Tag Archive Hub Imobiliário

Cyrela é destaque em evento sobre inovações no mercado de construção civil

No dia 29 de março acontece a Construtech Conference 2019, segunda edição do evento destinado a conectar companhias do mercado de construção civil e profissionais do setor. A iniciativa, promovida pela StartSe, tem como tema central o futuro da construção no Brasil, com painéis envolvendo novas tecnologias empregadas no segmento, inovações e ferramentas disponíveis, além de oferecer oportunidades de mercado para construtechs – startups do setor.

O evento reunirá executivos de grandes empresas do segmento de construção civil em palestras. Dentre eles, Juliano Bello, Diretor Financeiro da Cyrela, comandará um painel sobre a CashMe, primeira fintech criada internamente na companhia, atuando na concessão de empréstimos com imóvel em garantia.

“Fazer parte de um evento deste porte no setor, que conversa com tantas interfaces do nosso mercado, é o reconhecimento de que a companhia está contribuindo para um novo momento da inovação na construção”, afirma Juliano. “No painel falarei um pouco sobre a CashMe, uma fintech própria de home equity, que foi criada dentro da Cyrela. O projeto atua com empréstimos para pessoas físicas e jurídicas, nos quais o imóvel do tomador é dado em garantia e, com isso, as taxas de juros cobradas ficam mais baixas que as de outros produtos financeiros”, completa o executivo, abordando o tema central de sua palestra no evento.

“O objetivo dessa startup é ganhar rápido espaço no mercado de home equity justamente por oferecer um serviço rápido e com o mínimo de burocracia possível”, enfatiza Juliano.

Além de contar mais detalhes sobre o case da CashMe, o executivo abordará o investimento da Cyrela na criação de um espaço de coworking, com a finalidade de gerar negócios para startups do setor. A área dedicada está localizada no escritório da Cyrela, no bairro da Vila Olímpia. Um andar de 450 m², que oferece estrutura para comportar até 80 posições para empresas que desenvolvem soluções para grandes corporações.

As startups do setor imobiliário, inclusive, estão em franca ascensão no Brasil. Segundo dados da StartSe, em 2018, as construtechs tiveram investimento recorde, superando 1,05 bilhão de dólares.

Com programação de palestras e painéis durante todo o dia, além de estandes de empresas e startups disponíveis para os visitantes, o evento acontece nesta sexta-feira, das 9h às 18h, no Expo Center Norte. Para inscrições e mais informações acesse o site: http://eventos.startse.com.br/construtech/


Construtech Conference 2019
Data: 29/03 (sexta-feira), das 9h às 18h
Local: Expo Center Norte | Rua José Bernardo Pinto, 333 – São Paulo
Inscrições pelo site: http://eventos.startse.com.br/construtech/

Tags, , ,

Imóveis no Rio de Janeiro e São Paulo já podem ser usados para permuta na compra de casas em Lisboa e no Porto

Continua crescente o número de brasileiros interessados em Portugal, seja para turismo, migração ou até mesmo para investimento. O Banco de Portugal constatou que, no ano passado, a chegada de brasileiros teve um aumento de 8,6% em relação a 2017 – quando já tinha crescido 3,9% sobre 2016. Nos consulados do Brasil em Portugal, estima-se que diariamente 760 pessoas tentam se regularizar na condição de imigrantes. Esses dados não consideram os brasileiros com dupla cidadania – tanto portuguesa como de qualquer outro país da União Europeia – que se estabeleceram por lá nos últimos meses.

No entanto, abrir mão de tudo que foi conquistado em solo brasileiro para se mudar para a Terrinha requer planejamento. Por isso, pensando em todos os desafios que envolvem essa mudança, muitas vezes com toda a família, a Global Trust(www.globaltrust.com.br), consultoria especializada em investimento imobiliário internacional, oferece uma negociação inovadora e exclusiva: a permuta de imóveis entre Brasil e Portugal, uma proposta inédita no mercado imobiliário entre os dois países.

