A tecnologia chegou à venda de imóveis retomados

A tecnologia chegou à venda de imóveis retomados

Por Igor Freire, Chief Revenue Officer da Resale

O estoque de imóveis retomados pelos bancos no país oferece muitas oportunidades, tanto para o investidor como para quem quer comprar um imóvel com desconto.

É um mercado que oferece diversidade em opções. Atualmente são cerca de 50 mil unidades: a maioria com deságio que pode chegar a 70% do valor de avaliação.

E a compra pode ser tão simples quanto a de um imóvel padrão. Isso porque o estoque não é apenas composto por imóveis ocupados, que precisarão de medidas judiciais para que possam ser ocupados pelos novos compradores. Segundo levantamento realizado pela Resale em parceria com o BTG, 12,8% dos imóveis retomados disponíveis para venda no Brasil estão desocupados.

Alguns imóveis podem ainda ser adquiridos sem que para isso o comprador precise realizar lances em um leilão ou ler editais, modalidade conhecida como venda direta. É o que prevê o mecanismo de alienação fiduciária (Lei nº 9.514/97) após a unidade ter passado por dois certames obrigatórios.

Apesar das múltiplas oportunidades e modalidades de compra que oferece, o segmento de imóveis retomados, enquadrados como bens não de uso próprio (BNDUs) era inacessível para muitos clientes e investidores.

A proptech Resale, uma empresa focada em tecnologia, nasceu para mudar esse cenário e conectar pequenos investidores, e compradores de imóveis aos bancos e aos principais leiloeiros, organizando todo o estoque dos imóveis nomeados em apenas uma página.

Antes, para buscar um imóvel específico era necessário entrar no site de cada leiloeiro, um mercado extremamente fragmentado. Existem hoje no mercado leiloeiros regionais, que atuam em um determinado estado e os que atuam em todo o país. Muitas vezes, os bancos tinham de escolher de dois a três leiloeiros, entre 200 cadastrados, para realizarem seus anúncios.

Agora, tanto em nosso site quanto nos portais dos bancos e da União, todo o estoque de imóveis retomados fica disponível a um clique. Também é possível ter acesso a uma lista dos próximos leilões que serão realizados no país, viabilizada por meio de parcerias com leiloeiros. Os compradores e investidores podem ainda ser atendidos por corretores de imobiliárias, que têm acesso aos imóveis da plataforma e o assessoram na busca da unidade ideal para seus objetivos.

E nós vamos além de ser um consolidador dos players do setor, atuando efetivamente como intermediários.

Analisamos cada imóvel que entra em nossa base. Se acreditamos que não está em condições de uso, efetuamos pequenas melhorias e sugerimos ao banco mudanças na precificação. Somos especialistas em venda de imóveis, e dispensamos que a instituição financeira tenha essa estrutura. Basta que encaminhe o atendimento e as transações para nós.

Para o cliente, somos efetivamente responsáveis pela unidade desde a entrada da unidade em nossa base até a transferência da propriedade para o seu nome. A comodidade é enorme: a compra inteira pode ser feita digitalmente. Ele entra em nossa plataforma, assina a proposta, faz o upload da documentação e adquire a propriedade do seu interesse. A compra é confirmada em no máximo 48 horas.

Aos nossos leiloeiros parceiros, oferecemos melhorias nos processos de venda, organização e uma plataforma de centralização de negócios, além de digitalizar todo esse processo, tornando mais ágil e padronizado..

Por fim, proporcionamos uma grande vantagem aos corretores: ao invés de anunciarmos imóveis trazidos por ele para a base, damos a esse profissional milhares de casas, apartamentos, imóveis comerciais e até fazendas para venda, 24 horas por dia, sete dias por semana.

Em todos os processos nos preocupamos com o NPS e a experiência da transação, oferecendo satisfação aos usuários. 

Os resultados falam por si. Já realizamos pelo menos uma venda em 450 cidades do país, algumas delas com apenas mil habitantes. O resultado para 2021 já se mostra ainda mais promissor. No último mês de julho o volume de vendas já ultrapassou todo o resultado de 2020 e a expectativa é dobrar o resultado do ano anterior.

A disrupção no setor imobiliário está a pleno vapor. Startups tornam a compra do imóvel e o aluguel mais fácil. Já as construtoras realizam visitas virtuais e organizam a documentação, inclusive proveniente de cartórios, e tornam o processo de compra cada vez mais digital. É natural, portanto, que essa jornada tenha chegado também aos imóveis retomados. 

Comments are closed