Category Mercado Imobiliário

Metro quadrado de imóveis vendidos no Rio de Janeiro tem alta de 0,7% no último trimestre do ano, revela levantamento do QuintoAndar

O preço médio do metro quadrado dos imóveis residenciais vendidos na cidade do Rio de Janeiro apresentou um crescimento de 0,7% no último trimestre de 2021, comparado com o período anterior.  Segundo a nova edição do Relatório de Compra e Venda do QuintoAndar, maior plataforma de moradia da América Latina, o preço médio chegou a R$ 5.405/m2 no último trimestre de 2021 – o período anterior tinha apresentado o seu menor patamar no acumulado do ano (R$ 5.396/m2).  Adicionalmente, o preço médio dos anúncios da plataforma teve uma oscilação positiva de 0,5%, atingindo R$ 5.687/m2.  

Com relação aos bairros que apresentaram maior valorização para compra e venda no período, o levantamento destaca:  Copacabana (de R$ 7.250 para R$ 10.995/m2), Tijuca (de R$ 4.696 para R$ 5.278/m2) e Jacarepaguá (de R$ 6.250 para R$ 6.470/m2). Já dentre os bairros que tiveram desvalorização estão: Recreio (de R$ 6.173 para R$ 5.230/m2), Freguesia (de R$ 4.934 para R$ 4.027/m2) e Engenho Novo (de R$ 2.769 para R$ 2.515/m2). 

Bairros com mais descontos para compra 

Dentre os bairros com maiores descontos aplicados, ou seja, com maior diferença entre os valores dos imóveis anunciados no QuintoAndar e os praticados nos contratos já assinados, estão: Jacarepaguá (8,92%), Copacabana (6,6%), Engenho Novo (6,43%), Meier (5,88%) e Freguesia (4,05%).  De modo geral, foi registrada na cidade uma taxa de desconto nos contratos de 4,8%, resultando em uma queda de 0,1% em comparação com a análise feita no trimestre anterior.  

Bairros com a maior rentabilidade potencial para aluguel 

O levantamento também apresenta informações sobre a rentabilidade potencial para aluguel dos imóveis vendidos no trimestre, com base nos valores estimados pela Calculadora QuintoAndar. Nesta edição, os imóveis vendidos pela plataforma na capital fluminense, se colocados para alugar, teriam um retorno estimado de 0,4% ao mês – uma queda de 0,5% puxada, principalmente, pelos imóveis de um quarto – apresentavam 0,48% entre julho e setembro de 2021 e caíram 0,45% no último trimestre do ano. As casas e apartamentos com dois e três quartos se mantiveram praticamente estáveis com 0,45% e 0,38%, respectivamente.  

Os bairros apontados com a maior rentabilidade potencial foram: Engenho Novo (0,531% a.m), Meier (0,445% a.m), Tijuca (0,436% a.m) e Recreio (0,431% a.m). 

“A análise de dados materializada neste relatório fornece aos nossos clientes e parceiros informações valiosas para a tomada de decisão, seja para a compra, venda ou manutenção de imóveis. Os  dados também fornecem para o mercado uma visão concreta de como o setor está se movimentando ao longo dos meses e o que esperar no futuro próximo”, comenta Bruno Rossini, diretor de Comunicação do QuintoAndar. 

Flamengo e Recreio ganham relevância entre os bairros mais procurados para compra

Desde o último Relatório, o bairro do Flamengo subiu três posições e o Recreio duas no ranking de procura por imóveis para compra na capital do estado. Já Copacabana desceu duas colocações e Botafogo, Freguesia, Ipanema e Méier caíram uma posição cada um.  

1.            Tijuca 

2.            Recreio 

3.            Barra da Tijuca 

4.            Copacabana 

5.            Flamengo 

6.            Botafogo 

7.            Freguesia 

8.            Ipanema 

9.            Jacarepaguá 

10.          Méier 

Housi amplia o número de prédios licenciados em parceria com incorporadoras

Presente em mais de 100 cidades e com parcerias que ultrapassam 120 incorporadores, a Housi cresce exponencialmente por meio do seu modelo inovador de licenciamento. A plataforma, pioneira mundial no serviço de moradia flexível 100% digital vem chamando cada vez mais atenção das incorporadoras de todo o Brasil por proporcionar aos parceiros a possibilidade de oferecer empreendimentos muito mais conectados com os desejos do novo consumidor. Além de pensar na moradia como um serviço flexível e não mais com uma compra associada a dívidas bancárias intermináveis e burocracia, a Housi embarca serviços que facilitam o dia a dia do morador e garantem mais tempo e praticidade. O resultado é uma demanda muito maior que por sua vez garante uma rentabilidade superior aos investidores que adquirem unidades em projetos com a marca HOUSi.

“Ter a Housi em seu projeto significa proporcionar um novo conceito de moradia, acreditando que o espaço é indissociável da tecnologia e dos serviços que facilitam o nosso dia a dia como moradores. Atraímos uma enormidade de moradores apaixonados pelo conceito que por sua vez garantem alta rentabilidade aos investidores”, explica Alexandre Frankel, CEO da Housi.

O “efeito Housi” é percebido no princípio da parceria, já que a plataforma pode auxiliar desde o projeto de incorporação até nas vendas das unidades. A empresa participa do processo de concepção dos espaços, com foco nas áreas comuns, com o objetivo de garantir a experiência tecnológica de moradia da marca. O prédio passa de um projeto convencional para um prédio inteligente. Tudo é pensado para gerar praticidade e mais tempo livre para o morador: mercado automatizado de conveniência, lavanderia automatizada, carro compartilhado, segurança com reconhecimento facial, aluguel de utensílios domésticos, conectividade de alta velocidade, limpeza e manutenção e gestão de locação são alguns dos exemplos presentes em todos os projetos que levam a marca da HOUSi.  Tudo em conjunto com os arquitetos da incorporadora.