Nesse novo formato, um imóvel no Rio de Janeiro ou em São Paulo pode servir como entrada de até 50% na compra de um apartamento no Chiado ou em Alfama, em Lisboa, no empreendimento Pátio das Oliveiras, no Porto, ou ainda em uma casa em um dos poucos condomínios fechados do país, localizado no Porto, em Vila Nova de Gaia. Este último é um novo empreendimento exclusivo, Moradias Madalena, que oferece 21 casas de três quartos (T3), a partir de 275 m² e três pavimentos – cave (subsolo), rente ao chão (térreo) e terraço –, com preços a partir de 435 mil euros. O condomínio está localizado a cinco minutos de carro da praia da Madalena, a 10 minutos do centro de Porto e a 15 minutos do aeroporto.

“A Global Trust, que se especializou em auxiliar brasileiros que querem ter um imóvel em Portugal, é uma empresa feita por brasileiros e para brasileiros. Ao longo dos anos, os clientes questionavam se existia a possibilidade da permuta e agora isso pode se concretizar e da melhor forma possível. O Moradias Madalena é um empreendimento exclusivo e 100% recém-construído, ou seja, totalmente novo. Além de oferecer todas as vantagens de um condomínio fechado, com uma infraestrutura de ponta, acabamentos de luxo, área verde e piscina exterior”, explica César Damião, sócio-fundador da Global Trust.

As negociações para a permuta serão realizadas diretamente com o incorporador, um dos mais tradicionais de Portugal, e intermediadas pela Global Trust, que tem um profundo conhecimento das necessidades dos clientes paulistas e cariocas ao se mudarem para Portugal.

Ao usar a consultoria 360° da Global Trust, o brasileiro que deseja embarcar para a Terrinha pode ter a tranquilidade de estar cumprindo todas exigências das legislações de ambos os países, sem pular nenhuma etapa, e ainda garantir os melhores resultados financeiros.

Tags,

Incorporadora da marca Hard Rock Hotel no Brasil vai aos Estados Unidos para intercâmbio de ideias

A Venture Capital Investimentos (VCI), empresa responsável por trazer a marca Hard Rock Hotel ao Brasil, está em Hollywood, na Flórida, para participar de reuniões na sede da Hard Rock Internacional sobre os projetos que estão em implementação no território brasileiro, como os empreendimentos em Fortaleza e Ilha do Sol.

Participam dessa comitiva executivos da área de marketing, engenharia, arquitetura e gerenciamento de projetos. “Essa viagem foca no intercâmbio de tecnologias entre os projetos no Brasil e nos Estados Unidos, trazendo e levando soluções de última geração para que aqui tenhamos instalações atualizadas com o que há de mais moderno no mundo, além de um forte alinhamentos entre as equipes brasileira e americana no design e marketing dos projetos”, destaca Samuel Sicchierolli, presidente da VCI.

O grupo visitou ainda o novo edifício do Seminole Hard Rock Hotel & Casino, construção que faz parte da reforma e expansão do resort, no valor de US$ 1,5 bi. O empreendimento é situado a 35 km de Miami, na cidade de Hollywood. Trata-se de uma estrutura em forma de guitarra, com 137 metros de altura e mais de 300 mil metros quadrados, onde também está sendo construído o novo Cassino, que induzirá na região uma nova ‘Las Vegas’.”Conferimos os aspectos técnicos da obra e comparamos com os modelos e padrões aplicados em Fortaleza e Ilha do Sol, que vêm recebendo o mais alto padrão de tecnologia de construção do mundo, seguindo as linhas e as especificações técnicas da Hard Rock.

Na visita a este novo hotel, avaliamos a construção, a arquitetura de interiores e o design, e, de fato, os níveis comparativos mostram que os complexos hoteleiros no Brasil não só atendem perfeitamente o padrão da marca, como certamente serão as instalações mais modernas do nosso país”, conclui Samuel Sicchierolli.

Tags, , ,

Condomínios e a importância dos equipamentos

Quando o condomínio busca redução de custos, ele também precisa garantir que no meio disso esteja adquirindo os melhores serviços, desde a sua infraestrutura, portaria e até mesmo nos equipamentos que compõem a segurança. Todos sabem como é primordial ter, nos dias atuais, um aparelho moderno e de baixo risco no que diz respeito às quedas de energia ou eventuais problemas. Por isso é importante estar antenado nas últimas tecnologias e não focar apenas no “menor preço”.

