HomeHub aposta em machine learning para otimizar a jornada de compra e venda de imóveis

HomeHub aposta em machine learning para otimizar a jornada de compra e venda de imóveis

maio 27, 2021 Comentários desativados em HomeHub aposta em machine learning para otimizar a jornada de compra e venda de imóveis By admin

A plataforma de tecnologia imobiliária carioca HomeHub usa a ferramenta AVM – Automated Valuation Model para avaliar e comparar os mais de 7 mil imóveis cadastrados na plataforma, de acordo com variáveis como metragem, número de quartos, quantidade de vagas e localização. A ferramenta auxilia o cliente selecionando, em segundos, uma amostra para gerar avaliação com agilidade, assertividade e bom custo-benefício. Através de machine learning, a cada análise realizada, a máquina evolui e vai se tornando mais precisa.

A AVM aplica princípios e técnicas de valoração em massa para analisar uma amostra de imóveis similares em uma mesma região. Para quem procura um imóvel, é possível criar um perfil no site da empresa e, por meio do algoritmo desenvolvido pela plataforma, visualizar a listagem de imóveis em ordem de relevância de acordo com os critérios mais pertinentes ao perfil do cliente.

Também chamada de filtro inteligente, a ferramenta sugere opções ao usuário que um filtro padrão deixaria de fora da listagem apresentada. De acordo com Fred Judice Araujo, co-fundador e head de Produto, Marketing e Dados da HomeHub, muitos clientes começam uma busca com restrições, focados apenas nos imóveis que se encaixam 100% no perfil. “Mas eles acabam comprando um que tenha um percentual de relevância de 80% ou 90% e a nossa ferramenta entende isso”, destaca.

Mesmo com todos esses recursos, a empresa se considera um negócio “figital”, que reúne o melhor dos dois mundos, o físico e o digital. “Em nossa visão, o corretor tem um papel fundamental no processo de compra e venda. Mas também compreendemos que existem ferramentas tecnológicas muito importantes para tornar a jornada de compra e venda mais eficiente em um ambiente on-line. “Ferramentas como visita remota guiada, tour digital, pesquisa jurídica prévia, contratos digitais, entre outras”, comenta o executivo.

As ferramentas digitais contribuíram para os ótimos resultados do primeiro ano de atuação da plataforma, quando chegou a R$ 290 milhões em imóveis vendidos. Para 2021, quando a HomeHub deve expandir para outros estados, a previsão é chegar em dezembro com um total de R$ 400 milhões.

Adotar o uso da inteligência artificial fez a empresa chegar em decisões mais assertivas para sofisticar seus serviços e se diferenciar de imobiliárias tradicionais. A HomeHub também oferece a possibilidade de gerar receita com produtos financeiros pela HomeHub Fin, como crédito imobiliário, consórcio e home equity.

Comments are closed