Monthly Archive outubro 2019

CAIXA divulga novas taxas de juros dos financiamentos imobiliários com recursos do SPBE

A CAIXA anunciou, nesta quarta-feira (30), as novas taxas de juros para financiamentos de imóveis com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e saldos devedores atualizados pela Taxa Referencial (TR). A taxa efetiva mínima para imóveis residenciais enquadrados nos Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) será de TR + 6,75% a.a. e a taxa máxima será de TR + 8,50% a.a., redução de 0,75 p.p. e 1,0 p.p, respectivamente. As taxas valem para novos contratos e estarão vigentes a partir do dia 06 de novembro.

“A CAIXA é o banco de todos os brasileiros e trabalha com políticas diferenciadas de juros para oferecer à população as melhores condições de aquisição da casa própria”, comenta o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães. Ele explica ainda que, matematicamente, esses movimentos de redução de juros permitem a ampliação do acesso à moradia pela prática de preços mais competitivos, além de apoiar o setor produtivo da construção civil com todos os efeitos multiplicadores que tem na geração de emprego e renda.

Além das taxas corrigidas pela TR, a CAIXA também oferece, à escolha do cliente, a alternativa de crédito para imóveis residenciais com recursos do SBPE corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A tabela comparativa a seguir contém as taxas de juros dos financiamentos imobiliários com recursos do SBPE, de acordo com o fator de correção:

As simulações poderão ser realizadas no site da CAIXA, onde o cliente pode comparar os juros e as condições para obtenção do financiamento.

Medidas da CAIXA para o crédito imobiliário:

Esta é a terceira redução da taxa de juros promovida pela CAIXA neste ano. No último dia 08, a CAIXA anunciou a redução de até 1,0 p.p. das taxas de juros para os financiamentos imobiliários com recursos do SBPE. Em junho, o banco já havia anunciado outra redução de até 1,25 p.p. nas taxas, além de alternativas para renegociação de contratos habitacionais para pessoa física, ainda vigentes.

Desde agosto, além da correção dos financiamentos pela TR, a CAIXA também lançou, de forma pioneira e revolucionária no mercado, a possibilidade de crédito para aquisição de imóveis com taxas corrigidas pelo IPCA.

Fonte: CAIXA

Método Potencial é a única empresa de engenharia e construção a integrar o ranking das Melhores em Gestão de Pessoas 2019

Método Potencial Engenharia – uma das empresas mais destacadas e reconhecidas do setor de Engenharia e Construção do Brasil – conquistou a 3ª posição na pesquisa “As Melhores em Gestão de Pessoas 2019“, na categoria entre 1.501 e 3.000 funcionários. Conduzida pela Mercer, em parceria com o Valor Econômico, a pesquisa premiou, nesta segunda-feira (28/10), as 35 melhores companhias, por suas práticas, políticas de Recursos Humanos e benefícios para os colaboradores. A Método foi a única empresa do setor de engenharia premiada. Ao todo, 110 empresas, tanto nacionais quanto multinacionais, participaram da edição deste ano.

A pesquisa “As Melhores em Gestão de Pessoas 2019” é realizada com o objetivo de avaliar as empresas em dimensões como ambiente de trabalho saudável, carreiras atrativas, liderança responsável, agilidade organizacional, cultura de integridade e políticas de inclusão e, desde 2018, inclui um índice de prosperidade, que mede o tema no âmbito da organização da força de trabalho e do funcionário como indivíduo.

Os dados revelam que o nível de engajamento entre as empresas premiadas foi de 93,7%, ante 86,4% da média de todas as empresas pesquisadas. Já o índice de prosperidade das 35 melhores empresas foi de 84,8%, enquanto a média geral foi de 75,4%.

A Método alcançou nota 92 na pesquisa, com um nível de engajamento de 94%. Dentre as dimensões mais bem avaliadas pelos funcionários estão cultura de integridade (90%), indivíduos prósperos (90%), agilidade organizacional (89%), liderança responsável (88%) e carreiras atrativas (87%).

