Radar DataZAP+ revela bairros mais desejados na pandemia em Curitiba e Salvador

Radar DataZAP+ revela bairros mais desejados na pandemia em Curitiba e Salvador

A DataZAP+, braço de inteligência imobiliária do ZAP+, lança hoje a terceira edição do Radar DataZAP+, uma coletânea de conteúdos que monitoram as dinâmicas mais recentes do mercado imobiliário. O relatório inclui o termômetro DataZAP+, que tem o objetivo de mapear principalmente a demanda, analisando como a procura por determinado bairro se alterou em comparação ao total observado na cidade em determinado período de tempo.

Nesta edição, foram analisados os mercados de venda e locação para as cidades de Curitiba (PR) e Salvador (BA), no comparativo entre maio de 2021 em relação a maio de 2020. Nos mapas, a cor azul indica um “enfraquecimento” enquanto a vermelha um “aquecimento” do share da demanda.

Confira abaixo alguns destaques do estudo, que está disponível na íntegra neste link.

Curitiba (PR)

Segundo o Radar DataZAP+, a análise do termômetro de locação indica que regiões mais ao nordeste e ao oeste da capital paranaense passaram a ser mais desejadas pelo consumidor durante a pandemia, com aumento na participação da demanda. “O bairro de Bigorrilho fechou maio de 2021 com 7,77% da demanda registrada na cidade, com uma variação positiva de 1,16 p.p”, comenta Danilo Igliori, economista de DataZAP+.

Para o mercado de compra/venda, é possível observar que a área central do município perdeu importância relativa, com uma tendência de aumento da demanda para as regiões mais afastadas do centro e na zona oeste da cidade. “Os bairros Centro e Bigorrilho apresentaram queda significativa na participação na procura por imóveis residenciais, de -1,51 p.p. e -0,91 p.p.”, respectivamente, constata Igliori.

Salvador (BA)

Em relação ao mercado imobiliário de locação de Salvador, o Radar DataZAP+ indica estabilidade no comportamento, com bairros próximos do Centro Histórico e Barra mantendo o nível de demanda mesmo durante a pandemia. “Por outro lado, as regiões de Pituba, Pernambués e Patamares foram as que que tiveram maior crescimento de interesse no período, com alta de 1,18 p.p., 1,11 p.p. e 1,10 p.p., respectivamente”, afirma Danilo Igliori, economista da DataZAP+.

O mercado de compra e venda também seguiu padrão similar: “Áreas tradicionais da cidade, como Barra e Graça mantiveram o interesse do consumidor, mas Pituba e Patamares se sobressaíram como bairros que mais aumentaram sua importância relativa”, analisa Igliori.

Comments are closed