FastBuilt Experience retorna em agenda 100% presencial para discutir o futuro da construção

Edição de 2021 do FastBuilt Experience, em formato híbrido

Organizado pela construtech FastBuilt, a iniciativa já reuniu mais de 20 mil participantes em quatro edições. O quinto lançamento mantém o foco em tecnologia e inovação, mas com um olhar para o ESG na construção civil

O FastBuilt Experience, um dos maiores eventos de inovação do setor da construção civil, teve sua edição de 2022 confirmada para os dias 6 e 7 de outubro. Organizado pela startup FastBuilt, neste ano volta a ser totalmente presencial, com programação especial no Teatro Carlos Gomes, em Blumenau (SC).

O evento, voltado principalmente para construtoras, arquitetos, engenheiros, investidores e outras empresas do setor imobiliário e da construção civil, vai contar com palestras de grandes nomes do segmento nacional e internacional, além de feira de negócios e exposição de empresas. “Queremos fomentar o ecossistema de inovação, já que o Brasil está entre os 10 países que mais investiram em tecnologias no ano passado, e a expectativa é de um crescimento de pouco mais de 14% em 2022, de acordo com dados da Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes). Na construção civil, queremos apresentar o que há de novo e o que é tendência para o mercado em primeira mão para os participantes do Experience”, diz Jean Ferrari, CEO da FastBuilt.

Em 2021, o FastBuilt Experience aconteceu em formato híbrido, com palestras e painéis presenciais e o evento foi transmitido online para todo o Brasil. Cerca de 20 mil pessoas foram impactadas com as 48 horas de conteúdo. Para a 5ª edição, são esperados cerca de 1200 espectadores. “Compartilhar conhecimento e experiências é o principal objetivo desse evento, além de promover networking com os principais nomes em inovação e tecnologia, criando uma comunidade colaborativa e poderosa entre os profissionais ”, afirma Jean.

O evento, onde grandes líderes e decisores da construção e do mercado imobiliário se encontram, vai contar ainda com ingressos VIP, onde os participantes terão acesso privilegiado ao espaço, além de contar com almoço exclusivo com os palestrantes, onde poderão fazer a troca de conhecimento e networking. “São apenas 100 ingressos nesta modalidade e somente os participantes VIP terão acesso ao conteúdo gravado para assistir após o evento”, revela o organizador e empresário.

SERVIÇO

O que: 5ª edição do FastBuilt Experience

Quando: 6 e 7 de outubro

Onde: Programação 100% presencial, no Teatro Carlos Gomes em Blumenau (SC)

Ingressos: disponíveis através do site www.fastbuiltexperience.com.br

Gafisa inova e apresenta o projeto conceitual: Cidade Jockey

A Gafisa inova e apresenta o projeto Cidade Jockey, na cidade de São Paulo. O empreendimento irá oferecer uma experiência ampla de lazer e lifestyle, com metragens de plantas de 24m² (estúdios) até unidades de 125m². A abertura do stand acontece hoje, dia 13 de setembro, no endereço – Rua Martins, nº 96 – Butantã. 

A exclusividade de cada detalhe é destacada pela curadoria Gensler, um dos maiores escritórios de arquitetura do mundo, que desenvolveu para esta fachada detalhes em linhas sinuosas, bordas arredondadas e iluminação luminotécnica (que prioriza a luz natural dos  

ambientes). Uma proposta arquitetônica, inovadora e diferenciada, à frente de tudo que existe na localidade. 

Com diferenciais de tecnologia, segurança e sustentabilidade, o projeto é desenvolvido de forma cuidadosa, com foco nas diretrizes da Política Gafisa ESG: 

·        Carregador de carros elétricos – atendendo todas as vagas; 

·        Carregador de bicicletas elétricas;  

·        Elevador com controle de acesso e sonorização;  

·        Reservatórios e reuso de água para os jardins. 

O projeto conta com três torres, intituladas: Shanghai, Paris e Miami, nomes que fazem referência as cidades internacionais que recebem projetos exclusivos Gensler, confira: 

·        Torre Shangai: dois (2) apartamentos por andar com hall e elevador privativo, área de 125m², 3 suítes e 2 vagas de garagem.  

