Yuca inaugura projetos de edifícios em parceria com incorporadoras

Yuca inaugura projetos de edifícios em parceria com incorporadoras

A Yuca, startup que oferece soluções de moradia de ponta a ponta, em parceria com a Engetécnica, incorporadora com mais de 2 milhões de metros quadrados construídos ao longo de seus 47 anos, vai lançar seu primeiro full building, edifício cuja construção está sendo parcialmente financiada pela Yuca e que será majoritariamente operado pela proptech para locação. O projeto consiste em um novo modelo de financiamento para incorporadoras de pequeno e médio porte, onde a Yuca viabiliza a obra e a acelerar as vendas, oferecendo diversificação nos modelos de moradia disponíveis para seus inquilinos e aumentando a rentabilidade do negócio.

As duas empresas uniram seus conhecimentos no desenvolvimento do prédio com novo conceito para a cidade de São Paulo. A Yuca adquiriu 21 unidades do edifício através de seu fundo de investimento imobiliário (YUFI11), investindo R﹩12 milhões em compra e reforma para transformá-las em apartamentos Yuca. Além do gerenciamento das próprias unidades, a proptech também está a cargo de administrar a locação de outras 18 unidades de propriedade da Engetécnica por um período de 60 meses, totalizando 39 unidades e 53 quartos sob gestão. Nesses casos, a Engetécnica também entra com um investimento de R﹩1 milhão para adaptar os apartamentos ao modelo Yuca. Este formato de operação centralizada em edifícios com a identidade padronizada da Yuca possibilita maior eficiência operacional, resultando em obras de até 3 meses para os imóveis, e na compra de materiais até 30% mais baratos.

Baseada em suas constantes análises estatísticas, a Yuca levantou dados essenciais de mercado para a concepção do novo modelo de full building, desde detalhes na construção do edifício, até as principais características que os apartamentos precisam ter para oferecer uma experiência de moradia de qualidade aos novos moradores por um pacote mensal justo: “Com esse projeto, expandimos a possibilidade de fazer parcerias com incorporadoras, representando uma boa rentabilidade para os investidores, além de diversificar os produtos que oferecemos para os inquilinos e proprietários”, comenta Rafael Steinbruch, head de Real Estate e co-founder da startup.

A parceria apostou na Vila Madalena, um dos bairros mais efervescentes da cidade, para o primeiro lançamento de unidades em grande volume da Yuca. Além das comodidades comuns a condomínios modernos, como academia, salão de jogos e lavanderia, o projeto investiu em um propósito que reúne sustentabilidade e conforto. O edifício conta com energia renovável, composteira, horta coletiva, grab and go (loja express com gastronomia de qualidade) e é pet friendly. Embalado pela da atmosfera cultural da região, o prédio fomenta produções locais com design 100% brasileiro, viabilizado pela Galeria Yuca, que incentiva artistas independentes, custeando a produção de quadros para decorar as unidades e os espaços comuns. As unidades entram em operação no segundo semestre de 2022 e a proptech prevê de 4 a 6 meses para ter as 39 unidades locadas. “Ao apostar no modelo full building, pretendemos expandir para o Brasil inteiro e eventualmente para América Latina. Com um conceito de moradia de qualidade e a longo prazo, o intuito é disponibilizar esse privilégio para a maior quantidade de pessoas possível”, pontua Paulo Bichucher, COO e co-founder da Yuca.

Como em todas as moradias sob gestão da Yuca, os serviços oferecidos traduzem a proposta da proptech com residências de qualidade e soluções descomplicadas de moradia. As unidades serão entregues prontas para morar, reformadas, equipadas e mobiliadas. Além disso, os moradores pagam um pacote fixo de aluguel, que contempla condomínio, IPTU, contas de água, luz e gás, incluindo internet, manutenção constante e limpeza dos quartos. “Não somente uma casa, a Yuca oferece moradia e a experiência de um lar a novos habitantes de São Paulo, com conforto e democratização, buscando levar essa experiência para cada vez mais pessoas”, finaliza Eduardo Campos, CEO e co-founder da proptech.

Comments are closed