Avaliando as necessidades dos condomínios, há um novo equipamento chegando para atender às mais diferentes demandas. O novo painel que fará todo o controle para a portaria remota da MinhaPortaria.com é resultado de um novo estudo que economiza tempo e traz praticidade ao condomínio. Hoje, os painéis são grandes e requerem a contratação de técnicos especializados para a instalação, mas agora o cenário será bem diferente. “Trabalhamos com um novo conceito, que é entregar o equipamento pronto e montado, e qualquer eletricista vai poder fazer a instalação. Outro diferencial é que ele não trabalha com corrente alternada, mas sim com corrente contínua, evitando problemas de curtos e choques”, afirma o engenheiro da Norte Energia, Humberto Ribeiro.

Outro equipamento que é novidade e já está disponível no mercado é o Remote, da Intelbras. Ele é como uma peça de um quebra-cabeças, interligando os sistemas, possibilitando total controle de automoção, acionamento de cargas, leituras de sensor, controle de portas e acesso, comunicação etc. “Foram mais de dois anos de desenvolvimento de pesquisa para trazer uma solução simples e de fácil operação, que ao mesmo tempo está alinhada à questão da qualidade e da resistência do aparelho — em nosso laboratório é o que chamamos de ‘surtos de sinais’; simulamos, por exemplo, um raio caindo no equipamento”, conta Emerson Sodério, Gerente de Produtos e Negócios da Intelbras.

Já o presidente da PPA, Flávio Peres, afirma que nenhuma tecnologia é perfeita, mas que certamente há as mais confiáveis e de maior qualidade, além da praticidade e da rapidez para trocas quando necessário. A PPA, também parceira da MinhaPortaria.com, é fabricante de automatizadores de portões para garagem e entrada de pedestres que abrem em quatro segundos por questões de comodidade e segurança. “A margem para erros deve ser pequena e o produto deve garantir uma repetitividade. Hoje o meu motor é intercambiável, isso quer dizer que você pode ter adquirido um modelo do ano passado, e no ano que vem, para estar atualizado, basta apenas mudar a parte eletrônica”, diz.

“Quando falamos em portaria remota, em como fazer um condomínio entender o tamanho das vantagens que ele terá, não se deve falar em preço, mas sim em segurança e a garantia de se ter um sistema integrado funcionando sem grandes problemas. Para mim, que sou prestador, não é vantajoso que um aparelho apresente defeito, pois ter que enviar um técnico me custa muito caro, então sempre prezamos pela qualidade dos equipamentos”, conta Walter Uvo, especialista em tecnologia da MinhaPortaria.com.

Tags, ,

Mercado imobiliário de São Paulo mantém ritmo positivo no início de 2019

A Pesquisa do Mercado Imobiliário, realizada pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), apurou em janeiro de 2019 a comercialização de 1.622 unidades residenciais novas. O resultado foi 68,8% inferior às 5.204 unidades comercializadas em dezembro de 2018 e 4,1% inferior às vendas de janeiro de 2018 (1.692 unidades).

No acumulado de 12 meses (fevereiro de 2018 a janeiro de 2019), foram vendidas 29.859 unidades, um aumento de 20,9% em comparação ao mesmo período de 2018, quando as vendas totalizaram 24.699 unidades.

“Geralmente, o começo do ano costuma apresentar números mais modestos em relação aos outros meses do ano, principalmente na comparação com o último trimestre. Basta lembrar, que os meses de outubro, novembro e dezembro corresponderam a 40% do total comercializado durante todo o ano de 2018”, explica Celso Petrucci, economista-chefe do Secovi-SP.

Apesar da redução nas vendas do mês, a pesquisa mostra coerência no comportamento de comercialização, porque as unidades mais vendidas continuaram sendo as de 2 dormitórios com até 45 m², situadas na faixa de preço econômico.

“Decerto que o mês de janeiro não serve como indicativo de comportamento do mercado para o ano todo, o que está atrelado a diversos fatores, como a necessidade de aprovação da Nova Previdência e a calibragem da Lei de Zoneamento na cidade de São Paulo, entre outros assuntos relevantes ao setor e ao País que deverão ser solucionados durante 2019”, diz Basilio Jafet, presidente do Secovi-SP.