Quando o projeto está pronto para ser lançado, a Housi pode formar uma área especializada em vendas digitais para comercializar as unidades dos incorporadores parceiros aos investidores. A empresa também faz um treinamento da equipe, com foco na excelência e alta performance. Vender um investimento imobiliário é muito diferente de vender uma moradia. O investidor está interessado na rentabilidade e em não ter trabalho para administrar o imóvel. E é esta dor que a HOUSi vem solucionar através da plataforma digital. O investidor acompanha o desempenho do seu imóvel através do seu smart phone em tempo real.

“Temos um enorme número de investidores em todo o país e no exterior. Assim, é possível ajudar a vender os projetos Powered by Housi muito além dos mercados regionais onde estão inseridos, utilizando a força da marca e a tecnologia. O investidor busca máxima rentabilidade sem dor de cabeça e é isso que estamos entregando”, afirma Frankel.

Conecta Reforma supera 200 obras e dobra o faturamento em 2021

A Conecta Reforma, startup que conecta proprietários de imóveis com prestadores de serviço para execução de grandes reformas, chegou ao final de 2021 tendo superado a marca de 200 obras realizadas. O desempenho permitiu à empresa acumular um crescimento de mais de 100% no faturamento em relação ao valor registrado em 2020. Ao todo, a empresa movimentou R$ 12 milhões no período, operando em verticais de negócios como a intermediação entre clientes e prestadores, apoio ao desenvolvimento de projetos, homologação e treinamento de profissionais, além da supervisão e execução das reformas.


Para o co-fundador da Conecta Reforma, Danilo Duarte, a consolidação do crescimento no ano passado reflete o entendimento mais profundo do mercado em relação às soluções inovadoras que a startup oferece para problemas históricos do setor. “Só quem nunca realizou uma reforma desconhece as dificuldades de obter orçamentos confiáveis, encontrar profissionais preparados e responsáveis, comprar materiais a preços justos e ainda acompanhar a execução da obra para que tudo seja feito conforme o planejado”, exemplifica.

Após ter registrado um crescimento de 545% em 2020 em relação a 2019, a Conecta Reforma recebeu, no início do ano passado, um aporte realizado pela Juntos Somos Mais, joint venture criada pela Votorantim, Gerdau e pela Tigre.


Duarte explica que a combinação entre as mais modernas tecnologias emergentes e uma experiência baseada em muitos anos de convivência com os problemas do mercado imobiliário e da construção civil permitem à Conecta simplificar a realização da reforma desde a criação do projeto até o encerramento dos trabalhos, passando pela contratação dos profissionais, compra dos materiais necessários e logística de entrega dos mesmos. “O cliente faz apenas um contrato e tem acesso ao nosso time de engenharia e arquitetura para formatar seus desejos. Além disso, a escala proporcionada pela nossa operação permite adquirir materiais a preços competitivos e não existe o risco de um pedreiro, marceneiro, eletricista ou encanador, por exemplo, abandonar a obra pela metade ou fazer um trabalho de baixa qualidade”, afirma.
 

Segundo ele, desde a fundação da startup em 2019 já foram cadastrados mais de 500 prestadores de serviço que passaram por um sistema de treinamento e homologação com estágios como a visita a locais onde eles já realizaram algum tipo de trabalho para conferir a qualidade e testes de orçamento que objetivam verificar a adequação dos candidatos aos preços praticados pelo mercado, além das verificações relacionadas à segurança como pesquisas de antecedentes criminais e outras. “Nosso projeto estabelece um plano de carreira no qual o profissional vai subindo de fases a partir da avaliação dos trabalhos que realiza e a satisfação conquistada junto aos clientes”, diz.
 

Com essa estrutura a Conecta Reforma, consegue atender todas as frentes necessárias para uma obra, que passam pela execução da reforma em si, até os materiais de acabamento, marcenaria, marmoraria, entre outros. O planejamento estratégico é manter o ritmo acelerado de crescimento em 2022 e expandir no futuro a operação para outras regiões e Estados. “A pandemia obrigou as pessoas a ficarem mais tempo em casa e improvisarem locais nos imóveis para o home office. Além disso, elas puderam perceber que existem possibilidades de melhorias que estavam sendo negligenciadas até então. Agora, com a retomada da economia, acreditamos que o mercado de reformas viverá uma forte tendência de aquecimento”, conclui.

INTEC Brasil divulga Ranking das Maiores Construtoras de 2022

A INTEC Brasil, plataforma especializada em dados técnicos e inteligentes de obras em andamento pelo país, acaba de divulgar seu ranking de 2022. O Ranking INTEC das Maiores Construtoras do Brasil visa apresentar e homenagear as empresas que se destacaram no ano anterior. Encabeçam a lista do Top 100 desta edição DIRECIONAL, PACAEMBU CONSTRUTORA e CONSTRUTORA TENDA. A lista completa das premiadas pode ser encontrada no site oficial https://100maioresconstrutoras.com.br/ e no final do texto.

A premiação reflete o bom momento da construção civil nacional. PACAEMBU CONSTRUTORA, MPD ENGENHARIA E DIRECIONAL serão homenageadas na categoria de empresas com mais obras entregues no ano. O ranking deste ano traz novas construtoras, de todas as regiões – principalmente de Minas Gerais e Sul -, e uma nova categoria especial para as Construtoras do ABC Paulista.

A INTEC Brasil realizará a cerimônia de premiação no dia 27 de abril, em São Paulo, com a presença de CEOs, presidentes e diretores das Grandes Construtoras, além de outros convidados importantes do segmento. O evento também contará com homenagem a parte das construtoras por serviços prestados em suas regiões específicas.

