Empreendimento curitibano tem 100% das unidades vendidas em menos de um mês

Empreendimento curitibano tem 100% das unidades vendidas em menos de um mês

All Batel, da GT Building, foi pré-lançado em dezembro; maior parte das aquisições foi realizada em menos de 10 dias

Em meados de janeiro, a GT Building – uma das principais incorporadoras imobiliárias do Paraná – anunciou que seu último lançamento, o All Batel, vendeu 100% das unidades em menos de um mês, sendo que a maior parte das aquisições aconteceram em nove dias. Nesse período, o empreendimento que contém 294 apartamentos studio com tamanhos entre 17m² e 35m² ganhou mais de 200 assinaturas, o que representa cerca de R$50 milhões em vendas.

Alysson Sanches, diretor da GT Building e especialista no mercado imobiliário, atribui grande parte do sucesso do empreendimento à tipologia dos apartamentos e à consequente oportunidade de investimento. “Studios se tornaram tendência há algum tempo e definitivamente vieram para ficar. Isso porque atendem a necessidade de várias pessoas que moram sozinhas, como estudantes e solteiros, além de ser uma fonte de renda e negócio para investidores. Isso, somado às facilities que o edifício oferece, torna o cenário do All Batel muito benéfico”, diz. 

Sanches complementa afirmando que Curitiba é uma cidade que ainda não oferece todo o potencial de short stay que poderia. “A capital paranaense é turística e muito procurada, porém, não possui um grande leque de opções para quem quer locar um espaço por curta temporada. Essa atual escassez é ainda mais interessante para os investidores, que podem adquirir mais imóveis e colocá-los para alugar em plataformas e apps, como Airbnb, e aumentar o faturamento”, reforça.

A Yogha Gestão e Hospitality – empresa que gerencia canais de hospedagem – afirmou em dezembro de 2020 que existem mais de duas mil unidades cadastradas no Airbnb em Curitiba, sendo que ¼ dos apartamentos ativos possuem um padrão: são studios de apenas um quarto. Em média, é cobrado R$114 por diária nesse tipo de acomodação.

De acordo com o Instituto Municipal de Turismo, da Prefeitura de Curitiba, mesmo com a pandemia que assolou 2020, mais de 20 mil turistas foram atendidos em serviços direcionados ao turismo, como Jardim Botânico, Torre Panorâmica e rodoferroviária. Em 2018, segundo o mesmo órgão, além da contagem de atendimentos, cerca de 2,3 milhões de pessoas passaram pela cidade.

Alta expectativa

Além dos mais de 150 mil empregos formais que a construção civil gerou em 2020, segundo o Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) também denota que o lançamento de imóveis em outubro de 2020 foi 85,5% maior comparado ao mesmo mês de 2019. Por isso, a incorporadora prevê que os próximos meses continuem sendo vantajosos não só para a GT Building, mas para todo o mercado imobiliário que se destacou como um setor menos variável economicamente em 2021.

A empresa pretende lançar entre seis e oito empreendimentos em 2021, sendo que um deles acontece ainda no primeiro trimestre. Com esses lançamentos somados às unidades em estoque (de empreendimentos lançados, mas ainda não vendidos), a empresa estima potencial de R$700 milhões no Valor Geral de Vendas (VGV) nesse ano. Em 2020, foram R$160 milhões em vendas.

Comments are closed