Moura Dubeux lucra R$ 27 milhões no terceiro trimestre e engata quinto período consecutivo de ganhos

Moura Dubeux lucra R$ 27 milhões no terceiro trimestre e engata quinto período consecutivo de ganhos

A Moura Dubeux, conforme resultados protocolados nesta quarta-feira, 10 de novembro, na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), teve lucro líquido de R$ 27 milhões no terceiro trimestre de 2021, com margem de 16,6%, e R$ 79 milhões nos últimos 12 meses. A companhia também reportou cinco lançamentos no período, totalizando 756 unidades habitacionais, com Valor Geral de Venda (VGV) Líquido de R$ 336 milhões. Com isso, alcançou R$ 1,4 bilhão em novos empreendimentos lançados nos últimos 12 meses.

Diego Villar, CEO da Moura Dubeux, ressalta que os seguidos lucros registrados pela companhia são explicados por uma característica da Região Nordeste que, ao contrário do Sul e Sudeste, não vivenciou, recentemente, nenhum “boom” imobiliário. “Passamos tantos anos sem lançamentos, com muitas companhias deixando o mercado por conta da crise de outrora, que os estoques foram a patamares tão baixos, que nem de longe conseguimos atender à demanda”.

Villar acrescenta que, apesar da crise provocada pela Covid-19, a Companhia permanece vivenciando uma demanda atípica. “As principais capitais da região chegam a não ter sequer três meses de estoque (a média nacional atual é de 10 meses). Em número de unidades vendidas, já estamos em patamares iguais à Região Sul e abaixo apenas do Sudeste do Brasil”.

Lançamentos e aquisições
Os empreendimentos da Moura Dubeux lançados no terceiro trimestre deste ano apresentaram forte índice de Venda sobre Oferta (VSO) de 41,9%. No período, a companhia adquiriu cinco terrenos, com VGV Bruto de R$ 734 milhões. Com isso, seu estoque de áreas atingiu R$ 4,5 bilhões. Diego Villar afirma que ainda não existem motivos para desacelerar e que a Companhia seguirá com seu plano de lançamentos.

Comments are closed