As empresas ranqueadas pela INTEC Brasil registraram em 2021 um aumento de 50% na área construída, em relação a 2020. Em alguns casos, esse índice chegou a 95%, reforçando os dados positivos do setor no último ano. “Este é um bom momento para a construção civil, principalmente a residencial. Por isso mesmo, decidimos que não poderíamos limitar um mercado tão importante a 100 homenageadas. Os dados das empresas listadas este ano refletem a resiliência do nosso setor”, afirma Bruno Silva, CEO da INTEC Brasil.

Além da área construída, o Ranking avalia outros critérios rigorosos como idoneidade e reputação para formar a lista. “Temos orgulho de pesquisar a integridade das construtoras antes mesmo de aceitar qualquer inscrição, para garantir a credibilidade da nossa premiação”, finaliza o CEO.

CASACOR São Paulo leva edição comemorativa de 35 anos para o coração da cidade: O Conjunto Nacional

Conjunto Nacional, na Avenida Paulista recebe a CASACOR 2022. Créditos: Ulisses Agnelli

No ano em que completa 35 anos, a CASACOR, maior experiência do viver das Américas, leva a edição comemorativa de sua principal mostra — que acontece de 21 de junho a 28 de agosto – para o coração de São Paulo: o Conjunto Nacional, na Avenida Paulista. Um dos mais importantes marcos arquitetônicos da cidade, que foi projetado há 63 anos pelo arquiteto David Libeskind.

Vencedor de um concurso aberto, o então jovem arquiteto paranaense propôs um grande complexo urbano, que mescla espaços residenciais e comerciais. Inaugurava-se assim, uma nova era na avenida, então conhecida pelos casarões ecléticos dos barões do café. Inovador, o projeto continua celebrado em todo o mundo, por estar no centro pulsante de arte, cultura, arquitetura, gastronomia, entretenimento, comercio e sustentabilidade. “As metrópoles estão longe de perder seu poder de atração. São mutantes. Estão em constante atualização”, lembra Livia Pedreira, Presidente do Conselho Curador de CASACOR.

Um dos grandes conceitos do urbanismo atual é a “Cidade de 15 minutos”, criado pelo pensador franco-colombiano Carlos Moreno, da Universidade Paris 1 Panthéon Sorbonne. Segundo ele, o tecido urbano deve ser planejado de tal forma que os habitantes encontrem tudo o que precisam para viver – casa, escola, trabalho, compras, serviço, lazer — a uma distância de 15 minutos, a pé ou de bicicleta.

“Seis décadas depois, o Conjunto Nacional continua em sintonia com as premissas do novo urbanismo e não havia endereço melhor para celebrar uma data tão importante para a CASACOR São Paulo”, completa Livia.

Com mais de 10.000m² de área construída, a CASACOR São Paulo vai ocupar o mezanino do complexo, com seus brises inesquecíveis, e o terraço aberto, que já abrigou o legendário restaurante Fasano.
 

O plano diretor do evento conta com a consultoria do escritório FGMF, que vem inovando a paisagem urbana de São Paulo. A implantação deve surpreender ao acomodar os estúdios e lofts, ilhas de bem-estar e operações de restaurante, bar e café, num espaço tão emblemático da arquitetura moderna.
 

“Escolhemos, pela primeira vez, estar num grande corredor cultural, um espaço que vai encantar quem já conhece a mostra, mas que também vai aproximar a CASACOR de um novo público, mais diverso e plural.”, diz André Secchin, Diretor Geral de CASACOR. Ele aponta que o evento deste ano vem para consolidar a posição da CASACOR como uma plataforma singular de maior interesse e importância para profissionais e marcas.
 

Infinito Particular

O tema deste ano, “Infinito Particular”, faz referência às casas biográficas que vão além dos estilos. Os curadores de CASACOR, Livia Pedreira, Pedro Ariel Santana e Cris Ferraz, amparados em pesquisas de tendências, convidam o elenco da mostra a refletir sobre a necessidade de projetar ambientes que priorizem o bem-estar físico, mental e espiritual, a harmonia, o equilíbrio e o conforto.
 

“A casa da era hiperdigital, encerrada em si e hiperconectada, é mais sustentável, diversa, solidária e amorosa. Um refúgio centrado no bem-estar, onde cada pessoa pode imprimir sua história. Cores, arte, móveis, lembranças de família, texturas, plantas, perfumes”, completa Livia Pedreira.
 

A conectividade e o digital vão além da temática do evento e fazem parte da CASACOR. “Seguiremos ampliando as experiências no digital. Temos planos de ir muito além do que já oferecemos hoje, proporcionando uma imersão no universo CASACOR antes, durante e após o evento. afirma André Secchin.

“A CASACOR sempre evoluiu em forma e conteúdo, mantendo vivo em seu DNA o desafio de apresentar propostas criativas, versáteis e adequadas ao momento. Um bom exemplo foi o inovador projeto Janelas CASACOR e a implementação do formato phygitalnacionalmente, sem perder a essência da marca, criada em 1986.”, lembra Secchin.

O metaverso e suas aplicações para a construção civil são temas da FEICON

Desde que o Facebook anunciou, em outubro do ano passado, investimentos no metaverso e mudou o nome empresarial para Meta, a corrida pelo uso de tecnologias imersivas para impulsar negócios se tornou mais acirrada. De um lado, desenvolvedores de olho em um mar de oportunidades. De outro, empresas apostando em novos níveis de experiências e, claro, ampliação de seus resultados. Na construção civil o cenário não é diferente e a FEICON trouxe essa pauta para sua programação.  