Em 2019, a empresa está se preparando para retomar programas como bonificações, participação nos lucros e resultados e outros benefícios que deixaram de ser praticados como reflexo da crise que afetou o setor da construção civil nos últimos anos. Para Marcia Amore, diretora da Desenvolvimento Humano da Método, o resultado da pesquisa é um importante termômetro do ambiente corporativo da empresa. “Estamos muito orgulhosos da posição conquistada, e que está em linha com a política de valorização do capital humano, uma das prioridades do nosso plano estratégico. Agora, trabalhamos com os gestores e demais funcionários para encontrar ferramentas e especialistas que podem nos ajudar no desenvolvimento dos nossos profissionais e também na atualização tecnológica da companhia”, afirma da Márcia Amore.

Para o líder de engajamento da Mercer Brasil, Stéfani Guerrero, a diferença entre as empresas vencedoras e as demais diminuiu em relação à pesquisa anterior, o que “mostra uma movimentação significativa de todas para melhorar a experiência fornecida aos funcionários”.

Vitacon e Housi lançam cápsulas com 2m² em SP

Já imaginou dormir em uma instalação com o tamanho de uma cabine telefônica? As cápsulas surgiram no Japão como uma solução de pernoite econômica para quem mora longe do trabalho. Atualmente, na vida agitada das grandes cidades, os pequenos pods – como são chamados – tornaram-se uma tendência. Pod 51 em Nova Iorque e Pod Room em São Francisco são exemplos muito badalados nos Estados Unidos.

Pensando nisso, a Vitacon – proptech que desenvolve soluções de moradia inteligente – lançará On Pods de 2m² em São Paulo, os menores da América Latina. O projeto será lançado em novembro, entre o bairro do Itaim e da Vila Olímpia, custando a partir de R$ 40 por hora a R$ 150 pernoite, das 22h às 8h. As reservas poderão ser realizadas pelo site ou aplicativo da Housi, empresa spin-off da construtora Vitacon especializada em moradia on demand, que também será a responsável pelo gerenciamento das locações e do espaço.

Com a inovação, Vitacon e Housi oferecem um novo conceito de locação para quem está de passagem pela cidade, virou a noite no escritório ou acabou de sair de uma balada e precisa tirar um cochilo. “Oferecemos uma solução prática e digital para aquelas pessoas que precisam de uma cama e um banho. Passou a noite trabalhando, quer curtir aquela festa noite adentro e acordar ao lado do trabalho ou simplesmente tirar um cochilo ao longo do dia? Criamos a solução perfeita!”, afirma o CEO da Vitacon, Alexandre Frankel.

Ao entrar no On Pod Itaim, as pessoas farão o registro digital, deixarão os seus pertences pessoais em um locker privativo, trocarão de roupas e receberão kits com shampoo, condicionador e sabonete. Pijamas, máscaras de dormir, chinelos e outros itens de higiene não estão inclusos no valor e serão cobrados à parte.

O On Pod também conta com um lounge com WiFi para trabalhar, estudar ou apenas se manter conectado; conveniências, como geladeira Grab and Go, cafeterias, lockers; chuveiro privativo com vestiário, multimodais de transporte: carro compartilhado, patinete e bicicleta que já são características marcantes em todos os empreendimentos da Vitacon gerenciados pela Housi.

Sobre a Vitacon – “Juntos somos capazes de reinventar a cidade!” Essa é a filosofia da Vitacon, uma incorporadora que constrói o futuro do mercado imobiliário. Idealizamos uma cidade mais prática e mais humana. Acreditamos que é possível viver melhor em comunidade, otimizar o nosso cotidiano e termos mais tempo para o que realmente importa. Os mais de 20 mil membros da comunidade Vitacon optaram por um novo estilo de vida que se traduz em felicidade.