·        Torre Paris: os apartamentos variam de 60m² a 107m², dois (2) ou três (3) dormitórios, sendo uma (1) ou três (3) suítes e até duas (2) vagas de garagem.  

·        Torre Miami: abrigará estúdios residenciais e não residenciais e apartamentos de um (1) dormitório, que variam de 24m² a 75m², com área de lazer exclusivos. 

A ampla área de lazer, compartilhada entre as torres dos apartamentos Shanghai e Paris, oferece aos moradores uma experiência completa de lazer em mais de 2.500m². Como um verdadeiro resort urbano, o projeto proporcionará espaços que valorizam o bem-estar e os momentos de lazer em família: 

Crianças: no térreo, o projeto conta com lazer para as crianças, com: brinquedoteca, playground, play areia (mini quadra), play aqua (mini parque aquático) e pocket forest (mini floresta), proporcionando contato direto com a natureza.  

Infanto-Juvenil: o empreendimento terá uma área de jogos externos com pula-pula, mesa de ping-pong, air-hockey, quadra poliesportiva e pista de skate, além de um espaço interno com: jogos de tabuleiro e eletrônicos, integrados a um espaço com máquinas de snacks.  

Além disso, o empreendimento contará as opções de lazer: salão de festas, bar, área gourmet, churrasqueira, amplo jardim e espaço exclusivo para animais de estimação – pet place, localizados no térreo. 

Já no 12º andar da torre Paris estarão localizadas as áreas: academias com equipamento de última geração para atender à todas as modalidades de exercício: aeróbico, musculação, espaço para luta, pilates, endless pool (equipamento com simulação de correnteza para prática de nado esportivo e exercícios terapêuticos), spinning, espaço funcional e uma cabine de body scan (serviço de bioimpedância) e área externa de descanso e hidromassagem. Já no rooftop, a torre Paris contará com bar integrado, além de uma ampla área de piscina adulto, com raia de 25 metros, piscina infantil, ambas climatizadas e um solário. 

O 12º andar da torre Shanghai, comportará uma área de Spa completa, com salas de massagem, yoga e meditação, um exclusivo espaço de banho turco (uma grande sauna úmida com duchas terapêuticas e área de massagem) e hidromassagem. O rooftop contará com um espaço denominado Vip-Party – área exclusiva para comemorações entre família e amigos que terá uma piscina climatizada e um amplo espaço gourmet com churrasqueira à carvão e forno de pizza. Ambas as torres contarão com bicicletários, lobby, mini mercado e área individual de delivery

Já os estúdios de (um) 1 dormitório da torre Miami, contarão com: lavanderia coletiva, concierge, bicicletário, depósito, delivery e grande área de lazer no rooftop: fitness, lounge gourmet, churrasqueira, piscina climatizada, hidromassagem e solário.  

“Entregar a experiência de resort urbano, em um empreendimento com localização nobre, com vista para o Jockey Club, na cidade de São Paulo, é uma exclusividade para poucos, com uma experiência de moradia em um ambiente completo, acolhedor e único”, afirma Luis Fernando Ortiz, diretor de incorporação da Gafisa.  

Localização 

Localizado próximo à Marginal Pinheiros, na continuação do eixo Rebouças e com vista para o Jockey Club, o projeto está posicionado em região nobre, local com a melhor infraestrutura de transporte da cidade, a cinco (5) minutos da Faria Lima e fácil acesso às mais importantes rodovias da cidade como Raposo Tavares, Regis Bittencourt, Castelo Branco e Marginal Tietê.  A região também conta com ciclofaixas e ciclovias para quem busca alternativas de locomoção. 

Emccamp investe no maior estande de vendas da Região Portuário do Rio de Janeiro

Para comercializar o Porto Carioca, empreendimento da Emccamp que será construído no Porto Maravilha, a construtora investiu no maior estande de vendas da região Portuária do Rio de Janeiro. O espaço interno com capacidade para receber até 500 pessoas e estrutura externa de tendas equipadas com mais 30 mesas para atendimento. 