A organização do evento, já reconhecido por apresentar inovações e tendências, buscou referências e conteúdos que pudessem esclarecer melhor o tema (e suas vantagens) para o setor de construção civil e arquitetura. Para isso, trouxe em seu episódio especial do Conversas Construtivas, promovido pela FASSA BARTOLO, o especialista Igor Hosse, fundador da Evil Schnitzel, empresa de desenvolvimento de jogos, e professor coordenador do Game Design Lab conversando com Lúcia Mourad, gerente da FEICON, no qual, além de esclarecer as principais dúvidas sobre o que é o metaverso, também explicou outros conceitos essenciais do universo digital para quem quer entender essa nova tendência, como NFTs e blockchain.

A FEICON também foi conversar com Marcelo Rodino, cofundador e diretor da Flex Interativa, empresa especializada em digital experience, a respeito do que a indústria da construção pode esperar do metaverso e o impacto desse novo universo para o setor, e ele indicou que existem 3 aplicações principais nesse sentido:

  1. Gêmeos Digitais: O conceito está relacionado às representações virtuais de projetos. Em um prédio feito dentro de um ambiente digital, por exemplo, é possível simular ações do tempo e de condições climáticas através do input de uma série de dados e do uso de inteligência artificial. “Em um estande de vendas ou showroom esse tipo de experiência pode ajudar muito o processo de venda, pois o cliente consegue escolher o lado com mais sol, checar a vista a partir dos diferentes andares, etc.”, explica o especialista.
  1. Gamificação das visitas: já existem alternativas de navegação em plantas com visão 360 graus, mas as possibilidades aumentam consideravelmente com o metaverso. “Imagine entrar no elevador, subir até o apartamento e ver o modelo decorado, mas com a oportunidade de se relacionar com outras pessoas dentro deste ambiente, visitantes ou vendedores, a partir de avatares. O céu é o limite para a criação de interações que permitam algo extremamente impactante e que pode ser vivenciado de qualquer lugar”, completa.
  1. Treinamentos: é o ambiente virtual como um novo nível de ferramenta de capacitação, seja para enriquecer os detalhes de uma apresentação técnica ou para fazer com que os contratados de uma obra estejam preparados antes mesmo do início de qualquer operação nos canteiros. “Com certeza será um grande aliado neste sentido. A segurança do trabalho será reforçada e os envolvidos poderão participar juntos e em tempo real nos projetos”, fecha Rodino.

O especialista esclareceu, ainda, que o metaverso está relacionado à realidade virtual, mas que não é restrito aos óculos especiais. “É um ambiente onde as pessoas podem se relacionar, mas o acesso também pode ser com os aplicativos mobile e jogos de consoles. No game Fortinite, por exemplo, comunidades inteiras podem se juntar para curtir, em tempo real, shows e eventos”, complementa o diretor da Flex.

Início para as empresas de construção

O setor ainda tem muito a avançar em termos de tecnologia, mas a transformação digital está em curso e foi impulsionada pela pandemia. Em relação ao metaverso, entretanto, Marcelo explica que é cedo para que as empresas tenham ferramentas próprias para construir seus espaços virtuais. “O primeiro passo é o entendimento de que o jeito de comunicar vai mudar e que é preciso aprender como utilizar essas ferramentas. Depois, procurar empresas especializadas em tecnologias, realidades virtual e aumentada para um cenário das experiências possíveis”, explica.

Como a tendência é que o metaverso seja um ambiente compartilhado, alguns cuidados são necessários. “Será preciso atenção para a Lei Geral de Proteção de Dados, por exemplo, mas os desafios não param por aí. Assim como os inúmeros níveis de oportunidade e de criação, existem muitas questões que podem ser sensíveis e precisam ser mapeadas”, finaliza o especialista.

Metaverso na FEICON

Marcelo Rodino é um dos convidados da programação de conteúdo da próxima edição da FEICON e vai demonstrar, ao vivo, os benefícios e possibilidades do metaverso aplicado à construção civil. O assunto será um dos destaques da programação de conteúdo e promete atrair os profissionais do setor que buscam por soluções inovadoras.

Enquanto o evento, marcado para começar no dia 29 de março, no Pavilhão do São Paulo Expo, não chega, vale descobrir um pouco mais sobre esse tema fascinante tanto no episódio especial do Conversas Construtivas já disponível na plataforma FEICONNECT https://cutt.ly/9OKWkpI quanto no novo conteúdo do Blog da FEICON que detalha um pouco mais esse universo e seus termos tecnológicos no link https://cutt.ly/KOKT9r9

FEICON – 26ª EDIÇÃO

Data: 29 de Março a 1º de Abril de 2022
Horário: Terça a Sexta, das 10h às 20h
Local: São Paulo Expo – São Paulo/SP
Endereço: Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 – Água Funda

Informações: https://www.feicon.com.br/

GrupoRV capta R$ 35 milhões em rodada liderada pela Oria Capital

Depois de ter dobrado de tamanho por três anos consecutivos, o Grupo RV pretende, com esta rodada, desenvolver ainda mais soluções para o ciclo de vida completo do ativo imobiliário, do projeto, passando pela aquisição e execução da obra até o imóvel em uso; além de chegar a ainda mais cidades por todo o Brasil: a proposta é permitir que players locais (imobiliárias, construtoras e administradoras de condomínios) de todas as cidades do país tenham acesso à gama de soluções da empresa e possam oferecer uma experiência positiva marcante aos seus clientes, com transações imobiliárias seguras, transparentes e simples.

“Esse é o grande propósito do GrupoRV. Nossa plataforma oferece serviços de vistorias e inspeções, soluções de crédito e seguros para toda a cadeia do mercado imobiliário. Não tenho dúvida de que estamos, juntos, construindo uma das maiores e mais bem sucedidas empresas do setor no Brasil”, explica Enrico Dias, CEO do Grupo RV. 