Tokio Marine e Grupo ZAP anunciam parceria para facilitar a contratação de Seguros para Imóveis

A Tokio Marine, uma das maiores Seguradoras do País, anuncia parceria com o Grupo ZAP, líder nacional de portais do mercado imobiliário, com 67% dos anunciantes. Os compradores e locatários encontram o Seguro Tokio Marine Residencial diretamente no Viva Real e no ZAP. Já os corretores de imóveis e imobiliárias contam com o Seguro Tokio Marine Imobiliário entre os serviços do Grupo ZAP para oferecer aos seus clientes.

Com o acordo entre as duas empresas, a adesão ao seguro poderá ser realizada totalmente em ambiente digital, potencializando o acesso para mais de 7 milhões de imóveis anunciados e toda a audiência dos portais, de mais de 46 milhões de acessos por mês.

“Estamos sempre em busca de soluções inovadoras e que facilitem a vida de nossos Clientes, Parceiros de Negócios e Corretores de Seguros. A atuação em conjunto com o Grupo ZAP permite que estejamos cada vez mais próximos desses públicos, oferecendo as melhores garantias e coberturas para o mercado imobiliário. Para celebrar a parceria e reforçar a aproximação com o setor, fomos patrocinadores do Conecta Imobi, o maior e mais completo evento de tecnologia, marketing e vendas do mercado imobiliário, em setembro. E este é só o início. Em breve, queremos disponibilizar outros produtos nas plataformas”, afirma a Diretora de Canais Especiais da Tokio Marine, Marcia Silva.

O Seguro Tokio Marine Imobiliário permite que proprietários e inquilinos protejam seu patrimônio de maneira completa e flexível, com coberturas sob medida para imóveis residenciais, comerciais e industriais. Além da facilidade de contratação, o produto apresenta flexibilidade de pagamento, podendo ser parcelado em 12 vezes sem juros.

Já na modalidade Residencial, o Seguro Tokio Marine oferece, além da conveniência de pagamentos e garantia patrimonial, a cobertura de Responsabilidade Civil Familiar, que garante ao Segurado, por exemplo, a indenização em caso de danos materiais e ou corporais involuntários causados a terceiros.

Segundo Marcelle Caruso, head de Novos Negócios do Grupo ZAP, a parceria com a Tokio Marine é um avanço nos serviços oferecidos pela empresa. “O seguro é fundamental nas transações, seja em uma locação ou para proteger o imóvel próprio. Estamos cada vez mais oferecendo produtos e parcerias para o mercado imobiliário, trazendo valor agregado à jornada do cliente”, finaliza a executiva.

Tecnologia auxilia na retomada do crescimento da construção civil no país

Após enfrentar longos anos de recessão no país, o setor da construção civil voltou a dar sinais de recuperação. De acordo com o IBGE, o segundo trimestre do PIB confirmou o crescimento da área em 2% se comparado com o mesmo período do ano passado. A Confederação Nacional da Indústria (CNI) também confirmou a melhora e divulgou o crescimento do índice de evolução da atividade do setor em 0,8 ponto, alcançando 49,2 pontos. O indicador vai de 0 a 100 pontos e, quanto maior o valor, maior o desempenho.


Ao que tudo indica, a recuperação e o avanço no setor foram resultados, principalmente, da alta procura e aquisição da construção imobiliária. De acordo com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), o número de contratos para aquisição de imóveis residenciais cresceu 9,7% nos três primeiros meses de 2019, se comparado com o mesmo período do ano passado.


Dados divulgados pela MRV Engenharia mostram que a corporação registrou no terceiro trimestre deste ano, o melhor resultado de sua história. As vendas líquidas evoluíram 18,8% na comparação com o mesmo trimestre de 2018. Em valores, as vendas alcançaram R$ 1,395 bilhão, resultando em um aumento de 8,9% da receita nos nove primeiros meses do ano.


TECNOLOGIA ALIADA


Os especialistas acreditam também que a grande virada da construção civil se deu pela implantação de novas tecnologias no setor, auxiliando na otimização de tempo, encurtamento de distâncias e, principalmente, na redução custos da obra – o que impacta diretamente no bolso do consumidor final. De acordo com uma pesquisa realizada pela Terracotta Venture, o Brasil já possui mais 500 empresas de tecnologia voltada á construção, as chamadas construtechs.


