Com cenário positivo para o crédito no setor imobiliário, facilidade e agilidade na aprovação do processo são essenciais para aproveitar oportunidades

Com cenário positivo para o crédito no setor imobiliário, facilidade e agilidade na aprovação do processo são essenciais para aproveitar oportunidades

Os financiamentos imobiliários estão em alta. Dados do Boletim Crédito de dezembro de 2020, estudo conduzido pelo Centro de Pesquisa em Economia Regional da FUNDACE, apontam crescimento de 3,3% e 4,6%, nas médias nacional e estadual, respectivamente. Entre os municípios analisados, destaque para Sertãozinho (14,6%) e Araraquara (12,8%) e na Região Metropolitana de Ribeirão Preto e na própria cidade, houve elevação de 5,5% e 2,7%, respectivamente.


O cenário positivo, que tem relação com a baixa histórica da taxa Selic, pode ser confirmado pela Felí, startup de Ribeirão Preto que atua como correspondente bancário digital e que completa um ano 2021.
Para Fernanda Machado, co-founder da Felí, embora apresente alta, todos os trâmites, validações e documentos envolvidos no processo podem apresentar inúmeras dificuldades para obtenção do crédito e, às vezes, até desestimular as pessoas a procurarem opções para conseguir um financiamento.

Com um time com experiência de mais de nove anos na área, a Felí foi fundada em janeiro de 2020 exatamente para tornar a vida de quem deseja obter um financiamento imobiliário mais ágil e fácil, uma experiência descomplicada e feliz. Daí a inspiração para o nome da startup que tem uma base sólida no setor imobiliário por pertencer a um grupo que tem entre suas empresas construtoras de destaque como a Bild Desenvolvimento Imobiliário e a Vitta Residencial.

“Tivemos um ano intenso e surpreendente de trabalho mesmo em um cenário de vulnerabilidade na saúde que impôs algumas limitações. Nossos números nos mostram o setor aquecido: foram mais de meio bilhão de reais em crédito disponibilizado em 2020. Mas mais do que números, sabemos que realizamos o sonho de pessoas e famílias e que facilitamos o dia a dia delas. com nossas tecnologias e processos, e com nosso time de especialistas engajados na solução de qualquer dificuldade dos clientes relacionadas a aprovação de crédito”, explica Fernanda.


Facilidade digital, experiência que conecta pessoas ao sonho da moradia – Um dos principais diferenciais da empresa é a facilitação do passo a passo burocrático para aprovação de crédito. As tecnologias próprias, desenvolvidas pela empresa, garantem um processo mais assertivo.


“Muitas vezes uma pessoa em busca de financiamento tem o crédito negado pelo banco e não sabem o porquê, o que leva as pessoas a desistirem. Outras vezes a parte processual, de documentos e análise é tão desgastante que gera até mesmo um trauma. E não precisa ser assim. E conseguimos mostrar que não é”, avalia a executiva.


Hoje a Felí conta com uma plataforma própria, totalmente digital, para análise documental. O objetivo foi justamente investir em ferramentas que facilitam o dia a dia do cliente e de incorporadoras, construtoras e imobiliárias que precisem de assessoria de crédito imobiliário e repasse.
“Do momento da busca pelo crédito até a aprovação do financiamento, quase todo processo pode ser feito de forma digital, com uma economia de tempo e também de custos considerável. Em muitos casos, a aprovação pode ser feita em duas horas e o repasse em 30 dias. Isso não é uma regra, mas evidencia como o serviço é ágil devido às tecnologias desenvolvidas internamente. E o mais gratificante é ver quando as pessoas conseguem o crédito depois de tentativas frustradas e saem realmente felízes e realizadas”, complementa.

Ferramentas que auxiliam a jornada do cliente – Em apenas um ano atuando como uma startup, a empresa já desenha novos produtos, que serão lançados em breve, além de disponibilizar, de forma gratuita, ferramentas que auxiliam a jornada das pessoas que já possuem um financiamento, mas que podem melhorar condições de pagamentos de taxas e parcelas.


É o caso da Calculadora de Economia de Juros Portabilidade. Voltada para pessoas que tem um financiamento ativo de um imóvel pronto, anterior às baixas dos juros, a ferramenta realiza uma simulação que indica taxas que podem ser mais atrativas em diferentes bancos, e assim, é possível realizar o movimento que se chama ‘portabilidade do financiamento imobiliário’, com o grande objetivo de reduzir os valores do financiamento anteriormente contratado.


“Existem casos de pessoas que pagam taxas próximos a 12%, 13% ao ano, que poderiam estar pagando abaixo de 6,99%”, comenta Fernanda.

“Esta portabilidade vai seguir os mesmos critérios da primeira contratação. Então, se o cliente segue tabela PRICE, ela vai se manter na PRICE. A quantidade de parcelas também não muda. O que muda é a taxa de juros, que serão menores, gerando parcelas menores e um saldo devedor menor.

A portabilidade pode ser feita no mesmo banco ou o interessado pode mudar de banco”, explica a especialista, que acrescenta:
“Em uma simulação, uma pessoa que financiou um imóvel que vale R$ 310 mil com juros de 9,14% ao ano e vai pagar em 346 meses, o valor total ao final do financiamento vai ser em torno de R$ 371 mil. Com a portabilidade e calculando com juros de 6,99% ao ano que é hoje praticado no mercado, o valor final pode chegar a R$ 320.312. É uma economia de quase R$ 51 mil, reduzindo praticamente R$ 200 no valor das parcelas e uma economia anual de R$ 2.4 mil”, diz.

Todo o processo pode ser feito diretamente pela pessoa interessada junto ao seu banco, entretanto, a Felí, como correspondente bancário digital, tem expertise nos trâmites internos dos bancos e consegue acelerar o processo, que passa inicialmente por quatro etapas: o primeiro deles é a pré-análise de toda documentação do primeiro financiamento para saber se o cliente é apto à portabilidade.


O segundo, é a aprovação do novo crédito, consultando as possibilidades de pagamento. Na sequência, a contratação do novo crédito e, por fim, o registro do novo contrato.
A ferramenta é gratuita e está disponível em 

https://portabilidade.feli.com.vc/.

Comments are closed