Category Mercado Imobiliário

Cury Construtora investe em tecnologia e aprimora aplicativo para corretores e gestores

A Cury Construtora – uma das empresas líderes no segmento residencial no Brasil – aprimora a experiência tecnológica no processo de venda dos imóveis. No último ano, por conta da pandemia, a incorporadora lançou dois aplicativos para facilitar as transações imobiliárias dos corretores de imóveis e da sua equipe de gestão de vendas, com o aumento do uso das ferramentas, elas foram aprimoradas e acabam de ganhar novas funcionalidades.

O app Cury Corretor está com novo layout, e link direto para análise de crédito do cliente (como o envio da documentação digital, incluindo selfie, por exemplo); botão de suporte direto para o Whatsapp; notificações (Push) com link direto na mensagem; pagadoria para acompanhar a venda faturada, materiais como imagens e vídeos dos produtos, além de permitir a consulta de pendências e liberações do processo.

“Somos a primeira construtora do mercado a criar um projeto assim. Agora, a ferramenta conta com acesso à análise de crédito, 100% digital, onde o corretor consegue acompanhar o processo do cliente direto na ferramenta, em tempo real. Isso garante que o consumidor tenha uma jornada de análise digital e segura, uma vez que apenas o profissional responsável recebe a documentação dele e acompanha o processo de aprovação de crédito no próprio App. O envio de dados e documentos antes é validado por um aceite, conforme as especificações da LGPD”, explica Leonardo Mesquita, vice-presidente comercial  da Cury Construtora.

Já o app Cury Gestor é voltado para cargos de gestão de vendas, como gerentes e diretores, que conseguem visualizar seus próprios dados de atendimentos e vendas, além de ter acesso às demais funcionalidades encontradas na ferramenta dos corretores. A ferramenta também está de cara nova, com novo layout, indicando novas funcionalidades, como: acesso aos dados de vendas, com link direto para os relatórios do Power BI; maior velocidade no tempo de carregamento dos números PDV etc.

“Essas integrações não possibilitam apenas a melhoria da rotina do time de vendas, mas também viabilizam um processo mais seguro e digital do lado dos setores responsáveis. O app já se tornou uma peça fundamental para nossa equipe, que em menos de um ano, contabilizamos mais de 160 mil check-ins”, comemora André Cruz, gerente de Marketing Digital.

Pelo App, os usuários master (responsáveis pelo BackOffice, Rh vendas, Marketing, Repasse e Registro e demais setores pertinentes) conseguem visualizar os atendimentos e vendas do dia, além de outros dados essenciais na rotina das equipes. 

Construtivo abre vagas para profissionais de engenharia e tecnologia

O Construtivo, companhia de Tecnologia da Informação com DNA de Engenharia, abriu um novo processo seletivo para profissionais tanto de engenharia e áreas correlatas, como de tecnologia, marketing e comercial. Ao todo são 20 vagas. Para se candidatar, basta enviar o currículo e o nome da vaga no assunto para o e-mail:curriculos@construtivo.com. As descrições das vagas são:
 

Diretor de Serviços: profissional de engenharia com pelo menos 20 anos de experiência em gestão de equipes e atendimento de contas na área de tecnologia;
 

Design Marketing: profissional com experiência em design e domínio das ferramentas de softwares para apoio às equipes comercial e de serviços;
 

Analista ou estagiário na área Suporte: profissional com experiência em suporte e atendimento ao cliente, importante ter formação ou estar cursando Engenharia Civil, Arquitetura, Edificações ou Análise de Sistemas;
 

Consultor BIM: profissionais de engenharia ou arquitetura com conhecimento de processos e plataformas BIM para trabalhar em consultoria e atividades de pré-venda;
 

Gestor de Relacionamento: profissionais de engenharia ou arquitetura, com pelo menos cinco anos de experiência em gestão de contratos e facilidade de aprendizado e domínio de softwares e BIM;
 

Programador: programador web full stack com experiência de pelo menos cinco anos, boa lógica e qualidade de documentação na codificação;
 

Representantes Comerciais: representantes comerciais para os estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Bahia, Distrito Federal, Pernambuco, Ceará e Paraíba.