É com essa proposta que surgem empresas como a Smart Sky Consulting, uma startup paranaense focada em consultoria e treinamento para o uso de drones nas áreas de construção civil, energias renováveis e mineração. Com um ano de atividade, a empresa já bateu o valuention de oito milhões de reais e aumentou em 300% o número de contratos.

OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS


O modelo de negócio da Smart Sky é centrado na consultoria de pesquisa operacional e implantação de tecnologias e soluções, sendo seu carro chefe a utilização de drones para setores como construção civil, energias renováveis e mineração. Um dos principais clientes da startup paranaense é a MRV Engenharia, que está em processo de implantação da solução e receberá a consultoria e treinamento da Smart Sky para um empreendimento que está sendo realizado em Campinas, São Paulo.


O empresário americano e CEO da Smart Sky Consulting, Chase Olson contou que foi realizada uma grande pesquisa nos mercados de outros países para encontrar o melhor modelo para as empresas brasileiras. “O prazo que as companhias estrangeiras levavam para implementar uma solução era de 24 meses e nós conseguimos reduzir a curva de aprendizagem do cliente para, no máximo, noves meses. Além de permitir que a economia gerada na operação seja de até 40% ao final do processo”.


Além da MRV Engenharia, a Gerdau, maior produtora de aço da América Latina, já utiliza os serviços da 3DR e o SiteScan há dois anos nas áreas da construção civil, energias renováveis e mineração. Segundo a Bradesco Corretora, o aumento do nível de atividade da indústria de construção civil, deve beneficiar a Gerdau (GGBR4), já que é a fornecedora de aço do setor. A expectativa de crescimento para os próximos 12 meses é de 38,9%.


A plataforma da 3DR, o SiteScan, é uma tecnologia de coleta, processamento e gerenciamento de imagens georreferenciadas. A Gerdau recorreu a Smart Sky Consulting, que é representante da 3DR e SiteScan no Brasil, para melhorar a qualidade da captação das imagens e depuração das informações no software, além de entender as melhores práticas para a captura ideal de dados usando drones. “A escolha pela parceria com a 3DR para o uso em exclusividade da plataforma Site Scan na América do Sul é um dos pilares do nosso sucesso”, destaca Olson.

Espaços Colaborativos e verdes viram tendência no setor imobiliário corporativo

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas, de janeiro a agosto deste ano foram abertos 2,1 milhões de cadastros, quantidade 20,7% maior do que o mesmo período em 2018. Esses novos negócios buscam se desenvolver em espaços colaborativos, flexíveis e sustentáveis, que reflitam as mudanças de relacionamento, bem como acompanhem as novas tecnologias.

“As empresas estão buscando espaços mais amplos e dinâmicos, que facilitem o desenvolvimento do trabalho e o compartilhamento de ideias. A demanda por ambientes mais aconchegantes e reversíveis também aumentou, tanto pelo melhor aproveitamento dos espaços quanto pela qualidade de trabalho e, consequentemente, o aumento da produtividade dos funcionários”, explicou a arquiteta Gabriela Gontijo, do Studio Gontijo.

Segundo a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em 2018 houve mais de 98 mil compras de imóveis. A expectativa é que em 2019 as vendas no mercado imobiliário de médio e alto padrão cresçam mais de 30% em relação a 2018, incluindo os imóveis corporativos. Cabe ao setor imobiliário se adequar às últimas tendências de mercado.

Um pedido comum, por exemplo, é o planejamento de espaços colaborativos com divisões horizontais e espaços verdes, além de garantir o conforto dos clientes. O engenheiro Alexandre Thiago Parcianello, da Evoris Participações e Investimentos Imobiliários, comentou que a demanda crescente no mercado imobiliário corporativo é por estações de trabalho que possuam energias renováveis, qualidade ambiental, essência estética e funcionalidade.