“Nossa intenção é conseguir empoderar as pessoas a tomarem decisões mais assertivas em qualquer etapa desse ciclo; e as empresas ligadas ao setor, a fazerem a gestão ou transação dos ativos imobiliários de forma mais eficiente. Com essa nova rodada vamos investir ainda mais em tecnologia, na experiência do nosso cliente, na ampliação de nossas equipes técnicas de vistorias e na nossa capacidade de distribuição de seguros e créditos através das nossas unidades de negócios Rede Seguradora e Rede Credit.”

A abrangência e variedade dos serviços oferecidos faz do GrupoRV um verdadeiro hub de tecnologia para o mercado imobiliário: uma “one stop shop”; com a proposta de profissionalizar cada vez mais um mercado ainda bastante regionalizado no Brasil. A empresa, sediada em Florianópolis, tem abrangência nacional: presente em mais de 600 cidades, é a única a estar em praticamente todos os estados do país; provendo segurança, transparência e agilidade a construtoras, imobiliárias, corretores, síndicos, locatários, locadores, donos de lojas de franquias. 

Com uma equipe de cerca de 750 pessoas e clientes como Ibagy, Pirâmides, Gralha e BrasilBrokers, entre muitos outros, o GrupoRV já contabiliza mais de 33 milhões de metros quadrados vistoriados, 305 mil vistorias profissionais realizadas e 115 mil apólices de seguro emitidas. A companhia tem 71 unidades franqueadas e 18 unidades próprias; e projeta ter mais 30 unidades franqueadas até o final do ano. Além disso, a empresa foi selecionada pelo programa Sandbox da Superintendência de Seguros Privados (Susep) para fazer parte de um grupo de companhias inovadoras que testarão novos modelos de seguros para o mercado imobiliário.

“Vimos no GrupoRV um posicionamento único ao conectar todos os participantes da cadeia imobiliária por meio de sua gama de soluções, viabilizando a transformação digital deste mercado”, destaca Jorge Steffens, sócio fundador da Oria Capital, que lidera o atual investimento.

Um grande passo na direção da consolidação da empresa como uma solução completa para o mercado imobiliário aconteceu em 2021, justamente com o surgimento do GrupoRV – que reuniu as empresas Rede Vistorias, Rede ConfiaX (voltada ao mercado de seguros) e Rede Izee (especializada em esteira digital, uma forma de digitalizar os serviços associados à locação de imóveis). Hoje, o grupo oferece vistorias profissionais e imparciais para imobiliárias, construtoras e condomínios; inspeções prediais; auditorias em redes de lojas e franquias (o que garante a gestão eficiente em relação às conformidades da marca, da estrutura física do imóvel, identidade visual e campanhas); automatização e digitalização de processos; seguros; e mesmo soluções financeiras para pessoas físicas.

Por meio da abrangência e ao mesmo tempo especialização dos serviços oferecidos, o GrupoRV pretende expandir sua presença por todo o Brasil e, junto com players locais, mostrar ao consumidor final a importância da vistoria imobiliária. “Fazer a vistoria nos imóveis é obrigação da imobiliária, mas os clientes precisam ter conhecimento do valor essencial desse serviço”, comenta o CEO Enrico Dias. “Todo mundo devia exigir esse serviço, por sua própria segurança e tranquilidade.”

Histórico

A história do GrupoRV começou em 2011, quando a nKey, empresa de tecnologia especializada na criação de aplicativos, identificou a falta de agilidade e padronização nas vistorias de locação de imóveis. Foi quando surgiu o Vistoria Simples, uma solução inteligente para a realização de vistorias por meio de tablets: com a contribuição de centenas de imobiliárias de todo o Brasil, o software passou por diversas atualizações e continua sendo aprimorado até hoje, proporcionando mais produtividade e qualidade ao processo de locação.

“Percebemos, porém, que a dor do mercado não era só tecnologia, era o serviço associado à tecnologia: não adiantava fornecer o software sem o serviço adequado”, aponta Enrico Dias. “Atualmente, somente os vistoriadores aprovados e certificados pela RV Academy estão aptos a realizar nossas vistorias e atender nossos clientes.” A tecnologia proprietária vem sendo desenvolvida há mais de 10 anos para entregar a melhor qualidade de vistoria para a imobiliária; garantindo que todas as informações estejam dispostas de maneira clara e uniforme. Foi em 2016 que surgiu a Rede Vistorias, a primeira rede de franquias de vistorias imobiliárias do Brasil, agora integrando a plataforma digital com vistoriadores especializados.

Pesquisa DataZAP+ revela que mais da metade dos brasileiros preferem espaço para home-office nas residências

Para 55% dos brasileiros ter um espaço para home office na residência se tornou um aspecto imprescindível para quem passou a trabalhar de casa, na pandemia. É o que mostra a pesquisa “Influência do coronavírus no mercado imobiliário brasileiro”, feita pela DataZAP+, braço de inteligência imobiliária do ZAP+, cujos entrevistados consideram essa característica de moradia muito importante, sendo mais relevante para as gerações mais novas (Z e millennials), tanto para compra, quanto para locação. O levantamento ainda mostra que o modelo híbrido (remoto e presencial) é o formato de trabalho que quase metade (48%) dos entrevistados adotará em 2022.

O preço também influencia. A maior parcela do público acredita que nos próximos 12 meses os valores dos imóveis serão maiores. Cerca de 6 em 10 consumidores disseram que os imóveis na faixa de preço desejada e na região buscada atendiam parcialmente as necessidades. Além disso, refletindo o aquecimento do mercado dos últimos dois anos, a análise realizada revela o crescimento pela busca do “imóvel ideal” por parte dos consumidores.

