Proptech lançará índice sobre preços de imóveis em construção em 20 cidades brasileiras

Proptech lançará índice sobre preços de imóveis em construção em 20 cidades brasileiras

Luiz Prado e Wagner Dias, fundadores da Hiperdados (Foto: Rafael Hupsel)

Levantamento mensal da Hiperdados trará informações baseadas em mais de 16 milhões de dados relevantes para o mercado imobiliário como preços médios de unidades habitacionais

A proptech Hiperdados passa a divulgar mensalmente, a partir de dezembro de 2021, o novo índice Hiperdados de preços médios de unidades habitacionais em construção. O índice será confeccionado com informações provenientes de uma base interna, retiradas de seu algoritmo de Inteligência Artificial e da “base Hiperdados”, ambas desenvolvidas pela startup.

A plataforma conta com mais de 16 milhões de dados que entregam informações relevantes para que empresas de incorporação imobiliária e construção civil tomem as melhores decisões em negócios imobiliários.

Com mais de 2 milhões de unidades habitacionais mapeadas na plataforma, a startup divulgará no índice dados relevantes como a quantidade de unidades habitacionais analisadas por cidade e o preço médio (em R$/m²) dos empreendimentos lançados nos municípios onde atua. 

Além dessas informações, também estará no relatório a porcentagem de imóveis residenciais em construção com valores que variam em quatro categorias, sendo a menor com empreendimentos que custam até R$6 mil o m² e a maior com valores acima de R$16 mil o m². 

Dados relevantes sobre 20 cidades

Atualmente a startup monitora mais de 80 cidades espalhadas pelo país, disponibilizando em sua plataforma dados que permitem a avaliação online para as incorporadoras definirem qual é a melhor opção de terreno para erguer seu empreendimento imobiliário. 

Segundo Wagner Dias, CEO da Hiperdados, a divulgação do índice mensal será de extrema importância ao mercado. “O trânsito dessas informações é fundamental para o segmento. Os dados que compilamos auxiliam as incorporadoras a terem base de como o mercado imobiliário residencial está se comportando em determinadas cidades. Essas informações são de extrema importância para a tomada de decisão dos gestores do mercado imobiliário”, afirma Dias.

Dentre os municípios avaliados pela plataforma, 20 deles terão dados divulgados nas edições mensais do índice. No estado de São Paulo serão mostradas informações nas cidades de Barueri, Campinas, Diadema, Guarulhos, Jundiaí, Mogi das Cruzes, Osasco, Praia Grande, Ribeirão Preto, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba. 

No Paraná, as cidades cobertas pelo índice são Curitiba e São José dos Pinhais. Já  em Santa Catarina, os municípios de Balneário Camboriú e Itajaí são contemplados pelo relatório.

Benefícios mercadológicos

A proptech também disponibiliza em sua plataforma o serviço de gestão de landbank que, baseado em dados do mercado, disponibiliza um espaço para registros, contratos, documentos e relatórios importantes das construtoras. Esses dados, geralmente sigilosos, ficam protegidos dentro da plataforma Hiperdados.

A solução oferecida pela startup permite que as incorporadoras tenham acesso a todas as informações necessárias para a aquisição de um terreno em 20 minutos ou menos, graças à disponibilidade dos mais de 16 milhões de dados estruturados e confiáveis sobre o mercado. Este processo, quando realizado de maneira tradicional, pode demorar semanas, o que é refletido em prejuízos às empresas.

Comments are closed