Lançamentos – De acordo com dados da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio), a cidade de São Paulo registrou, em janeiro deste ano, o total de 286 unidades residenciais lançadas, 96,3% inferior ao mês de dezembro (7.720 unidades) e 61,8% abaixo do resultado de janeiro de 2018 (748 unidades).

No acumulado referente a fevereiro de 2018 a janeiro de 2019 (12 meses), foram lançadas 32.300 unidades residenciais na capital paulista, 2,8% acima do volume registrado no mesmo período anterior, com 31.409 unidades.

A cidade de São Paulo encerrou o mês de janeiro com a oferta de 20.989 unidades disponíveis para venda. Esta oferta é composta por imóveis na planta, em construção e prontos (estoque), lançados nos últimos 36 meses (fevereiro de 2016 a janeiro de 2019). A quantidade de imóveis ofertados foi 6,0% menor que a registrada em dezembro (22.327 unidades) e 0,1% abaixo de janeiro de 2018 (21.000 unidades).

Conclusão – Apesar do bom desempenho do mercado imobiliário dos últimos meses, grande parte dos empreendimentos lançados e comercializados é de projetos aprovados de acordo com os parâmetros urbanísticos do Plano Diretor anterior a 2014. “Isso reforça a dificuldade de os empreendedores viabilizarem novos projetos com base na legislação atual. Ainda é grande a expectativa do setor em ver esse assunto equacionado. Caso os ajustes necessários na Lei de Zoneamento sejam adiados por muito mais tempo, a tendência é de termos a rápida escalada dos preços dos imóveis, com queda do estoque disponível”, avalia Emilio Kallas, vice-presidente de Incorporação e Terrenos Urbanos do Sindicato da Habitação.

“A projeção para o ano é de crescimento moderado no mercado imobiliário, tendo em vista que as vendas e os lançamentos de 2018 superaram a média histórica. A previsão é de estabilidade no volume de unidades lançadas e vendidas, mas com crescimento de até 10% do VGV”, conclui Jafet.

Tags, , ,

Prédio icônico da Vitacon, Oscar Freire 585 abrigará nova unidade da WeWork em São Paulo

O prédio comercial Oscar Freire 585, da Vitacon, referência no desenvolvimento de tecnologias para moradia inteligente, será administrado pelos próximos 15 anos pela WeWork, rede global de soluções em espaços de trabalho presente em mais de 20 países. A Vitacon investiu cerca de R$ 100 milhões no empreendimento, que será locado exclusivamente para a empresa multinacional, que conta com unidades no Brasil desde junho de 2017.

Localizado no bairro dos Jardins, em São Paulo, na esquina das Ruas Augusta e Oscar Freire, o espaço – com seis andares totalizando 3.593,80m² -, disponibilizará 439 estações de trabalho. “A Vitacon e a WeWork são empresas com ampla sinergia de conceitos. Ambas estão completamente em linha com as novas demandas de comportamento do consumidor: tecnologia, mobilidade e conectividade”, explica Alexandre Frankel, CEO da Vitacon. “Com esta nova unidade, situada em uma das esquinas mais emblemáticas da cidade, esperamos contribuir para agregar valor ao empreendimento e, ao mesmo tempo, expandir a operação da WeWork para mais um dos endereços mais premium de São Paulo”, explica Ary Krivopisk, Head de Real Estate da WeWork para a América Latina.

Todo o projeto de arquitetura do espaço será desenvolvido internamente pela equipe de design da WeWork. As obras estão previstas para iniciarem no início de agosto, para que o empreendimento esteja disponível para a operação no início de 2020. A WeWork conta, hoje, com mais de 400 espaços de trabalho em todo o mundo e 18 no Brasil (em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte).

Além da unidade da WeWork, o prédio também receberá a primeira flagship da Vitacon no rooftop – um espaço aberto ao público que funcionará como um “point” para potenciais clientes que quiserem conhecer o conceito da Vitacon, e também para moradores de outras unidades da construtora. Já a base do empreendimento será destinada a uma rede varejista de moda.