No espaço, situado na Praça Marechal Hermes, 112, no bairro Santo Cristo (RJ), os clientes encontram uma mega maquete que detalha a grandeza e a diversidade do empreendimento. A estrutura possui mais de dois metros de altura e apresenta as cinco torres, que reúnem unidades residenciais e a área comercial, além do edifício garagem que compõem o Porto Carioca. 

A maquete possui 16 m² e mostra detalhadamente as 1472 unidades residenciais, as quatro lojas comerciais e as vagas de garagem. Também apresenta a área de lazer com mais de 35 itens, como quadra de beach tennis, quadra poliesportiva, piscinas, churrasqueira, cinema à céu aberto e espaços de convivência, com salões de festa, espaço gourmet e coworking. A estrutura é totalmente iluminada para os clientes poderem visualizar como será o Porto Carioca à noite. 

O estande pode ser visitado de segunda-feira a sábado, das 8h às 19h, e aos domingos, de 8h às 14h. O local possui cerca 600 m² e capacidade para receber 500 pessoas. “O projeto do Porto Carioca foi muito bem recebido pelo mercado. Temos recebido uma média de 100 clientes por dia no estande para conhecerem os diferenciais que o empreendimento trará aos moradores”, destaca o  diretor de Incorporação da Emccamp, Diego Assis.

A loja da Emccamp conta ainda com dois apartamentos modelo decorados, sendo um de dois quartos com suíte e varanda, e outro de três quartos com suíte e duas varandas. Para apresentar os diferenciais do empreendimento aos clientes e investidores,  a Emccamp montou uma verdadeira força-tarefa. São 200 corretores autônomos e mais 300 imobiliárias autorizadas a vender o produto.

“Os apartamentos são maiores do que os imóveis disponíveis na região e possuem um excelente custo-benefício. Além disso, algumas unidades possuem vista para o mar. A expectativa é que grande parte das unidades sejam comercializadas já agora em setembro, mês do lançamento do empreendimento”, afirma Diego Assis.

Excelente lugar para se viver

Assis destaca que a grande tendência de mercado é que o Porto Maravilha se torne um dos melhores lugares do Rio de Janeiro para se viver. “A localidade conta com uma infraestrutura que foi totalmente revitalizada recentemente. O Porto Carioca possui localização privilegiada, próximo ao Centro do Rio Janeiro e a escolas, universidades, hospitais, variados comércios, museus e pontos turísticos. Possui VLT na porta, em frente ao terminal rodoviário Novo Rio, além de acesso à vias, como a avenida Brasil e a Linha Vermelha”, destaca. 

Tecnologia, acessibilidade, cultura, lazer e inovação são as palavras de ordem para os próximos anos na região do Porto. Em franco crescimento, e com ótimas perspectivas, já é possível ver como a região caminha a passos largos para o desenvolvimento e sua valorização.

Na medida em que os moradores chegam à região, os serviços também vão acompanhar esse processo. A prefeitura  lançou o Porto Maravalley,  um hub de inovação tecnológica, localizado na revitalizada Zona Portuária do Rio, que contará com a atuação direta do  Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) para a formação de profissionais capacitados na área de ciências exatas. O projeto da Prefeitura do Rio será financiado em parceria com empresas privadas a fim de transformar a região em um Vale do Silício carioca e converter a cidade numa capital da inovação e tecnologia.

Outro ponto que também torna a região atrativa é que o Porto Maravilha entrou para o ranking dos bairros mais “cool” do mundo, segundo a pesquisa anual realizada pela revista Time Out Londres, em 2021. “Acreditamos que a chegada do nosso empreendimento impulsiona ainda mais investimentos em comércio e serviços na região”, reforça.

Comercialização

As unidades de dois quartos serão comercializadas a partir de R$ 299,9 mil e as de três quartos, a partir de R$ 517,9 mil, com opções de varanda gourmet. Mais informações em https://www.portocarioca.com/

Coworking em empreendimentos residenciais é nova tendência do mercado imobiliário

A pandemia consolidou o home office, mas agora outra forma de trabalhar em casa está surgindo. Antenado à nova realidade e às tendências do consumidor, o mercado imobiliário inova e aposta em diferenciais como o Espaço Coworking em prédios residenciais.

