Kazzas cria linha Fábula com biblioteca nos empreendimentos do segmento econômico

Kazzas cria linha Fábula com biblioteca nos empreendimentos do segmento econômico

No terceiro trimestre de 2019, mais da metade (50,7%) do número de imóveis que foram vendidos no país estão enquadrados no setor econômico. Os dados divulgados pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), apresentou também o crescimento de imóveis do Minha Casa Minha Vida (MCMV) sobre o total de lançamentos em relação aos demais padrões imobiliários: de 45,9% para 56,9%, no comparativo entre o terceiro trimestre de 2018. Criada em 2015, a Kazzas – spin off da incorporadora e construtora Kallas – atua exclusivamente no segmento econômico, atendendo famílias para as faixas 2 e 3.

Com terrenos bem localizados no que diz respeito à infraestrutura viária, comercial, de serviços e modais de transporte público, os projetos se diferenciam dentro do segmento. “O plantão de vendas, a atuação da equipe comercial, a campanha publicitária e todos os itens envolvidos na estratégia de vendas dos produtos foram desenvolvidos para garantir uma experiência de compra para o cliente final, acima do que ele encontra no mercado comprando imóveis de ticket médio semelhante”, afirma Gil Vasconcelos, diretora de incorporação da Kazzas.

Moradia e educação

Um dos destaques é a linha Fábula. “Além da localização, lazer e preços diferenciados, esse projeto parte do princípio de que a educação tem o poder de transformar a sociedade. Desenvolvemos a Bibliotecativa, um espaço dentro dos empreendimentos com acesso a livros, computadores e diferentes jogos que estimulam o raciocínio e a criatividade de todos que frequentam o espaço”, conta Gil.

Os espaços contam com a parceria de especialistas em educação, sendo um potencial transformador nas vidas das crianças, jovens e adultos que residirão no empreendimento. “A linha Fábula se propõe a entregar mais do que o cliente espera e está acostumado a ver nos similares. Acreditamos na educação como potencial para garantir uma melhor qualidade de vida – pesquisas mostram que cada ano de estudo completo, por exemplo, aumenta o salário em média quase 15%”, afirma a diretora de incorporação de Kazzas, citando o estudo da Fundação Getúlio Vargas divulgado ano passado.

“Uma biblioteca estruturada e com um bom acervo traz grande impacto positivo para o conhecimento. Ter essa facilidade em seu próprio condomínio é um diferencial único”, finaliza Gil. Por enquanto, a linha Fábula contempla dois projetos: na Freguesia do Ó: Fábula Freguesia, com 42m²; e no Socorro: Fábula Socorro, também com 42m²; ambos com 2 dormitórios. Em 2019, Kazzas lançou em VGV R﹩ 200 milhões e a expectativa para 2020, é o lançamento de 15 empreendimentos, com projeção de VGV de R﹩ 1 bilhão.

Comments are closed