Selos de sustentabilidade

De acordo com o engenheiro, a indústria da construção civil é um dos setores que mais desperdiçam materiais. Para solucionar o problema foram criados selos de sustentabilidade que auxiliam organizações a conciliar o crescimento socioeconômico com as responsabilidades ambientais. Parcianello destacou dois: “O selo AQUA-HQE visa acompanhar todo o projeto, avaliando questões construtivas e ambientais. Já o LEED é uma certificação que prioriza a economia de energia, o uso sustentável dos recursos, bem como a redução dos custos”.

O caráter sustentável se tornou uma preocupação de pequenas, médias e grandes empresas. Nesse quesito, a imobiliária ou construtora precisa avaliar a responsabilidade social da empresa a que está prestando o serviço. O vice-presidente do Grupo Piran – empresa especializada em construção de imóveis corporativos para locação e renda -, Valdir Piran Jr. explicou que é necessário observar fatores como localização, tamanho do metro quadrado, qualidade da construção e possibilidades de decoração no intuito de criar um ambiente que garanta proteção ambiental ao mesmo tempo que valoriza o patrimônio.

“A tendência é propor ambientes integrados, que visem a qualidade de vida de todos, colaboradores e clientes. Nossas plantas se distanciam dos modelos tradicionais, porque enxergamos essa adequação das novas gerações, em que os gestores das empresas se preocupam cada vez mais com a flexibilidade e a ambientação tecnológica, porém sustentável”, afirmou o vice-presidente.

Tigre marca presença no Construdigital

O Grupo Tigre, líder em soluções para construção civil e cuidados com a água, será uma das patrocinadoras do Construdigital, evento organizado pela Ambar e pela Enredes e parceiros, que tem o objetivo de reunir diferentes profissionais da área para conectar conhecimento, cocriar soluções e gerar oportunidades de negócio para os enfrentar os novos desafios do mercado de construção civil. O 1° Construdigital será realizado no próximo dia 30 de outubro, no Pro Magno Centro de Eventos, em São Paulo.

Durante o evento, o diretor de TI e Soluções Digitais do Grupo Tigre, Eli Miranda, fará uma palestra sobre a visão da companhia sobre as soluções tecnológicas que podem trazer eficiência e produtividade ao dia a dia do cliente, no segmento da construção civil. No principal painel do evento, às 15h10, o executivo vai realizar sua apresentação com o tema “Como as indústrias podem colocar o consumidor no centro da estratégia e criar valor na cadeia através de tecnologia”.

Além disso, na Arena Indústria 4.0, a engenheira do Grupo Tigre, Silvana Klein, e o diretor da empresa Bim Simples Assim Engenharia, vão fazer uma apresentação sobre o TigreBIM, ferramenta utilizado como apoio aos projetistas e engenheiros nos desenhos técnicos para esgoto predial, água fria e água quente. A utilização da plataforma também poderá ser visualizada no stand do Grupo Tigre no evento.


1ª Construdigital


Pro Magno Centro de Eventos
30 de outubro, entre 8h e 22h

Presidente da RE/MAX anuncia novas franquias no Rio Grande do Sul

A importância que o Rio Grande do Sul tem na estratégia de negócios da RE/MAX, que integra a rede imobiliária que mais vende imóveis no mundo, levou a empresa a abrir duas novas franquias na região, atingindo o total de 16 unidades no Estado, mais do que o dobro do que a empresa mantinha há um ano. A primeira fica no bairro Petrópolis, em Porto Alegre, e a segunda está instalada no bairro Parada 49, em Cachoeirinha, na região metropolitana. A abertura das novas agências será no dia 31 de outubro.

A ação integra um roadshow pelo Estado do Rio Grande do Sul capitaneado pelo presidente da RE/MAX no Brasil, Peixoto Accyoli, e que terá início no dia 29. Nesta rodada de visitas a cidades gaúchas, ele também fará uma série de palestras e lançará o seu livro “Excelência para Obstinados”. “Os parceiros gaúchos são fundamentais para a rede. Queremos também estreitar o nosso relacionamento com os franqueados e mostrar as possibilidades de negócios para investidores”, diz.