Este escritório compartilhado possibilita que o morador trabalhe sem sair de casa, mas diferente do home office, o expediente não precisa ser em ambiente isolado, e sim com mais profissionais e até em grupo. O Coworking em residenciais tem como vantagem aliar o profissionalismo ao conforto e à comodidade do trabalho remoto.

Para as construtoras, este ambiente não é projetado apenas para servir como um novo “escritório” para os moradores, mas também para gerar oportunidades de negócios, novas parcerias, mais produtividade e até mesmo para ser fonte de renda extra para o condomínio.

É o que vai acontecer, por exemplo, no Atmo Haus, condomínio da Inspire Empreendimentos Imobiliários, localizado em Porto Belo, no litoral catarinense. O prédio, que já é referência por ter o primeiro mordomo virtual do Brasil e por ser o primeiro residencial do país a ter fachada interativa, também inova nas áreas comuns de lazer e negócios.

Com infraestrutura completa e moderna, inovação tecnológica, praticidade e conforto, o Espaço Coworking com sala de reunião para oito pessoas será ideal para tratar assuntos de trabalho sem precisar sair do residencial. Além disso, os moradores podem agendar os encontros por meio do Mordomo Virtual. Será também o assistente virtual que organizará a logística, liberando os convidados e assegurando a segurança do condomínio.

De acordo com o arquiteto e sócio-proprietário da Inspire Empreendimentos Imobiliários, Marco Antônio Vendrametto, a intenção do Coworking é proporcionar maior facilidade e comodidade aos condôminos. Para garantir que o ambiente tenha bastante fluxo, também há a possibilidade de locação, o que vai gerar uma renda extra ao condomínio.

“A locação deste espaço só é possível porque toda a tecnologia implementada no Atmo Haus vai permitir ter o controle dos convidados e a segurança necessária para os demais moradores. O Coworking é um diferencial a mais e é um dos primeiros em Santa Catarina a funcionar dentro de um prédio totalmente residencial”.

Como pensar um condomínio?

Dante Seferian, CEO da construtora Danpris

Por que uma pessoa escolhe um condomínio para morar? A aquisição de um imóvel residencial aponta para um momento em que diversos aspectos da vida são levados em conta, sendo a ação da compra em si parte de um planejamento maior.
 

A escolha de um condomínio presume uma busca por fatores que cercam a residência e a rotina dos moradores. Na prática e objetivamente, se procura esporte, lazer, utilidades e segurança, entre outros pontos. E tudo isso muda com o tempo.
 

Talvez, hoje, a segurança seja mais valorizada do que há 30 anos, uma quadra de areia seja mais requisitada do que há 5 anos ou uma varanda no apartamento seja mais importante do que no período anterior à pandemia de covid-19.
 

A partir dessa reflexão, é preciso entender os movimentos da sociedade, quais as melhores formas de atender às necessidades apresentadas pela rotina e, então, pensar em como proporcionar qualidade de vida por meio de um empreendimento.
 

No nosso caso, focando em empreendimentos do segmento baixa renda, temos uma atenção especial às utilidades. Precisamos otimizar custos pois as famílias buscam uma boa quantidade de soluções dentro do condomínio – uma academia de ginástica é uma solução, um lava-rápido é uma solução, e assim por diante. Vale lembrar que boas soluções não significam itens complexos ou exclusivos, elas estão mais ligadas à resolução de demandas do dia a dia.
 

Com isso, acho interessante retomar também a relação entre a aquisição de um imóvel e o momento de vida da pessoa. Na Danpris, aproximadamente 90% dos clientes estão adquirindo a primeira moradia. O público é formado principalmente por casais recém-casados ou noivos, planejando família ou com filhos pequenos. Assim, as pessoas procuram atender não somente as suas necessidades e não somente as necessidades atuais.
 

Juntando o pilar de “planejamento de vida e família” com o de “busca por soluções” chegamos a um bom ponto de partida para criar condomínios.

