Tag Archive São Paulo

Construtora Tenda avança em São Paulo e se consolida bicampeã em prêmio Top Imobiliário

A Tenda, uma das principais construtoras e incorporadoras do país com foco no segmento de empreendimentos residenciais econômicos, se consolida e, por mais um ano, é uma das grandes vencedoras do 26º Top Imobiliário. A empresa foi a líder na categoria “construtora”, além de conquistar o segundo lugar no ranking de “incorporadoras” e o terceiro no de “vendedoras” da premiação, parceria entre o jornal O Estado de S.Paulo, a Consultoria Embraesp e apoio do Secovi-SP.
O prêmio, criado em 1993, mantém o objetivo de consagrar as empresas que registram os maiores volumes de lançamentos na cidade de São Paulo e região metropolitana. Para a Tenda, a região é de extrema importância por ter o maior potencial de crescimento e concentrar boa parte do déficit habitacional do estado.
Das mais de 3,7mil unidades lançadas em 2018 pela Construtora na região metropolitana, cerca de 80% se concentram na capital. Foram 11 novos empreendimentos que impulsionaram ainda mais a presença da Tenda na região.
Daniela Ferrari, diretora regional da Tenda, reforça que a companhia está sempre em busca de boas oportunidades para aumentar seu banco de terrenos com o objetivo de lançar empreendimentos que atendam as expectativas dos clientes e tragam resultados satisfatórios para o futuro da companhia. 
“Por isso, ficamos felizes com mais este reconhecimento no 26º Top Imobiliário. Seguiremos trabalhando para continuar avançando em São Paulo”, completa a diretora. 
A análise do 26º Top Imobiliário é feita por meio de uma pesquisa da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio). Neste ano, concorreram 202 empresas do segmento de incorporação, 174 construtoras e 217 imobiliárias com atuação na região metropolitana de São Paulo. Ao todo, foram 19 empresas premiadas. 

Tags, , ,

São Paulo: aluguel residencial custa em média R$ 3,5 mil no Itaim e R$ 1,9 mil em Santana

Um levantamento da administradora e imobiliária Lello com base nos novos contratos de locação de imóveis residenciais firmados no primeiro quadrimestre de 2019, em diferentes bairros da capital paulista, mostrou que os bairros de Pinheiros e do Itaim possuem valores mais altos de aluguéis, com média de R$ 3,5 mil mensais.

Já em Santana o valor da locação fica em torno de R$ 1,9 mil, em média. Nos Jardins o aluguel médio, conforme os contratos firmados nos quatro meses iniciais deste ano, é de R$ 3,2 mil mensais, enquanto na Vila Nova Conceição o valor gira em torno de R$ 3,8 mil.

Os valores médios dos novos aluguéis firmados na região de Perdizes são de 2,5 mil e também de R$ 2,5 mil na Vila Mariana. No Tatuapé e na Mooca o custo da locação é de R$ 2,1 mil, em média. O levantamento também incluiu a região do ABC, onde a imobiliária também atua. Lá o valor médio dos alugueis firmados entre janeiro e abril deste ano foram de R$ 1,7 mil por mês.

Do total de novos contratos firmados nos quatro primeiros meses de 2019, 84% foram de apartamentos e 16%, de casas residenciais. O valor médio total das novas locações na cidade de São Paulo ficou em R$ 2,2 mil, o mesmo verificado no mesmo período de 2018.

“Os valores das novas locações variam conforme três fatores principais: a relação entre a oferta e a procura, a localização e a conservação dos imóveis”, diz Roseli Hernandes, diretora de Locação da Lello Imóveis.

Segundo ela, no primeiro quadrimestre de 2019 os tipos de imóveis mais procurados foram apartamentos de dois dormitórios situados em prédios com ao menos uma vaga na garagem e áreas de lazer, preferencialmente próximos de estações de metrô.

O levantamento apontou ainda que o fiador foi usado como garantia em 52% dos novos contratos de locação. Já a caução (depósito de três aluguéis) respondeu por 24%, e o seguro-fiança, 16%. Títulos de capitalização foram usados como garantia em 6% dos novos contratos.

Tags, ,

CASACOR São Paulo inicia venda de ingressos para edição 2019

Já começou a pré-venda on-line de ingressos para a CASACOR 2019 e quem acessar o site e já garantir a entrada, terá 20% de desconto (não aplicável para meia-entrada) na compra antecipada, que vai até o dia 30 de abril.