Preços dos imóveis em Curitiba, seja para locação ou compra, fecham em alta no mês de abril

OImovelweb,um dos maiores portais imobiliários do País, divulga seu relatório mensal de preços de abril na cidade de Curitiba. Seja para alugar ou comprar um imóvel, os valores fecharam em alta no quarto mês de 2022.

Os dados do relatório mensal de preços do Imovelweb, também chamado de Index, são gerados com base em 100% dos imóveis listados no portal, seja aluguel ou venda, mostrando o preço médio das propriedades.

Imóveis à venda: preços subiram alinhados com a inflação

O preço médio em Curitiba subiu 0,8% no mês de abril, fechando em R$ 7.794 por m². Desde outubro de 2019, o valor médio registrou um aumento mensal ininterrupto. Em 2022, os preços acumularam um aumento de 4,2% na linha com a inflação e abaixo do aumento da BOVESPA.

Matriz é a região mais cara da cidade, custando R$ 9.103 por m². Além disso, todas as áreas registraram aumento de preço interanual. CIC é o bairro com maior aumento.

Preço dos imóveis à venda por região:

RegiãoValor do m²Variação MensalVariação Anual
BAIRRO NOVO3.4120,4%4,5%
BOQUEIRÃO4.8351,4%10,4%
PINHEIRINHO5.2171,0%7,1%
CAJURU5.4751,8%17,6%
BOA VISTA6.6140,7%14,2%
CIDADE INDUSTRIAL DE CURITIBA6.843-0,1%18,1%
FAZENDINHA-PORTÃO7.7820,8%12,5%
SANTA FELICIDADE9.0491,6%14,3%
MATRIZ9.1030,6%11,3%

Bairros mais baratos X bairros mais caros para comprar em Curitiba:

Mais baratos (R$/m²)Variação MensalVariação Anual
AUGUSTA3.0700,5%2,5%
CAMPO DE SANTANA3.128-0,4%6,3%
CACHOEIRA3.1801,2%7,7%
Mais caros (R$/m²)Variação MensalVariação Anual
BIGORRILHO10.4451,1%S/D
BATEL10.5121,4%3,9%
CAMPINA DO SIQUEIRA11.255-1,2%S/D


Fonte da imagem: Imovelweb

Aluguel: preços subiram 3,7% em 2022

O valor do aluguel mensal em Curitiba fechou o mês de abril em R$ 1.640 para os apartamentos de dois quartos, subindo 2,4% no mês. Em 2022, o aluguel aumentou 3,7%, abaixo da inflação e do ajuste do Índice Geral de Preços do Mercado – IGP-M.


Fonte da imagem: Imovelweb

Na análise por bairros, Centro Cívico tem o maior preço médio da cidade, com um aluguel médio mensal de R$ 2533. Já Campo de Santana, é o local mais econômico para morar de aluguel em Curitiba.

Valores dos aluguéis em alguns dos bairros de Curitiba:

Mais baratos (R$)Variação MensalVariação Anual
CAMPO DE SANTANA991-1,7%17,6%
CACHOEIRA1.0451,0%3,1%
PAROLIN1.0600,0%5,5%
Mais caros (R$)Variação MensalVariação Anual
HUGO LANGE2.3232,5%7,0%
PRADO VELHO2.415-0,3%13,0%
CENTRO CÍVICO2.5339,0%S/D

Rentabilidade em Curitiba

O índice de rentabilidade imobiliária relaciona o preço de venda e valor de locação do imóvel para verificar o tempo necessário para recuperar o dinheiro utilizado na aquisição do imóvel. O relatório de abril apontou um índice de 4,25% bruto anual, o que significa que são necessários 23,5 anos de aluguel para reembolsar o investimento de compra, 1,8% a menos que um ano atrás.

Cajuru e Boqueirão são as regiões com maior retorno. Augusta e Sitio Cercado são os melhores bairros para os investidores que buscam renda.