Tags, , , ,

Aluguel residencial registra ligeira alta em fevereiro

O valor médio do aluguel residencial na cidade de São Paulo registrou ligeiro aumento de 0,90% no período de março de 2018 a fevereiro de 2019, conforme aponta a Pesquisa Mensal de Locação Residencial, elaborada mensalmente pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação). Esse percentual ficou abaixo do IGP–M (Índice Geral de Preços – Mercado), da Fundação Getúlio Vargas, que apresentou variação de 7,60% no acumulado de 12 meses. Em fevereiro, a variação foi de 0,40%.

“Esse percentual indica a recuperação gradual do setor. Apesar de ter registrado, pela primeira vez, uma evolução positiva, quebrando a resistência negativa dos últimos 12 meses, a variação indica que o momento ainda é favorável para negociação entre proprietários e inquilinos”, afirma Rolando Mifano, vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP.

Duas tipologias registraram ligeira alta nos valores em fevereiro: imóveis de 1 dormitório e de 2 dormitórios aumentaram, respectivamente, 0,70% e 0,35%. Os valores dos imóveis de 3 dormitórios apresentaram estabilidade.

Metodologia

A Pesquisa de Locação Residencial, elaborada pelo Secovi-SP, monitora o comportamento do mercado de aluguéis na capital paulista. As informações são disponibilizadas em valores por m² (área privativa de apartamentos e área construída de casas e sobrados) e estão organizadas em oito grandes regiões: Centro; Norte; Leste (dividida em duas: zona A – que corresponde à área do Tatuapé à Mooca; zona B – outros bairros dessa área geográfica, como Penha, São Miguel Paulista etc.); Oeste (segmentada em duas: zona A – Perdizes, Pinheiros e vizinhanças; zona B – bairros como Butantã e outros); Sul (dividida em duas sub-regiões: zona A – Jardins, Moema, Vila Mariana, dentre outros; zona B – bairros como Campo Limpo, Cidade Ademar etc.).

Os dados estão dispostos em faixa de valores por metro quadrado, por número de dormitórios e por estado de conservação. Por exemplo, o preço por metro quadrado de um imóvel de 3 dormitórios na zona Norte, em bom estado, varia entre R$ 18,86 e R$ 19,52. Já uma moradia de 90 m2 nessa região tem valor de locação entre R$ 1.697,40 e R$ 1.756,80. Os bairros da zona Sul – área A, como Jardins, Moema e Vila Mariana, têm nas locações de residências de 3 dormitórios faixa de valores por m² entre R$ 25,13 e R$ 33,10. Um imóvel com área em torno de 150 m2 na região tem aluguel entre R$ 3.769,50 e R$ 4.965,00.

Aluguéis Residenciais – faixa de valores por m² de área privativa ou construída

Dados por bairro da cidade de São Paulo, por número de dormitórios.



Garantias e velocidade de locação 

O fiador foi o tipo garantia mais frequente entre os inquilinos, respondendo por 45% dos contratos de locação firmados. O depósito de três meses de aluguel foi a segunda modalidade mais usada – cerca de 38% escolheram essa forma de garantia. O seguro-fiança correspondeu a 17% dos contratos.

O IVL (Índice de Velocidade de Locação), que avalia o número de dias que se espera até que se assine o contrato de aluguel, indicou que o período de ocupação foi de 17 a 44 dias. Os imóveis alugados mais rapidamente foram as casas e os sobrados: 17 a 42 dias. Os apartamentos tiveram um ritmo de escoamento mais lento: 23 a 47 dias.

IVL – Índice de Velocidade de locação por tipo e dormitórios

Ipiranga

Mensalmente, a Pesquisa Locação Residencial do Secovi-SP analisa dados históricos dos valores negociados por bairros. Neste mês, a região analisada foi o Ipiranga. De acordo com a pesquisa, os imóveis em bom estado de conservação, com vaga de garagem e que foram contratados em fevereiro no bairro do Ipiranga registraram valor médio por metro quadrado de R$ 23,63 para 1 dormitório; R$ 22,18 para 2 dormitórios; e de R$ 21,92 para residências de 3 dormitórios.

Ipiranga – Imóvel Residencial em Bom Estado de Conservação
Valor de aluguel contratado em R$ por metro quadrado de área privativa ou construída

Confira a íntegra da Pesquisa de Locação Residencial do Secovi-SP.