Publicado pela Editora Gente, a obra “Excelência para Obstinados” conta um pouco do aprendizado de Accyoli em sua trajetória de vida, com erros, acertos, angústias e, sobretudo, escolhas e muita persistência. Um livro que convida à reflexão e à busca do autoconhecimento para ajustar o foco, crescer na carreira e concretizar objetivos. Tudo isso sem abrir mão de pensar grande.

O roadshow pelo Rio Grande do Sul começa no dia 29 deste mês, com a palestra a ser ministrada por Accyoli para integrantes do mercado imobiliário no Passo Fundo Shopping. Em seguida ele lança o seu livro na livraria Delta. No dia 30 é a vez de Caxias do Sul receber Accyoli e executivos da RE/MAX. A palestra será realizada no Sebrae, e, em seguida, ele autografa a sua obra no mesmo local. À noite, o executivo parte para Capão da Canoa, em uma palestra no evento Imobi Day, seguida também de lançamento de seu livro.

O ponto alto do roadshow será a abertura das novas franquias, que acontece no dia 31. A primeira, RE/MAX LK Imóveis, em Cachoeirinha, abre as portas às 14h. Em seguida Accyoli ministra palestra e lança seu livro nas dependências do Creci-RS. Fechando o roadshow, será feita a inauguração da RE/MAX Trend, no bairro de Petrópolis, na capital gaúcha. “Nossa cultura é a de enfocar ao máximo o melhor atendimento e capacitação para os nossos parceiros de negócios. E nada melhor do que palestras para podermos passar a visão de máxima rentabilidade e um serviço ao nosso cliente final que não deve em nada ao que ele poderá encontrar no exterior.”

Relevância no Sul
O Estado do Rio Grande do Sul conta com 16 das 273 agências instaladas em todo o País. A abertura de novas unidades no Sul não foi por coincidência. O desempenho da RE/MAX no Estado chama a atenção quando se comparam os números da empresa nos primeiros nove meses deste ano com o mesmo período de 2018. Um dos indicadores pode ser medido pelo aumento no número de corretores, que evoluiu 130% no período, o que demonstra a confiança dos profissionais do setor na marca e o avanço da RE/MAX no mercado imobiliário da região.
Estimativas dão conta de que o Estado do Rio Grande do Sul conta com cerca de 300 mil imóveis disponíveis, entre locação e venda. “A curva de aceleração na economia no Estado acompanhou o País inteiro. Estamos vivendo um 2019 de redução de estoque disponível. Para 2020 a tendência é de redução de estoque e também de lançamentos. Esse cenário abre um leque de oportunidades para os franqueados e aqueles que estão pensando em integrar o time da RE/MAX”, diz Accyoli.

Serviço
29 de outubro
18h — Palestra e lançamento do livro “Excelência para Obstinados” no Passo Fundo Shopping
19h30 — lançamento do livro “Excelência para Obstinados” na livraria Delta

30 de outubro
9h — Palestra no Sebrae de Caxias do Sul
10h30 — lançamento do livro “Excelência para Obstinados” no Sebrae de Caxias do Sul
16h45 — palestra e lançamento do livro “Excelência para Obstinados” no Imobi Day, em Capão Canoa

31 de outubro
14h — inauguração RE/MAX LK Imóveis em Cachoeirinha
15h — palestra e lançamento do livro “Excelência para Obstinados” no CRECI-RS
20h30 — inauguração RE/MAX Trend em Petrópolis, Porto Alegre

Banco Inter divulga relatório de fundos imobiliários com recomendação de investimentos

O Banco Inter divulga hoje para os investidores da PAI (Plataforma Aberta Inter) a sua carteira recomendada de fundos imobiliários. A indicação é baseada em relatório da área de Pesquisa Econômica do banco digital que mostra o crescimento da rentabilidade dos papéis.

De acordo com a economista-chefe do Banco Inter, Rafaela Vitória, a expectativa de queda da Selic para 4,5% até 2020 torna os fundos mais atrativos. “Como os fundos são compostos por contratos longos de aluguel, uma queda da taxa de juros torna esses investimentos mais interessantes. O diferencial de retorno leva à valorização das cotas e o investidor tende a ter uma remuneração ainda maior do que a projetada na contratação”, diz.