Esses são alguns dos apontamentos da mais recente edição do estudo que acompanha os aspectos e as mudanças de comportamento do mercado imobiliário, para profissionais e clientes, desde a pandemia. Os dados são provenientes de mais de 800 entrevistas realizadas entre 22 e 30 de novembro com usuários dos portais ZAP e Viva Real.


 

Mercado imobiliário inicia 2022 com promoção de até R$ 150 mil em empreendimentos de alto padrão em SP

O mercado imobiliário terminou 2021 em ascensão e, diante das expectativas de consumidores buscando novas moradias, é possível começar 2022 adquirindo residências em empreendimentos de alto padrão, na Grande São Paulo, com descontos que podem chegar a R$ 150.000 e casas de 146m² em condomínio fechado, já prontas para morar, na Granja Viana, em Cotia (SP), por R$ 804.000. É o que oferece a incorporadora Ekko Group na campanha Ekko Dreams, que abrange casas e apartamentos que variam de 30m² a 187m² em 15 empreendimentos em Osasco e Granja Viana, regiões em que a empresa é líder de mercado.


A campanha de descontos Ekko Dreams faz parte da estratégia comercial da Ekko Group para estar entre as cinco maiores do mercado brasileiro até 2025. Por isso, até 28 de fevereiro, será possível encontrar descontos em residências em 11 empreendimentos localizados em Osasco e em quatro na Granja Viana (confira detalhes abaixo).


“Somos protagonistas de um mercado movido por sonhos, com o objetivo de criar experiências transformadoras de vidas. A Ekko Dreams foi desenvolvida para atender a um momento em que detectamos um número ampliado de consumidores buscando melhorias de cotidiano. Por isso, oferecemos descontos significativos em empreendimentos que unem sofisticação e estilo à qualidade de vida, com condomínios de alto padrão em localização privilegiada e estratégica, facilitando o dia a dia, conectando pessoas e objetivos. A campanha faz parte do que enxergamos ser nosso papel fundamental de deixar legados que definirão a sociedade atual e futura”, afirma Diego Dias, CEO da Ekko Group.


Entre os empreendimentos participantes da Ekko Dreams, é possível destacar dois empreendimentos, já prontos para morar, na Granja Viana, que seguem a linha Ekko Live, com condomínios residenciais planejados para um conceito de qualidade de vida relacionado com viver ao lado da natureza: o Authentiq, no qual é possível adquirir residências de 146m², com dois dormitórios e duas vagas de garagem, por R$ 804.000, e o Modern, com residências de 169m², de 3 ou 4 dormitórios e duas vagas de garagem, por R$ 1.005.000. Em Osasco, chama atenção o Garden São Francisco, no qual é oferecido um desconto de até R$ 150 mil em apartamentos de 114 a 187m² (incluindo cobertura), com 2 a 4 dormitórios, 2 a 4 vagas de estacionamento e depósito, que custam entre R$ 908.000 a R$ 1.534.000 fora da campanha.


A Ekko Dreams trata-se de mais uma importante movimentação de uma empresa com 22 anos de atuação, marcada por uma gestão familiar de sucesso, começando com casas pontuais em Osasco, Alphaville e Granja Viana e que evoluiu para uma holding com governança corporativa e atuação em toda a cadeia produtiva, vivendo um momento de afirmação para ser protagonista em um período de profunda readequação do setor imobiliário. Promovendo sua expertise de oferecer experiências únicas de moradias de alto padrão, a Ekko Group já conta com 30 projetos lançados e mais de 40 em desenvolvimento.


Doze anos depois de sua primeira incorporação imobiliária, a Ekko Group já é líder em Osasco e Granja Viana, contando hoje com mais de 3.000 clientes ativos e mais de 400 corretores cadastrados. O principal projeto da incorporadora é o Reserva Golf, que será o maior empreendimento projeto da América Latina em VGV (Valor Geral de Vendas), ocupando, no máximo, 15% da área verde de mais de 330 mil m² do Golf Club São Francisco.


EKKO DREAMS


Quando: Até 28/02


Descontos: Até R$ 150 mil no valor do imóvel, ou imóveis prontos para morar por R$ 804.000 (no Authentiq) ou R$ 1.005.000 (no Modern).


Onde participar:

  • Ekko Dreams (link da promoção)
     
  • Ekko Store Autonomistas*
    Av. dos Autonomistas, 261
    Vila Yara (Osasco/SP)
    Telefone: 11 98953-6145
    * conta com exposição de unidade decorada do Vista Golf
     
  • Ekko Store Bela Vista*
    Avenida Santo Antonio, 1240
    Bela Vista (Osasco/SP)
    Telefone: 11 98949-8366
    * conta com exposição de unidades decoradas do Outlinee do Smart Connect

Empreendimentos participantes:
 

Maderá (Granja Viana)
 

O mercado imobiliário terminou 2021 em ascensão e, diante das expectativas de consumidores buscando novas moradias, é possível começar 2022 adquirindo residências em empreendimentos de alto padrão, na Grande São Paulo, com descontos que podem chegar a R$ 150.000 e casas de 146m² em condomínio fechado, já prontas para morar, na Granja Viana, em Cotia (SP), por R$ 804.000. É o que oferece a incorporadora Ekko Group na campanha Ekko Dreams, que abrange casas e apartamentos que variam de 30m² a 187m² em 15 empreendimentos em Osasco e Granja Viana, regiões em que a empresa é líder de mercado.


A campanha de descontos Ekko Dreams faz parte da estratégia comercial da Ekko Group para estar entre as cinco maiores do mercado brasileiro até 2025. Por isso, até 28 de fevereiro, será possível encontrar descontos em residências em 11 empreendimentos localizados em Osasco e em quatro na Granja Viana (confira detalhes abaixo).


