RE/MAX Brasil fecha primeiro semestre com 256 unidades em operação e faturamento da rede cresce mais de 51% sobre mesmo período de 2018

RE/MAX Brasil fecha primeiro semestre com 256 unidades em operação e faturamento da rede cresce mais de 51% sobre mesmo período de 2018

Mantendo os bons resultados de 2018, a RE/MAX fechou o primeiro semestre deste ano com ampliação de sua rede franqueada, e de crescimento de 51,51% em faturamento na comparação com o mesmo período do ano passado. “Abrimos 43 franquias e temos 76 em processo de instalação. Ao todo são 256 unidades em funcionamento”, lembra o presidente e CEO da RE/MAX Brasil, Peixoto Accyoli. “Também quatro novos master franqueados iniciaram operação em 2019, totalizando 43 em todo o país”. Nesse modelo de negócio, as master franquias habilitam novos franqueados, expandindo a rede e mantendo a cultura empresarial.

Nesse cenário positivo, Peixoto destaca a chegada ao Brasil da The RE/MAX Collection, divisão especializada na negociação de propriedades de grande requinte e atributos exclusivos como terem sido projetados por arquitetos famosos ou habitados por celebridades. Instalada no bairro da Vila Nova Conceição, em São Paulo, a bandeira é sucesso nos Estados Unidos e na Europa. Segundo ele, o segmento de imóveis de alto padrão carece de atenção no Brasil. “São raros os agentes e as imobiliárias realmente dedicados a esse nicho. Nossa expectativa é que isso mude com a abertura de agências com este perfil, capazes de oferecer atenção especial ao segmento de imóveis de alto padrão no país”, garante o executivo.

Some-se a esses resultados reconhecimentos importantes para a marca. Pela sexta vez consecutiva, a empresa conquistou o Selo de Excelência em Franchising, concedido pela Associação Brasileira de Franchising (ABF). “Temos mais de três mil redes de franquias no Brasil, além de muitos líderes competentes e consagrados nesse campo. Ser apontado como uma referência é gratificante, especialmente pelo fato de a distinção ser mais uma prova do êxito da nossa proposta inovadora para o setor”, afirma Peixoto.

Outro fator responsável pelo bom desempenho são unidades mais consolidadas. O valor geral de honorários relacionados a vendas em lojas já existentes (índice Same Store Sales) cresceu significativamente entre 2017 e 2018, com alta de 60,32%. Já entre 2018 e 2019 o percentual de crescimento é da ordem de 26%, forte indicativo de que a empresa tem conquistado mais market share. “Também vale a pena comentar que, em dois anos, o número de agentes imobiliários associados à RE/MAX aumentou 127,36%. Na comparação entre o mesmo período de 2018 e 2019, a alta atingiu 62,87% e, hoje, são quase três mil profissionais em todo o país”.

Com alguns meses ainda pela frente, as projeções para 2019 seguem um clima de otimismo – a RE/MAX espera fechar o ano com 300 unidades em operação. E manter as melhores práticas para toda a rede tem papel fundamentais para a concretização desta meta. Ensino à distância com avaliações, oferecendo boletins, cursos e trilhas segmentadas por categoria de acesso, e opções semipresenciais e presenciais, por meio da Universidade RE/MAX são algumas delas. Em fevereiro deste ano, por exemplo, a companhia inovou com a adoção de uma nova plataforma de treinamento e comunicação batizada de RE/MAX FLIX. A ideia é oferecer conteúdos online, permitindo transmissão ao vivo e análise de dados dos usuários – como o tempo logado e as tags de vídeos mais acessados.

Comments are closed