O relatório do Banco Inter mostra que a rentabilidade média dos fundos imobiliários é de 16% no acumulado do ano e 1,6% em outubro. A expectativa da economista-chefe é que os dividendos dos papéis tenham um ajuste para próximo de 5,5%. “Além disso, com a recuperação do setor, alguns fundos ainda possuem vacância e renovação de contratos com potencial de crescimento dos rendimentos”, afirma Rafaela Vitória.

Em setembro, as emissões de fundos imobiliários bateram um novo recorde, com a oferta de quase R$ 4 bilhões de novas cotas. Até então o total de ofertas já somava R$ 23 bilhões, alta de mais de 100% em relação a 2018.

O relatório do Banco Inter recomenda aos clientes investirem nos fundos: CSHG Real Estate, Hedge Brasil Shopping, Vinci Shopping, XP Log, FII RBR Alpha Fundo de Fundos, Hedge Top FOFII, Kinea Índice de Preços FII e FII RBR Rendimento High Grade. Os rendimentos mínimos esperados variam entre 5,2% e 6,9%.

A carteira de fundos imobiliários do Banco Inter leva em conta a qualidade dos imóveis que compõem os investimentos, a rentabilidade dos aluguéis em relação ao valor de mercado, a taxa de vacância e potencial de novas contratações, a diversificação dos ativos da carteira e a liquidez no mercado secundário.

Leia o estudo completo aqui.

VCI SA é finalista em prêmio nacional

A VCI SA, empresa precursora em todo o país no modelo multipropriedade em empreendimentos com marcas premium internacionais, o que colocou holofotes de fora a esse segmento no Brasil, está concorrendo, junto com outras gigantes e tradicionais empresas do setor de imóveis, ao título de empresa mais inovadora do Brasil no GRI Awards 2019, o mais importante prêmio do ramo imobiliário.

“Esse anúncio coroa um projeto responsável e, de fato, inovador no nosso país com marca internacional de primeira linha. E os projetos da VCI já estão configurados dentro da nova Lei de Multipropriedade, além de serem referência no mercado”, destaca Samuel Sicchierolli, presidente da VCI SA.

Além desse pioneirismo, a VCI trouxe outras inovações como inéditos canais de venda, parcerias estratégicas com outros modelos de valor em economia compartilhada e a criação de Concept Stores, marcam o DNA de inovação da VCI SA.

Etapas da premiação

A primeira etapa do processo de premiação da GRI montou um ranking das empresas e escolheu as Top 10 do segmento. Conforme informações da GRI, os projetos indicados no ranking participam agora de votação eletrônica para a definição dos três projetos mais votados, denominados de Top 3. O projeto ou empresa com maior número de votos será automaticamente classificado vencedor em sua categoria.

A premiação dos vencedores ocorrerá em São Paulo, no mês de dezembro, em jantar solene reservado aos membros do GRI Club, finalistas do prêmio e outros executivos atuantes no mercado imobiliário brasileiro.

A indicação da VCI SA para o prêmio é um termômetro da sua projeção em nível nacional, com empreendimentos da marca Hard Rock Hotel sendo construídos em Fortaleza (Ceará), Ilha do Sol (Paraná) e São Paulo, além de outros dois em desenvolvimento em Recife e Natal.

Recentemente, a VCI anunciou que trará para o Brasil outras bandeiras premium internacionais.

O prêmio GRI Awards 2019 é uma homenagem do GRI Club ao mercado imobiliário brasileiro e tem como objetivo reconhecer os projetos e empresas que melhor representam a excelência e inovação no mercado, destacando-se como referência em suas categorias.

Para votar, é só entrar no site e cadastrar CPF e e-mail. Ao receber o código, é só confirmar e votar.

http://www.griclub.org/event/real-estate/gri-real-estate-awards-2019_1525.html?cpid=7011R000001WGoKQAW