Navi e Casai anunciam parceria para lançamento de fundo residencial

Navi e Casai anunciam parceria para lançamento de fundo residencial

A gestora Navi e a Casai , startup de hospedagem inteligente que chegou ao país em maio deste ano, acabam de se unir para explorar o mercado residencial no Brasil. Com a parceria, será estruturado junto à XP Investimentos um fundo imobiliário residencial, focado em aluguel de short stay, para rentabilizar os imóveis administrados pela proptech.

Mesmo que, nos Estados Unidos, essa classe de ativos tenha apresentado os melhores resultados nas últimas décadas em comparação às demais, o modelo ainda é pouco explorado no Brasil. Enquanto os fundos residenciais americanos representam cerca de 20% do mercado, no nosso país esse número é próximo de 1%.

Para Daniel Hermann, diretor de expansão da Casai, o residencial para renda tem muito espaço para crescer no país e, por trazer uma maior flexibilidade que atende os novos consumidores, a Casai é o player mais preparado para esse cenário. “Um dos pilares da Casai é se tornar referência em hospedagem flexível com alto nível de serviço, apoiada em tecnologia, oferecendo uma opção rentável de investimento no mercado imobiliário. A parceria com a Navi foi resultado da nossa busca por um player no mercado de capitais com mindset alinhado ao nosso e que também fizesse uso intensivo de data science para a tomada de decisões”, explica Hermann.

Este será o segundo fundo imobiliário da Navi, que lançou, no fim de abril, o fundo Navi Imobiliário Total Return (NAVT11). A gestora, que atualmente está com R﹩ 9,1 bilhões sob gestão, possui fundos de ações, crédito e imobiliário.

“Nosso fundo terá dedicação ao segmento residencial com flexibilidade de investir em diferentes estágios do ciclo imobiliário. Dessa forma, daremos suporte aos empreendedores do setor via crédito à construção e aquisição de seus imóveis. O nosso foco em regiões premium tem forte sinergia com o plano de expansão e com o branding da Casai”, explica Gustavo Ribas, gestor imobiliário e sócio da Navi.

“A estratégia residencial ainda é pouco explorada no mercado de FIIs e acreditamos que esse segmento tem bastante potencial para se desenvolver nos próximos anos. Aliando o uso de tecnologia com a alocação de capital assertiva, conseguimos construir uma tese de investimentos sólida e com rentabilidade atrativa”, afirma Rafael Doring, sócio e responsável pela estruturação na XP Investimentos.

A Casai chegou ao Brasil em maio de 2021 com 100 unidades iniciais na capital paulista espalhadas por bairros como Jardins, Itaim Bibi, Pinheiros e Vila Olímpia. O modelo de negócio da startup consiste em oferecer apartamentos exclusivos, com design único e funcionalidade smart home, 100% conectados e gerenciados por meio de dispositivos, equipados tanto para estadias curtas como prolongadas. Com financiamento de mais de R﹩300 milhões em rodada com grandes investidores de tecnologia – como Monashees Capital e Kaszek Ventures -, e um crescimento de quase três vezes desde o início da pandemia global, a empresa está em constante expansão pela América Latina e já possui mais de 400 apartamentos no portfólio.

Comments are closed