Você já se imaginou morando em uma casa de 3m²?

Você já se imaginou morando em uma casa de 3m²?

Você já se imaginou morando em uma casa de 3m²? Esse foi um dos temas debatidos na palestra do Marcus Araujo, presidente da Datastore. Durante o evento, ele trouxe a tona como usar os dados para rever estratégias e antecipar tendênciaspor meio da aplicação de algoritmos. Araujo revelou como suas pesquisas ajudam as empresas do setor imobiliário a atender às necessidades dessa nova demanda, fornecendo informações sobre os melhores locais para se construir empreendimentos, metragens adequadas das unidades, equipamentos presentes na área comum e até mesmo a aplicação do melhor preço.

Para se ter ideia, nos últimos 10 anos tiveram grandes mudanças no tamanho médio da família compradora de imóveis De acordo com Marcus Araujo, presidente da Datastore em um futuro breve o modo de morar vai passar de 70m² em 2019, para 4m² em 2069. “Os homens querem casar mais tarde, desejam tecnologia, inovação, compartilhamento, experiências e presença na nuvem, já as mulheres desejam praticidade e diminuir: metragens, propriedades, filhos, itens de lazer e taxa de condomínio”, revela Araujo.

De olho nesse mercado as construtoras estão investindo em apartamentos de menor metragem, devido a redução do núcleo familiar e a mudança de prioridade das pessoas, principalmente das futuras gerações, que valorizam mais a experiência e não mais o poder aquisitivo.

“Ficar para trás ou se adaptar”, foi com a frase do Raymond Kurzweil, um inventor e futurista dos Estados Unidos, que Araujo finalizou sua palestra. “Desde a origem do planeta vivemos ciclos de crescimentos exponenciais, é preciso se reinventar junto com o avanço da tecnologia e quem não seguir o que os dados afirmam vai acabar ficando para trás”, completa.

Comments are closed