Tags, ,

RE/MAX conquista do Selo de Excelência em Franchising pela sexta vez

Pela sexta vez consecutiva a RE/MAX, integrante da rede que mais vende imóveis no mundo, conquista o Selo de Excelência em Franchising. A distinção é concedida após pesquisa feita pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) junto aos franqueados da rede, e atesta que as marcas contempladas alcançaram o mais elevado nível de eficiência em suas operações e na relação com seus franqueados. “Temos quase 3 mil redes de franquia no Brasil e pouco mais de 200 recebem o Selo de Excelência em Franchising. Neste ano, tivemos uma pontuação acima da média das demais eleitas. Ou seja, estamos na elite da elite do setor”, afirma Peixoto Accyoli, Presidente e CEO da empresa.

Para receber o Selo, os associados da ABF são avaliados pelos próprios franqueados, segundo critérios estabelecidos pela entidade de classe e auditados por uma empresa independente. É verificada a satisfação dos franqueados em relação a diversos aspectos da parceria, como rentabilidade, relacionamento, suporte operacional e práticas de sustentabilidade.

A sexta conquista do Selo de Excelência em Franchising vem coroar um momento especial para a RE/MAX. Oitenta novas franquias foram abertas em 2018, e mais de 40 encontram-se atualmente em instalação – a empresa já está presente em mais de 20 estados e 101 municípios do Brasil. A abertura de agências cresceu 40,94% entre 2017 e 2018. Hoje, a rede nacional conta com 210 unidades. A previsão é de que 300 unidades estejam em operação ao final de 2019. “Também vale ressaltar que, em dois anos, o número de agentes imobiliários associados à RE/MAX evoluiu 120,61%. Em 2018, isoladamente, o crescimento foi de 46,6%. Hoje, registramos mais de 2.200 profissionais em todo o país”, enumera Accyoli.

Em 2018, o valor geral de comissões entre os franqueados RE/MAX cresceu 72,35%. Entre 2016 e 2018 esse indicador teve um salto de 115,85%. No mesmo período, o valor de comissões das franquias em geral no Brasil aumentou 8%, de acordo com a ABF.

Abordagem profissional

O desempenho da RE/MAX também salta aos olhos ante os números acanhados do mercado imobiliário. De acordo com a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), o preço nominal médio dos imóveis residenciais em dez capitais brasileiras subiu 0,64% em 2018. Em São Paulo, a alta no preço dos imóveis foi de 1,31%, mas outras cidades pesquisadas, como Belo Horizonte e Brasília, registraram crescimento menor: 0,27% e 0,29%, respectivamente. Já o Rio de Janeiro apresentou queda de 1,49%.

Um dos motivos para o crescimento da RE/MAX em meio ao cenário adverso é a aposta em profissionalização. O modelo de negócios da empresa contempla o treinamento e a capacitação permanente dos franqueados (brokers) e agentes (corretores). Isso é feito por meio de recursos de ensino presencial ou à distância, reunidos na Universidade RE/MAX. Em fevereiro de 2019, a companhia lançou uma nova plataforma on-line de treinamento e comunicação batizada de RE/MAX FLIX. Ela oferece vídeos sob demanda, além de transmissões ao vivo de conteúdo.

Além do Selo de Excelência em Franchising, da ABF, a RE/MAX já recebeu outras distinções do universo do franchising, como as cinco estrelas no Guia de Franquias de Pequenas Empresas & Grandes Negócios, além de homenagens relativas ao setor imobiliário. “Os reconhecimentos nos deixam extremamente felizes, mas ao mesmo tempo nos impõem o desafio de melhorar ainda mais”, pondera Accyoli. “Temos a nosso favor a solidez e a experiência de uma empresa que opera globalmente há quase 50 anos em mais de 110 países e que acumula um grande know how em aten dimento e gestão, sempre utilizando tecnologias de ponta e ferramentas inovadoras para os franqueados e corretores. Tudo isso nos dá a certeza de que sempre nos destacaremos no mercado”, comenta o Presidente e CEO da RE/MAX Brasil.