“Somos protagonistas de um mercado movido por sonhos, com o objetivo de criar experiências transformadoras de vidas. A Ekko Dreams foi desenvolvida para atender a um momento em que detectamos um número ampliado de consumidores buscando melhorias de cotidiano. Por isso, oferecemos descontos significativos em empreendimentos que unem sofisticação e estilo à qualidade de vida, com condomínios de alto padrão em localização privilegiada e estratégica, facilitando o dia a dia, conectando pessoas e objetivos. A campanha faz parte do que enxergamos ser nosso papel fundamental de deixar legados que definirão a sociedade atual e futura”, afirma Diego Dias, CEO da Ekko Group.


Entre os empreendimentos participantes da Ekko Dreams, é possível destacar dois empreendimentos, já prontos para morar, na Granja Viana, que seguem a linha Ekko Live, com condomínios residenciais planejados para um conceito de qualidade de vida relacionado com viver ao lado da natureza: o Authentiq, no qual é possível adquirir residências de 146m², com dois dormitórios e duas vagas de garagem, por R$ 804.000, e o Modern, com residências de 169m², de 3 ou 4 dormitórios e duas vagas de garagem, por R$ 1.005.000. Em Osasco, chama atenção o Garden São Francisco, no qual é oferecido um desconto de até R$ 150 mil em apartamentos de 114 a 187m² (incluindo cobertura), com 2 a 4 dormitórios, 2 a 4 vagas de estacionamento e depósito, que custam entre R$ 908.000 a R$ 1.534.000 fora da campanha.


A Ekko Dreams trata-se de mais uma importante movimentação de uma empresa com 22 anos de atuação, marcada por uma gestão familiar de sucesso, começando com casas pontuais em Osasco, Alphaville e Granja Viana e que evoluiu para uma holding com governança corporativa e atuação em toda a cadeia produtiva, vivendo um momento de afirmação para ser protagonista em um período de profunda readequação do setor imobiliário. Promovendo sua expertise de oferecer experiências únicas de moradias de alto padrão, a Ekko Group já conta com 30 projetos lançados e mais de 40 em desenvolvimento.


Doze anos depois de sua primeira incorporação imobiliária, a Ekko Group já é líder em Osasco e Granja Viana, contando hoje com mais de 3.000 clientes ativos e mais de 400 corretores cadastrados. O principal projeto da incorporadora é o Reserva Golf, que será o maior empreendimento projeto da América Latina em VGV (Valor Geral de Vendas), ocupando, no máximo, 15% da área verde de mais de 330 mil m² do Golf Club São Francisco.


EKKO DREAMS


Quando: Até 28/02


Descontos: Até R$ 150 mil no valor do imóvel, ou imóveis prontos para morar por R$ 804.000 (no Authentiq) ou R$ 1.005.000 (no Modern).


Onde participar:

  • Ekko Dreams (link da promoção)
     
  • Ekko Store Autonomistas*
    Av. dos Autonomistas, 261
    Vila Yara (Osasco/SP)
    Telefone: 11 98953-6145
    * conta com exposição de unidade decorada do Vista Golf
     
  • Ekko Store Bela Vista*
    Avenida Santo Antonio, 1240
    Bela Vista (Osasco/SP)
    Telefone: 11 98949-8366
    * conta com exposição de unidades decoradas do Outlinee do Smart Connect

Empreendimentos participantes:
 

Maderá (Granja Viana)
 

Especificações: 106m² a 167m², 3 a 4 dorms, 2 vagas, depósito

Status: Em obras

Valor do desconto: até R$ 100.000

Authentiq (Granja Viana)

Especificações: 146m², 2 dorms, 2 vagas de garagem

Status: Pronto para morar

Valor do imóvel já com desconto: R$ 804.000

Modern (Granja Viana)

Especificações: 169m², 3 ou 4 dorms, 2 vagas de garagem

Status: Pronto para morar

Valor do imóvel já com desconto: R$ 1.005.000

Rarità (Granja Viana)

Especificações: 84 a 179m², 3 a 4 dorms, 2 vagas de garagem

Status: Em obras

Valor do desconto: até R$ 100.000

Garden São Francisco (Osasco)

Especificações: 114 a 187m², 2 a 4 dorms, cobertura, 2 a 4 vagas, depósito

Status: Em obras

Valor do desconto: até R$ 150.000

Smart Flow (Osasco)

Especificações: 39 a 60m², Studios/Garden, vaga de garagem

Status: Em obras

Valor do desconto: até R$ 50.000

Aurum (Osasco)

Especificações: 90m², 2 ou 3 dorms, + cobertura, 2 vagas

Status: Em obras

Valor do desconto: até R$ 20.000

Blend (Osasco)

Especificações: 61 a 83m², 2 ou 3 dorms, + cobertura, 2 vagas e depósito

Status: Em obras

Valor do desconto: até R$ 70.000

Landscape (Osasco)

Especificações: 83m², 3 dorms, lavabo, 2 vagas de garagem

Status: Em obras

Valor do desconto: até R$ 50.000

Outline (Osasco)

Especificações: 67m², 2 suítes com lavabo, vaga de garagem e depósito

Status: Em obras

Valor do desconto: até R$ 60.000

Smart Connect (Osasco)

Especificações: 39m² a 59m², studios e 2 dorms, +cobertura, vaga de garagem

Status: Em obras

Valor do desconto: até R$ 50.000

Smart Golf (Osasco)

Especificações: Studios de 31 a 40m², vaga de garagem e depósito

Status: Em obras

Valor do desconto: até R$ 35.000

Vista Golf (Osasco)

Especificações: 83m a 93m², 3 suítes, + cobertura, 2 vagas

Status: Em obras

Valor do desconto: até R$ 90.000

Point (Osasco)

Especificações: 55m² a 75m², 2 ou 3 suítes

Status: Pronto para morar

Valor do desconto: até R$ 30.000

Urban Bela Vista (Osasco)