Rentabilidade por região:

RegiãoRentabilidade
SANTA FELICIDADE2,8%
CIDADE INDUSTRIAL DE CURITIBA2,8%
MATRIZ4,1%
PINHEIRINHO4,4%
FAZENDINHA-PORTÃO4,5%
BOA VISTA4,7%
BOQUEIRÃO5,0%
CAJURU5,3%

Construtora lança primeiro empreendimento residencial do Brasil com fachada interativa

Lugares como Las Vegas, Dubai e outras cidades atraem visitantes de todo o mundo pelo show de luzes em edifícios e praças. Agora, esse diferencial que fascina moradores e turistas estará disponível também no Brasil. O Atmo Haus, localizado no litoral catarinense, será o primeiro empreendimento residencial do país com fachada iluminada e interativa.

O painel de 28 andares que vai revestir a lateral do edifício poderá ser visto de qualquer ponto da orla de Balneário Perequê, um dos mais disputados do município de Porto Belo, a mais nova sensação do mercado imobiliário. O prédio, lançamento da Inspire Empreendimentos, deve se tornar um atrativo turístico da cidade, além de ser uma referência de localização por ser o único com esta tecnologia.

A mudança das luzes também reflete outro diferencial inovador. Quem vai gerenciar o show interativo é o Mordomo Virtual, o primeiro do Brasil. O assistente virtual vai regular os cenários da iluminação e também a manutenção da fachada e acionar o administrador do condomínio quando necessário.

Além dos cenários pré-configurados e regulados pelo Mordomo, outros podem ser ajustados pelo administrador do edifício em contato com a empresa que vai prestar o serviço de gerenciamento da fachada por meio do Mordomo Virtual.

Será o Mordomo, por exemplo, quem vai modificar a configuração da fachada para interagir e surpreender a população. As luzes serão alteradas de acordo com determinadas situações como em datas comemorativas e até mesmo para homenagear o aniversário dos moradores do prédio.

O painel interativo vai funcionar 24 horas por dia, sem gasto extra de energia. Toda a iluminação da fachada será abastecida pela energia produzida no próprio empreendimento por meio da frenagem dos elevadores e de painéis fotovoltaicos.

A fachada será composta por lâmpadas de LEC microprocessadas de alta eficiência que são extremamente econômicas. O painel vai consumir menor energia do que uma máquina de ar condicionado, por exemplo. Como o próprio edifício vai produzir energia, a iluminação não vai gerar nenhum custo extra aos moradores.

A fachada, projetada pelo arquiteto Fabrício Pavesi, também prioriza o conforto luminotécnico. Para evitar ofuscamento ou incômodo aos apartamentos e prédios vizinhos, as lâmpadas foram desenvolvidas exclusivamente para o empreendimento. “Os pontos de LED que vão formar o painel ficarão dentro de um elemento arquitetônico que direcionará a luz para a frente, tornando agradável ao olhar”, destaca o arquiteto.

O Atmo Haus segue também as metas do Masterplan, plano de desenvolvimento que tem por finalidade transformar Balneário Perequê em um dos bairros mais nobres, além de fazer de Porto Belo um município vivo, iluminado e um dos mais inovadores de Santa Catarina e do Brasil. O Atmo já nasce integrado à essência de uma cidade projetada para ter sinergia entre os prédios e a cidade, uma cidade conectada com as pessoas.

Com todos estes diferenciais, e por estar localizado em um dos mercados imobiliários mais potentes do país, o Atmo Haus deve ter uma valorização acima da média da região. “Não há a nível Brasil uma referência assim de arquitetura interativa e de tecnologia, sendo um dos empreendimentos mais modernos e sustentáveis do país”, explica o proprietário da Inspire Empreendimentos, Marco Antônio Vendrametto.