Com alta valorização dos imóveis em Balneário Camboriú, Embraed projeta vender 40% de novo empreendimento ainda no pré-lançamento

A Embraed, construtora que é referência em empreendimentos de alto luxo na região Sul do país, está abrindo a pré-venda do edifício Marena, em Balneário Camboriú, litoral de Santa Catarina, com a expectativa de comercializar pelo menos 40% das 125 unidades ainda nessa fase. O percentual supera a média histórica de vendas em pré-lançamento da empresa, que fica entre 20% e 30%. O projeto marca o retorno da incorporadora à cidade de origem depois de um hiato de dois anos e meio. Nesse intervalo, a Embraed lançou seu primeiro empreendimento em Itapema, cidade vizinha de Balneário Camboriú, e desembarcou em Maringá, no Paraná – a primeira cidade além das fronteiras de Santa Catarina

A previsão otimista da Embraed para o Marena está amparada numa importante mudança de cenário. Nos últimos anos, fatores como a escassez de terrenos próximos ao mar na região, o alargamento da faixa de areia de Balneário Camboriú e a implementação de uma ampla modernização urbanística da orla, ainda em curso, têm aumentado o interesse dos compradores. Nesse sentido, os preços dos imóveis na região dobraram nos últimos três anos. Além disso, Embraed ainda conta com a atratividade de sua marca, reconhecida como uma das mais relevantes no segmento de alto luxo na cidade e sinônimo de qualidade de projetos, técnicas construtivas, materiais estruturais e acabamentos.

A companhia já deu o pontapé inicial à pré-venda. Nesta terça-feira, dia 6 de setembro, promoveu encontros com corretores de imobiliárias locais que trabalham com empreendimentos do porte do Marena, que tem unidades ofertadas, nessa fase de pré-lançamento, a partir de R$ 4,2 milhões (a cobertura duplex custa R$ 12 milhões). O valor geral de vendas (VGV) do projeto chega a R$ 630 milhões, o que coloca a Embraed em linha com as grandes construtoras de São Paulo. Os apartamentos do Marena têm entre 178 m² e 226 m².

Em termos de projeto e design, o Marena incorpora toda a expertise da Embraed em empreendimentos de alto padrão. O conceito de brasilidade é o mote visual, com arquitetura e paisagismo repletos de elementos naturais, que privilegiam o verde e a iluminação natural. No lazer, a ideia é oferecer aos moradores a sensação de resort dentro de uma propriedade privada. Em algumas unidades, todos os ambientes terão vista para o mar, compondo uma frente exclusiva de 21 metros — um diferencial do Marena em relação aos próprios projetos da Embraed e, sobretudo, na comparação com empreendimentos do mercado.

O Marena fica na Avenida Brasil, via de Balneário Camboriú que corre paralela ao mar. O empreendimento anterior da Embraed na cidade, em fevereiro de 2020, havia sido o Tonino Lamborghini, que leva a assinatura da famosa casa italiana de design.

Faturamento das indústrias de materiais de construção apresenta nova alta em agosto na comparação com o mês anterior

A ABRAMAT (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção) divulga nessa quinta-feira, 08, a nova edição da sua pesquisa Índice, elaborada pela FGV com dados do IBGE, apresentando os dados de faturamento do setor. O Índice pode ser acessado por meio do site da ABRAMAT.

O estudo indica que em agosto de 2022, o faturamento deflacionado das indústrias de materiais de construção registrou aumento de 2,1% em comparação com julho. Já na comparação com agosto de 2021, registrou-se queda de 2,6%, o que configura a menor diferença interanual desde que a comparação passou a ser negativa em setembro de 2021. Com esse resultado, o faturamento da indústria de materiais fica 7,6% abaixo do verificado no mesmo período de 2021.

“Com os dados mais recentes do Índice podemos notar que a diferença para 2021 continua reduzindo e acreditamos que, mesmo com as externalidades e eleições muito próximas, a projeção de crescimento em 2022 será de 1% até o final do ano”, explica Rodrigo Navarro, presidente da ABRAMAT.