Especificações: 81m² a 90m², 3 dorms, com suíte, 2 a 4 vagas de garagem

Status: Pronto para morar

Valor do desconto: até R$ 100.000

Índice FipeZAP+ registra alta de 0,53% nos preços de imóveis residenciais

Apuração de janeiro de 2022 destaca avanço dos preços em todas as 50 cidades monitoradas pelo índice

 Análise do último mês: o Índice FipeZAP+, que acompanha o comportamento dos preços de venda de imóveis residenciais em 50 cidades brasileiras, apresentou elevação de 0,53% em janeiro em 2022, após avançar 0,48% em dezembro de 2021. Comparativamente, o IGP-M/FGV apurou alta de 1,82% no primeiro mês do ano, enquanto a expectativa do mercado para a variação do IPCA/IBGE, segundo informações do Boletim Focus do Banco Central do Brasil*, projeta um avanço de 0,54% nos preços ao consumidor. Individualmente, à exceção de Canoas, onde se registrou ligeiro recuo nos preços residenciais (-0,16%), todas as cidades monitoradas acompanharam o movimento do Índice FipeZAP+, sendo que, em 26 delas, a variação superou a expectativa de mercado para a inflação ao consumidor (IPCA/IBGE). Em termos de magnitude, as altas mais expressivas foram apuradas em: Betim (+3,15%), São José dos Campos (+2,74%), Vila Velha (+2,07%), Balneário Camboriú (+2,03%), Goiânia (+2,02%), Campo Grande (+1,98%), Maceió (+1,65%), São José (+1,63%), Vitória (+1,57%), entre outras. Levando-se em conta apenas os resultados para as 16 capitais brasileiras que participam do índice, a alta nos preços de imóveis residenciais foi generalizada, destacando-se: Goiânia (+2,02%), Campo Grande (+1,98%), Maceió (+1,65%), Vitória (+1,57%), Florianópolis (+1,22%), Brasília (+0,77%), João Pessoa (+0,73%), Fortaleza (+0,71%) e Curitiba (+0,67%). Já as menores variações foram observadas em: Porto Alegre (+0,10%), Rio de Janeiro (+0,17%), Recife (+0,30%), Belo Horizonte (+0,36%), Manaus (+0,45%), São Paulo (+0,47%) e Salvador (+0,49%).

 Análise dos últimos 12 meses: considerando os últimos resultados, o Índice FipeZAP+ acumula uma alta de 5,47% nos 12 meses encerrados em janeiro de 2022. Comparativamente, a variação média dos preços de venda de imóveis residenciais registrada pelo índice é inferior à inflação acumulada pelo IGP-M/FGV (+16,91%) e pelo IPCA/IBGE (+10,38%)* no mesmo recorte temporal. Individualmente, 48 das 50 cidades monitoradas registraram elevação nominal dos preços residenciais no horizonte analisado, sendo que em 14 delas as variações superaram a inflação acumulada pelo IPCA/IBGE*. Em detalha, as altas mais expressivas nos últimos 12 meses são observadas em: Itapema (+24,68%), Itajaí (+23,49%), Balneário Camboriú (+22,80%), Vila Velha (+21,89%), Vitória (+20,65%), São José (+18,55%), Maceió (+18,31%), Florianópolis (+16,13%), Goiânia (+15,14%) e Curitiba (+14,68%). As exceções, neste caso, incluem: Santos (-1,41%) e Niterói (0,0%). Levantando-se em conta o grupo das 16 capitais incluídas no Índice FipeZAP+, a elevação nominal dos preços nos últimos 12 meses foi generalizada, destacando-se o comportamento em 5 delas, onde o comportamento dos preços superou a inflação ao consumidor: Vitória (+20,65%), Maceió (+18,31%), Florianópolis (+16,13%), Goiânia (+15,14%) e Curitiba (+14,86%). Nas demais capitais, as altas foram as seguintes: Brasília (+9,35%), João Pessoa (+8,45%) e Manaus (+8,43%), Campo Grande (+8,21%), Fortaleza (+6,44%), Salvador (+2,01%), Rio de Janeiro (+2,07%), Belo Horizonte (+3,98%), São Paulo (+4,14%), Recife (+4,41%) e Porto Alegre (+4,99%).

 Preço média de venda residencial: com base na amostra de anúncios de imóveis residenciais para venda em janeiro de 2022, o preço médio calculado para as 50 cidades monitoradas pelo Índice FipeZAP+ foi de R$ 7.905/m². Entre elas, os maiores valores médios foram apurados em: São Paulo (R$ 9.751/m²), Rio de Janeiro (R$ 9.664/m²), Balneário Camboriú (R$ 9.594/m²), Itapema (R$ 8.974/m²), Florianópolis (R$ 8.701/m²), Brasília (R$ 8.680/m²), Vitória (R$ 8.639/m²) e Itajaí (R$ 8.171/m²). Já a lista de cidades com menor preço médio de venda para imóveis residenciais incluiu: Betim (R$ 3.335/m²), Pelotas (R$ 3.968/m²/m²), São José dos Pinhais (R$ 3.979/m²), São Vicente (R$ 4.044/m²), Ribeirão Preto (R$ 4.157/m²), Contagem (R$ 4.202/m²), São Leopoldo (R$ 4.232/m²) e Londrina (R$ 4.249/m²), além das seguintes capitais: Campo Grande (R$ 4.679/m²), João Pessoa (R$ 4.961/m²) e Goiânia (R$ 5.216 /m²).


 Nota: (*) informação publicada no Boletim Focus do Banco Central do Brasil em 31/01/2022. A variação real do Índice FipeZAP+ será efetivamente conhecida apenas após a divulgação do IPCA efetivo de janeiro/2022 pelo IBGE.