Valor do aluguel no Rio de Janeiro tem uma queda real de 8,4% nos últimos 12 meses

De acordo com o relatório mensal de preços do Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, o valor do aluguel no Rio de Janeiro teve uma queda real de 8,4% nos últimos 12 meses, subindo muito abaixo da inflação. O levantamento é baseado nas buscas realizadas pelos usuários no site durante o mês de abril.
O relatório do Imovelweb ainda aponta que o valor médio mensal do aluguel na cidade fechou em R$ 1995, no mês de abril, para os apartamentos de dois quartos, subindo 1,5% no mês. Em 2022, os valores tiveram acréscimo acima da inflação, porém abaixo do Índice Geral de Preços do Mercado – IGP-M.

A Zona Sul é a região mais cara do Rio de Janeiro, com um aluguel mensal de R$ 2.857. Já a Zona Oeste é uma boa opção para quem deseja economizar na locação de um imóvel, custando R$ 1.049 por mês.

Preço do aluguel nas demais regiões do Rio de Janeiro:

RegiãoValor do aluguel (R$)Variação MensalVariação Anual
Zona Oeste1.049-2,1%-0,3%
Grande Méier1.1610,0%0,2%
Zona Norte1.197-1,2%4,0%
Ilha do Governador e Zona da Leopoldina1.314-2,1%4,3%
Grande Tijuca1.5060,3%3,0%
Barra da Tijuca e Baixada de Jacarepaguá1.6752,6%1,0%
Centro1.7952,4%3,2%
Zona Sul2.8571,8%5,0%

Na análise por bairros, Leblon e Ipanema são os locais com o maior preço médio da cidade, com um valor de aluguel mensal acima de R$ 4.000.

Confira os preços do aluguel mensal em alguns dos bairros da capital carioca:

Mais baratos (R$)Variação MensalVariação Anual
Engenheiro Leal9452,6%-12,2%
Sampaio955-5,1%S/D
Senador Vasconcelos9641,8%16,5%
Mais caros (R$)Variação MensalVariação Anual
Gávea3.4788,57%S/D
Ipanema4.0961,88%5,23%
Leblon4.478-1,70%19,04%

Imóveis à venda: preços sobem abaixo da inflação

De acordo com o relatório, para as propriedades à venda, o preço médio no Rio de Janeiro subiu 0,4% em abril, fechando no valor de R$ 8.844 por m². Em 2022, o valor aumentou 0,9% abaixo da inflação (4,3%), derivando em uma baixa real de 3,4% e muito abaixo da BOVESPA. Já nos últimos 12 meses, o preço subiu apenas 1,8% também muito abaixo da inflação de 12% no mesmo período.

Leblon foi apontado como o bairro mais caro da cidade, custando R$ 21.616 por m². Coelho Neto, na Zona Norte, é o mais econômico.

Preços do m² em alguns dos bairros da capital carioca:

Mais baratos (R$/m²)Variação MensalVariação Anual
Coelho Neto2.334-5,9%-0,9%
Turiaçu2.3376,2%-2,3%
Paciência2.8810,3%-4,7%
Mais caros (R$/m²)Variação MensalVariação Anual
Vidigal18.5113,1%S/D
Ipanema19.7830,3%1,8%
Leblon21.6160,2%-2,2%

Rentabilidade no Rio de Janeiro: índice de 4,33% bruto anual

O índice de rentabilidade imobiliária relaciona o preço de venda e valor de locação do imóvel para verificar o tempo necessário para recuperar o dinheiro utilizado na aquisição do imóvel. O relatório de abril apontou um índice de 4,33% bruto anual, o que significa que são necessários 23,1 anos de aluguel para reembolsar o investimento de compra, 3% a menos que um ano atrás.

As zonas Norte e Oeste são as regiões que oferecem maior retorno para os investidores que buscam por aluguel. Já Vaz Lobo e Cordovil são os melhores bairros para os investidores que buscam renda.