MRV possibilita que clientes comprem um apartamento agora e só pague a primeira parcela mensal em fevereiro

O mercado imobiliário está otimista com o desempenho da economia neste segundo semestre de 2022 e isso deve beneficiar ainda mais os consumidores que pretendem adquirir um lar nos próximos meses. Além do aumento dos prazos de financiamento e dos subsídios oferecidos pelo programa Casa Verde Amarela (CVA), a MRV, uma empresa do grupo MRV&CO, lança nesta sexta-feira, dia 9, uma nova campanha nacional de vendas que vai ampliar as facilidades a quem deseja adquirir um imóvel.

Clientes que fecharem negócio ao longo deste mês poderão ter a primeira parcela mensal paga somente em fevereiro de 2023. Ou seja, se comprar um imóvel agora, em setembro, só vai começar a arcar com os valores pagos à construtora daqui a cinco meses. A nova campanha será apresentada ao público pelas cantoras Mayara e Maraísa, que estrelam uma segunda peça da campanha publicitária Meu Primeiro Apê. As chamadas enaltecem as condições especiais da nova promoção e o fato de a MRV ser a única empresa do setor capaz de realizar o sonho da casa própria dos brasileiros com a venda de 1 apartamento a cada 10 minutos.

O objetivo da campanha é oferecer mais facilidades para quem deseja realizar o sonho da casa própria, além das mudanças anunciadas pela Caixa Econômica Federal, que elevou de 30 para 35 anos o período máximo de financiamento via Programa CVA. A medida permitirá uma redução de até 7,5% no valor da prestação a novos mutuários, o que promete aquecer ainda mais as vendas nos próximos meses.

Dessa forma, segundo Thiago Ely, diretor executivo comercial da empresa, espera-se cativar de vez o consumidor ainda reticente quanto ao momento da economia. “O setor precisa compartilhar de seu otimismo com o público. Essa medida, a meu ver, é uma demonstração de confiança no mercado. Nossas expectativas são bastante positivas, e as últimas medidas anunciadas pela Caixa Econômica reforçam ainda mais esse entendimento. O momento de realizar o sonho da casa própria é agora. A nova campanha MRV será realizada apenas no mês de setembro”.

A promoção segue até o próximo dia 30/9 e vai reunir mais de 40.000 imóveis recém-lançados, na planta ou em estoques de vendas. Mais detalhes no regulamento.

Apartamentos compactos: esses espaços vieram para ficar?

Por Fabio Garcez, CEO do Construtor de Vendas

A necessidade de distanciamento social transformou o comportamento do consumidor em todos os sentidos, o que ressignificou a experiência de ficar em casa, vivenciando mais este espaço. Por conta disso, muitas pessoas perceberam que seu lar não era tão aconchegante, dando início a um movimento de reformas, enquanto outros buscaram lugares diferentes para viver, mudando seu estilo de vida.
 

Segundo o Indicador de Vendas da Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias) e da Fipe, em 2021 o mercado imobiliário registrou recorde anual nos lançamentos e nas unidades comercializadas. Houve alta de 26,1% nas vendas e 1,1% nos lançamentos. Esses resultados foram os melhores desde 2014.
 

Desde então, os apartamentos menores, com apenas 1 dormitório, considerados studios, atraem cada vez mais investidores e público. Inclusive, este tipo de moradia vai ao encontro do novo estilo de vida dos brasileiros, que com o dia a dia cada vez mais corrido, buscam imóveis em locais próximos de seus trabalhos, mesmo em home office, desde que consigam adequar a rotina no novo bairro.
 

Outro estudo realizado pelo Secovi-SP apontou que imóveis entre 30m² e 45m² de área útil estão em destaque, principalmente em São Paulo. Sabemos que essa tendência dos apartamentos compactos veio para ocupar uma lacuna na sociedade atual, que é altamente digital e tecnológica. É possível notar uma mudança sensível no comportamento das famílias e no estilo de vida de todos no Brasil e até no mundo.
 

