Vitacon anuncia Pixel Life, apartamentos modulares no conceito Tetris: adaptáveis e flexíveis

Vitacon anuncia Pixel Life, apartamentos modulares no conceito Tetris: adaptáveis e flexíveis

Atenta às necessidades que virão no mundo pós-pandemia, a Vitacon, incorporadora imobiliária que trabalha com o propósito de reinventar a vida das pessoas na cidade, anuncia seu novo projeto Pixel Life, na cidade de São Paulo (SP). Dentro de um conceito inédito no mundo, a empresa prepara novos empreendimentos com studios moduláveis em todos os sentidos, horizontal e vertical, com plantas adaptáveis e flexíveis. As unidades são projetadas para funcionarem tanto sozinhas, quanto em conjunto, de acordo com a necessidade do comprador.

“Todas as opções foram concebidas para serem plantas bem resolvidas, sempre pensando na melhor posição da sala, banheiro, suíte, garantindo a otimização de espaço e layout inteligente. É muito comum ver modulações horizontais. O projeto Pixel prevê unidades em todos os sentidos, para integrações que possibilitam mais dormitórios, sala mais ampla ou um espaço de home office mais adequado para trabalhar, conforme a necessidade. Os compradores poderão montar suas casas da forma que quiserem, em formato T, em L, como em um jogo de Tetris”, explica Alessandra Miura, diretora de incorporação da Vitacon.

Os lançamentos dos próximos nove meses embarcarão nesse conceito. Os prédios serão construídos nas regiões de Santo Amaro, Bela Vista e Vila Mariana. No total, serão disponibilizadas 780 unidades, com Valor Geral de Vendas (VGV) projetado em R$ 700 milhões.

Com o crescimento do trabalho remoto acelerado durante a pandemia, os projetos sugerem a utilização híbrida, na qual os usuários podem adaptar os studios para criarem seus próprios espaços de trabalho, anexados às suas moradias. A opção atende a profissionais autônomos, como fotógrafos ou designers, que poderão modular os apartamentos no conceito Home & Office, permitindo separar o cotidiano da vida doméstica do seu espaço de trabalho.

“Na medida que a vida das pessoas muda, a moradia se transforma. O mundo está caminhando para um modelo de flexibilização como um todo, tanto na forma de trabalhar quanto na de morar, e ambas estão cada vez mais integradas. Já entregamos áreas comuns como extensões da casa e agora, com o Pixel, vamos entregar um modelo totalmente novo e flexível de moradia, com a possibilidade de junção e restart das unidades de acordo com o tamanho do bolso e da necessidade de uso”, complementa Alessandra Miura, diretora de incorporação da Vitacon.

Moradia do futuro

Como em todos os empreendimentos da Vitacon, os novos prédios contarão com itens de série que incluem delivery room com armazenamento térmico (lockersIFood) ou refrigerados, ferramentas compartilhadas, lavanderia coletiva com parceria da OMO, estação mobilidade com carsharing, bicicletário, bike sharing, carregadores para carros elétricos, vagas de embarque e desembarque exclusivas para táxi e motoristas de aplicativos, espaço com gôndolas e climatizadores com oferta de refeições, itens de mercearia e até mesmo limpeza  (grab and go, pay per use), coworking, academia equipada profissionalmente pela Life Fitness e espaços pet friendly.

Para atender aos investidores que comprarem unidades com a finalidade de locação será possível “plugar” o negócio à Housi, tanto para decoração e mobília, quanto para gestão da locação da unidade. A ideia é entregar flexibilidade de ponta a ponta para o investidor, até mesmo flexibilidade da modulação da tipologia do apartamento, de acordo com a demanda para locação. A incorporadora que se diz uma empresa de tecnologia, hoje se baseia em tecnologia e dados preditivos e entrega flexibilização na escala máxima.

“Se hoje há mais demandas para jovens casais, é possível formatar 2 dormitórios. Amanhã são solteiros, basta restartar para 2 studios independentes. Essa ‘tecnologia’ aplicada na formatação modular da moradia que quisemos trazer para o nome do produto (Pixel Life) e para a campanha vai totalmente ao encontro do posicionamento da empresa. O desenvolvimento de produto é embasado em dados preditivos e tecnologia para entender o perfil de uso e a demanda de cada bairro”, afirma Stephanie Dornelles, gerente de marketing da Vitacon.

Comments are closed