Rentabilidade por região:

RegiãoRentabilidade
Zona Sul3,6%
Barra da Tijuca e Baixada de Jacarepaguá4,4%
Ilha do Governador e Zona da Leopoldina4,7%
Grande Tijuca4,8%
Centro4,9%
Grande Méier5,0%
Zona Oeste5,1%
Zona Norte5,2%

Oxigênio Aceleradora recebe o Startup Weekend Construtech

A Oxigênio Aceleradora, parte do Grupo Porto, receberá o Startup Weekend Construtech em sua sede a partir desta sexta-feira. O evento, que também será patrocinado pela Aceleradora e é organizado pela Techstars, acontecerá entre os dias 20, 21 e 22 de maio e tem como objetivo oferecer uma experiência completa de criação de startups focadas no mercado imobiliário ou na indústria de construção civil durante um fim de semana.

“Estamos muito felizes em sermos a casa de mais um evento que incentiva o pensamento criativo e ideias inovadoras. Pensamos o nosso espaço na Oxigênio como um ambiente aberto para recebermos pessoas que tenham paixão por inovar e criar novas soluções para o mercado empreendedor brasileiro. O Startup Weekend será uma experiência imersiva que trará resultados positivos e insights de negócios tanto para os participantes, quanto para nós “, completa Maurício Martinez, gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da Porto e Oxigênio Aceleradora.

O Startup Weekend acontece em mais de 170 países e conta com o trabalho de voluntários para sua realização com a meta de movimentar o mercado de empreendedorismo e inovação de diversos setores. Durante os três dias, participantes passarão por todos os estágios de criação de uma startup, desde a ideia inicial, como concretizá-la, montando o MVP (mínimo produto viável) e já realizarão as primeiras vendas. Todos esses processos serão acompanhados com orientações de CEOs de startups com experiência e profissionais do mercado como mentores.

No final do evento, cada participante poderá apresentar sua ideia para uma banca composta por representantes de empresas influentes e investidores que elegerão os três melhores projetos. O projeto que for eleito em primeiro lugar ganhará uma mentoria com o Founder Institute, maior aceleradora early stage e lançadora de startups do mundo.
 

Serviço
Datas: 20, 21 e 22 de maio
Local: Oxigênio Aceleradora | Rua dos Guaianazes, 1227 – Campos Elíseos, São Paulo
Inscrições pelo site.

Sienge lança a edição de 2022 do Construsummit

O Sienge, plataforma especialista líder em gestão para a indústria da construção, e o CV — Construtor de Vendas, CRM de gestão de imóveis, acabam de lançar a edição 2022 do Construsummit, evento voltado para discutir e promover as temáticas de Gestão e Tecnologia que integram toda a cadeia da Construção Civil. Serão dois dias de palestras, 14 e 15 de setembro, e as inscrições já podem ser feitas pelo site oficial.

A edição Construsummit 2022 vai direto ao ponto das demandas históricas e atuais da construção, deixando claro que o sucesso dos negócios de incorporadoras e construtoras em um mundo cada vez mais diverso, complexo e instável passa pela integração da cadeia da construção. O evento abordará a necessidade das empresas do setor de construção civil de se integrar e acompanhar a transformação digital, por meio da coleta, organização e cruzamento de dados.

Segundo relatório da IDC, 72% das empresas da indústria da construção no mundo acreditam que a transformação digital é prioridade, porém 58% das empresas estão recém engatinhando para tornar seus processos digitais, enquanto 28% estariam no meio do processo de transformação. Apenas 13% podem ser consideradas maduras em relação à adoção de novas tecnologias.

“O setor da construção civil está passando por uma adaptação da revolução digital, começando pela digitalização de processos de gestão, e extraindo inteligência dos enormes volumes de dados gerados na operação de um canteiro. O Construsummit mostra a aplicação prática disso desde o dia a dia da operação até a camada mais estratégica de decisão”, explica Guilherme Quandt, Diretor de Estratégia e Mercado do Sienge.

Presença do setor no evento

Para garantir um debate de alto nível e oportunidade de desenvolver o ecossistema de negócios da construção, estarão presentes 50 palestrantes do setor, como Alexandre Frankel (CEO & Founder na HOUSi Chairman & Founder na VITACON); Felipe Cardosos dos Reis (Innovation and R&D Manager, Corporate Development na MRV&CO); Ricardo Mateus (Fundador da Brasil ao Cubo); e Glaucia Guarcello (Innovation & Ventures Lead Partner na Deloitte).