Em relatório recente, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mantém a tendência de que ter filhos já não é uma prioridade para os brasileiros e que a idade média de casamento é acima dos 30 anos. Este contexto faz com que a habitação seja pensada de forma diferente e as construtoras e incorporadoras já perceberam esse movimento. Com isso, estão criando áreas compartilhadas para reduzir o tempo nas atividades de casa e o custo com as tarefas domésticas.
 

Com unidades compactas, o prédio geralmente conta com mais unidades por andar e menos espaço para área de serviço. Dessa forma, é possível encontrar lavanderias próprias de condomínios e salas equipadas como Wi-Fi para uso de todos. Esse tipo de benefício se assemelha ao encontrado em flats e hotéis.
 

Ademais, este tipo de imóvel compacto não está exclusivamente no radar de quem quer comprar, mas é bastante procurado para alugar, o que movimenta investidores. Esse tipo de empreendimento pode ser utilizado para facilitar a vida de quem vem do interior e trabalha ou estuda na cidade, ou até mesmo como alternativa para quem está de passagem, seja por um evento específico ou para turismo, mas não quer se hospedar em um hotel, por exemplo.
 

Este novo conceito foi fortalecido pelas transformações que a pandemia causou. Porém, essa tendência já estava se desenvolvendo nos últimos sete anos, fazendo com que a indústria da construção aproveitasse melhor os espaços menores e cobrasse mais por metro quadrado dentro de bairros nobres. O perfil do público que procura por este tipo de espaço está disposto a pagar por isso, mas é um movimento que deve ser acompanhado com atenção, visto que ainda estamos descobrindo novos comportamentos para um estilo de vida pós-pandemia.

Grupo Alphaville lança empreendimento em Betim com foco em sustentabilidade

Líder em empreendimentos horizontais no Brasil há quase 50 anos, o Grupo Alphaville anuncia o lançamento de seu mais novo empreendimento em Minas Gerais, na cidade de Betim. Com apenas 396 lotes, a partir de 360 m², o Terras Alpha Betim foi desenhado para priorizar a sustentabilidade, a segurança e o bem-estar de todos os moradores, aspectos que são referências da marca em todas as suas concepções urbanísticas.

O empreendimento terá mais de 310.000 m² de áreas verdes preservadas, com o objetivo de manter a vegetação local e proporcionar a interação entre os moradores e a natureza do entorno. As ruas serão iluminadas com lâmpadas de LED para reduzir o consumo de energia. Um importante diferencial é a instalação de totens para recarga de carros elétricos. 

O clube do loteamento, com mais de 11 mil m² de área, contará com placas de energia solar, além de um reservatório de reaproveitamento de água pluvial para irrigação do espaço. O espaço terá quadras de beach tennis e tênis, campo de futebol, tabela de basquete, parquinho, piscina infantil e com raias semiolímpicas, academia, salão de jogos, churrasqueira, além de um sistema para utilização de bicicletas compartilhadas, denominado Bike Sharing. 

“O empreendimento de Betim foi planejado para fornecer o melhor a quem busca moradia em um local rico em áreas verdes, que favorecem no contato com a natureza e que prezam pelo meio ambiente. Tudo isso é trabalhado para atender às necessidades dos moradores de forma inovadora e valorizar os nossos padrões de qualidade”, ressalta Klaus Monteiro, CEO da Alphaville. 

Conhecida por valorizar os projetos arquitetônicos, a empresa trouxe como parceiros no empreendimento de Betim o escritório RAS Arquitetura, a Laan Paisagismo e, para o projeto de interiores, a Natália Salla Arquitetura.

Todos os projetos urbanísticos da Alphaville possuem portarias com monitoramento 24 horas, controle de acesso informatizado e limite de velocidade nas vias para proporcionar segurança e tranquilidade aos moradores e seus visitantes. O loteamento de Betim ganhou ainda o Espaço Delivery, onde são armazenadas entregas feitas quando o morador não está em casa. 

Terras Alpha Betim será lançado dia 10/09. O stand de vendas presenciais está localizado no endereço Praça Milton Campos, 33 – Centro, Betim – MG, CEP 32600-134. Os interessados podem conferir mais informações sobre o empreendimento no site.