Tags,

Tendências no mercado de consumo agregam novas exigências para galpões logísticos

As mudanças nos hábitos de consumo impactam diretamente o mercado imobiliário. Assim como a localização continua sendo o ponto determinante para a escolha de um imóvel. A grande questão é que a dinâmica dos negócios mudou, alerta a diretora comercial da DCL Real Estate, Paola Noguchi.

A implantação de uma empresa na área de varejo precisa levar em conta outras variáveis, que influenciarão diretamente o sucesso do negócio e sua capacidade para atender novas demandas. Um imóvel que esteja em uma área de zoneamento flexível, por exemplo, que permite a atuação nos setores de comércio e serviço, possibilita que a empresa abra espaço para a realização do last mile. Esta tendência cada vez mais forte no setor logístico, diz respeito à última etapa da entrega de uma mercadoria do comércio ao consumidor. “Em Curitiba, poucas regiões permitem essa possibilidade se tratando de galpões logísticos que estejam em um local de fácil e rápido acesso pelo consumidor final. Galpões bem localizados, por exemplo, podem até servir como pick-up para consumidores finais”, revela Paola.

Segundo ela, o local tem que permitir o armazenamento com infraestrutura eficiente, com carga e descarga de produtos e mercadorias, assim como uma área que permita a grande circulação de pessoas em região de fácil acesso para busca de sua encomenda. “Ser um pick-up point – ponto de retirada – reduz os custos com transporte e problemas como extravios e atrasos. Os empresários estão de olho nesse quesito”, afirma a especialista em real estate.

A DCL Real Estate possui em seu portfólio de negócios alguns imóveis que atendem essa especificação, quase todos locados ou em fase avançada de negociação. A demanda é tão crescente que um imóvel que ficará livre em março, depois de mais de 10 anos locado para o mesmo grupo, já tem fila de interessados. Ele fica próximo a Linha Verde, possui fácil acesso ao centro de Curitiba e às vias que ligam a cidade a outros estados. Quando o imóvel entrou para a carteira da DCL, seu potencial foi bem classificado, mas a dinâmica do consumo potencializou ainda mais seu valor. “Alguns podem classificar isso como sorte, mas nós acreditamos que o mercado de real estate pode revelar boas surpresas, desde que se tenha estratégia, profissionalismo e visão de mercado”, completa a executiva.

Tags, ,

Em parceria inédita com Uber, MRV busca clientes em casa para feirão de vendas de imóveis

No próximo dia 16 de março, sábado, mais de 10 mil viagens de carros serão realizadas entre as casas de milhares de brasileiros até os plantões de vendas da MRV. Em uma estratégia única para oferecer comodidade aos clientes, a construtora, em parceria com a Uber, disponibilizará um carro com motorista para levar as pessoas que queiram sair do aluguel até o plantão de vendas da MRV onde poderá adquirir a sua nova casa.

Além da comodidade de não precisar se preocupar com a locomoção, os clientes que participarem da 1ª edição do Feirão de Porta a Porta poderão escolher entre as mais de 40 mil unidades nas mais de 65 cidades onde serão realizados os eventos. Além das facilidades do programa Minha Casa Minha Vida com subsídios de até R$47.500,00, a construtora oferecerá descontos exclusivos, isenções de taxas, documentação grátis, mensais a partir de R$299,00,  aprovação de credito na hora entre outras vantagens.

Segundo Rodrigo Resende, diretor de Marketing e Comunicação da MRV, o objetivo do feirão é descomplicar ainda mais o processo de compra do imóvel com descontos e facilidades na forma de pagamento. “A estratégia de levar o cliente ao plantão de vendas oferece mais comodidade, segurança e tranquilidade, além de reforçar nosso compromisso e preocupação com o bem-estar dos clientes”. O executivo ainda completa dizendo que no feirão o público encontrará empreendimentos com itens que unem sustentabilidade e inovação. “Muitos dos nossos empreendimentos serão entregues com placas fotovoltaicas para a geração de energia solar para atender as áreas comuns. Quem for ao feirão poderá adquirir unidades em condomínios com essa tecnologia, por exemplo”, completa Resende.  

Para saber mais informações e cada cidade onde o Feirão de Porta a Porta será realizado basta acessar mrv.com.br/feirao.

Tags, , ,