“O Sienge, como uma plataforma de gestão, quer promover a busca de se alcançar níveis realmente industriais de eficiência e produtividade, e temos como desafio para o Construsummit mostrar como as empresas podem sair do patamar atual da construção, que já entende a importância da tecnologia e da inovação, para chegar a um ambiente de completa integração, com um arranjo tecnológico e baseado em informação”, ressalta o executivo.

O Construsummit 2022 será híbrido, com transmissão nacional e presencial, na sede da Softplan/Sienge, Florianópolis (SC). O público-alvo é formado por executivos de incorporadoras e construtoras, especialmente aqueles ligados às áreas comercial, financeira, de tecnologia e inovação e operações de obra, além da imprensa e entidades do setor.

“O Sienge e Construtor de Vendas são marcas catalisadoras da transformação digital do setor e da integração ao longo de toda a cadeia produtiva e o Construsummit se posiciona como a porta de entrada para o futuro da gestão para a indústria da construção”, finaliza Quandt.

Construsummit 2022

Datas: 14 e 15 de setembro de 2022

Horário: das 9h às 17hs

Local: online e presencial — Sede da Softplan/Sienge

Endereço: Sapiens Parque – Av. Luiz Boiteux Piazza, 1302 – lote 87/89, Florianópolis – SC

Ingressos: a partir de R$ 259,99

Inscrições e informações: https://www.sienge.com.br/

Empreendimento comercial homenageia fundador de uma das maiores construtoras do Brasil

“Atsushi Yoshii Tower” transforma o cenário da Gleba Palhano, região que se desenvolveu com investimentos do Grupo A.Yoshii

São mais de 30 edifícios que levam a marca A.Yoshii na região da Gleba Palhano, na zona sul de Londrina (PR). O endereço, que se transformou no mais valorizado da cidade, começou seu processo de verticalização a partir dos anos 1990. 

Um dos principais propulsores da região, com grandes investimentos em projetos residenciais e comerciais, é o Grupo A.Yoshii, referência nacional em construção civil há 57 anos. Uma história que começou pelas mãos do engenheiro Atsushi Yoshii, que por todo o legado empresarial e contribuição para o desenvolvimento de Londrina e região, é homenageado em um empreendimento comercial em um dos endereços mais nobres da Gleba Palhano. 

A imponente torre linear, paralela à Avenida Madre Leônia Milito, será inaugurada ainda em maio, com 100% das salas comerciais vendidas. O Atsushi Yoshii Tower vem atender à crescente demanda em serviços corporativos e de saúde na região Norte do Paraná. 

“É uma honra fazer parte da história desta cidade e poder colaborar para o desenvolvimento da Gleba Palhano, que nos últimos anos vem se mostrando como um grande espaço urbano, onde a paisagem, as pessoas e os negócios se encontram e movimentam toda a cidade. É com grande satisfação que levo meu nome para este projeto muito especial”, afirma Atsushi Yoshii.   

O projeto assinado pela Spagnuolo Arquitetura possui 26 pavimentos, sendo cinco deles de garagem, com 477 vagas de estacionamento. A planta modulada com opções de 38 a 500 metros quadrados privativos traz flexibilidade de dimensões e usos para os espaços exclusivos. 

“O projeto buscou explorar todo o potencial do endereço, aproveitando a face sul para trazer luz natural aos ambientes sem os efeitos da insolação direta. Essa direção também proporciona bons visuais a partir de seu interior, o que possibilitou a utilização de painéis envidraçados que ajudaram a compor suas fachadas”, explica José Carlos Spagnuolo.

A torre conta com catracas de segurança, circuito de monitoramento por câmeras, sete elevadores, duas salas de reunião, auditório e mall de lojas no térreo. O edifício possui cisternas para acumulação de águas pluviais com uso na manutenção e tem um sistema construtivo que permite menores perdas e pouco impacto ao meio ambiente. 

Também como forma de homenagear o engenheiro, o edifício terá uma escultura do artista plástico José Munhoz. “O Atsushi Yoshii Tower celebra a reputação, a visão empreendedora e a forte influência desse, que é um líder na construção civil de Londrina. A Gleba Palhano mudou o eixo empresarial de Londrina e estamos conectados com o desejo do mercado por novos ambientes corporativos, com projeto moderno e localização estratégica”, destaca o presidente do Grupo, Leonardo Yoshii.

Juntos Somos Mais está com 90 vagas abertas

A Juntos Somos Mais, criadora do maior ecossistema do varejo de construção civil, está com 90 vagas abertas na estrutura da startup, sendo, em sua maioria, na área de tecnologia. As posições de tecnologia são remotas e variam principalmente entre pessoas desenvolvedoras de back-end, com foco nas linguagens .NET Core e Python, user experience researchers e engenheiros de dados. Além disso, a empresa tem vagas híbridas nas áreas de operações, comercial e data analytics, além de vagas para desenvolvedor em habitissimo e Triider, plataformas que pertencem à startup. Os interessados podem se candidatar via LinkedIn da Juntos Somos Mais.
 

A alta demanda por tecnologia e inovação nas empresas é um dos motivos para o crescimento do setor no Brasil. A projeção da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) é de que sejam gerados quase 800 mil novos empregos no segmento até 2025. A Brasscom ainda calcula que a expansão do mercado injeta na economia brasileira R$ 845 bilhões em tecnologias de transformação digital nos próximos dois anos.

“As novas oportunidades nos permitem captar profissionais integrados com os valores da Juntos Somos Mais e que estejam conectados na missão de transformar o varejo de construção civil. Seguimos comprometidos continuamente com a carreira desses novos talentos e contentes em saber que temos bastante espaço para receber diversos novos perfis”, comenta Bruna Segatto, Head de People na empresa.

SYN Prop e Tech planeja investir R$110 milhões em expansão de três shoppings de seu portfólio

O aporte será destinado a melhorias na estrutura dos shoppings Grand Plaza, Cidade São Paulo e Tietê Plaza

A SYN Prop e Tech, empresa reconhecida por portfólio de forte atuação nos segmentos Corporativo e de Shopping Centers, planeja investir R$110 milhões na expansão de três de seus seis shoppings, são eles o Grand Plaza, Cidade São Paulo e Tietê Plaza. A empresa, que registrou uma receita bruta recorrente de R$386,8 milhões ao longo de 2021, tem o objetivo de ampliar as áreas gastronômicas e de entretenimento em seus empreendimentos, promovendo uma experiência completa ao consumidor.

A companhia também faz toda a gestão dos shoppings Metropolitano Barra (Rio de Janeiro), Shopping Cerrado (Goiânia) e Shopping D (São Paulo). Com projeção de vendas de R$2,9 bilhões para 2022 em todos os seis shoppings de seu portfólio, a SYN tem aumentado seu investimento em espaços gastronômicos e de entretenimento, segmentos que representavam cerca de 23% da área locável dos shoppings da Companhia em 2021. “Queremos oferecer living experience para o nosso público, cooperando para que os shoppings sejam vistos muito mais do que somente um local para compras”, explica o CEO da SYN Prop e Tech, Thiago Muramatsu.

As vendas nos shoppings da SYN foram de R$840 milhões no quarto trimestre de 2021, ficando 35% acima do nível de vendas apontado no mesmo trimestre do ano anterior. Atualmente, a companhia registra aproximadamente R$1 bilhão em market cap e está empenhada em atender aos requisitos para compor a carteira do ISE (Índice de Sustentabilidade) da B3 em até três anos. “Temos também uma forte atuação na gestão de edifícios corporativos. A SYN administra 11 empreendimentos corporativos e pretendemos aumentar significativamente este número”, finaliza Muramatsu.