O evento chega a sua 33ª edição com o tema Planeta Casa, em mais de 70 espaços decorados (entre casas, lofts, lounges, salas, banheiros, estúdios e apartamentos) no Jockey Club de São Paulo. Desde 1986, a CASACOR, que é a maior mostra de arquitetura, decoração, design e paisagismo das Américas, tornou-se referência nacional e internacional no segmento, por revelar muitos dos grandes nomes atuais do mercado, começa no dia 28 de maio e vai até 04 de agosto

Para a comodidade do visitante, já está disponível a venda online pelo site casacor.byinti.com . Os valores vão de R$51,20 a R$80. Os ingressos poderão ser adquiridos também na bilheteria do evento a partir de 28 de maio, data de abertura ao público. Não será cobrado nenhum tipo de taxa de conveniência pela compra online.

SERVIÇO CASACOR SP 2019

QUANDO?

De 28 de maio a 04 de agosto

Terça a sábado, das 12h às 21h

Domingos e feriados, das 12h às 20h

QUANTO?

De terça a quinta-feira:

Ingresso inteiro: R$ 64,00/ Meia entrada: R$32,00

Com 20% de desconto: R$51,20

De sexta a domingo e feriados:

Ingresso inteiro: R$ 80,00/ Meia entrada: R$40,00

Com 20% de desconto: R$ 64,00

Gratuidade: Crianças até 12 anos.

As vendas dos ingressos para São Paulo estão disponíveis no site: casacor.byinti.com

ONDE?

Valet: R$ 40

Jockey Club de São Paulo – Avenida Lineu de Paula Machado, 875

Classificação: Livre.

Tags, ,

São Paulo recebe Startup Weekend Construtech de 24 a 26 de maio

Segunda edição Startup Weekend OKARA ( Startup Weekend Construtech OKARA )

Segunda edição Startup Weekend OKARA ( Startup Weekend Construtech OKARA )

Um encontro com pessoas do país inteiro e em apenas 54 horas criar uma startup, com uma ideia validada e até as primeiras vendas feitas? É o que propõe o segundo Startup Weekend Construtech, de 24 a 26 de maio. Realizado em mais de 1400 cidades espalhadas por 160 países, suas cerca de 5.200 edições ajudaram na criação de milhares de startups com a metodologia imersiva de alto impacto. No Brasil, com a metodologia conhecida como From zero to hero (de zero para herói) é possível trabalhar na criação de soluções tecnológicas disruptivas durante os três dias, para a resolução de problemas identificados no mercado.

O diferencial desta vez, também fica por conta do foco na construção civil, um dos setores mais importantes da economia brasileira, responsável por 34% do total da indústria do país e 6,2% do PIB, mas que carece de investimentos tecnológicos. O objetivo do evento, que acontece na sede do OKARA Hub – hub de inovação de Engenharia, Construção Civil, Desenvolvimento Imobiliário e Cidades Inteligentes -, é potencializar a inovação e o empreendedorismo.

As inscrições podem ser feitas pelo link: http://bit.ly/SWConstrutech e os ingressos também incluem a alimentação durante os dias de realização, materiais necessários à participação e brindes exclusivos. O fim de semana tem programação intensa com a orientação de mentores experientes, entre fundadores de startups de sucesso e especialistas do mercado. Por meio do Startup Weekend já foram reveladas empresas de renome como a Easy Taxi e OneCloud.

Mesmo quem não tem conhecimento no setor imobiliário ou da construção civil, está convidado para desenvolver suas capacidades ao trabalhar em projetos próprios ou de outros participantes. “É uma ótima oportunidade de aprendizagem, compartilhamento de ideias e experiências para que as pessoas se unam e possam realmente começar uma empresa, estabelecer relacionamentos com os mentores e aprender com seus colegas. Tudo em um ambiente de construção e divertimento”, ressalta Jaqueline Lamente, Community Manager do OKARA Hub.

Ao final, os grupos formados apresentam seus projetos em um pitch de vendas, diante de uma banca formada por investidores, representantes de aceleradoras e grandes empresas, que julgarão o vencedor. Dentre os prêmios para a startupvencedora estão 10 posições no Coworking São PauloUnidade Berrini durante um mês.

Serviço

Evento: Startup Weekend Construtech

Quando: 24, 25 e 26 de maio

Onde: OKARA Hub (Condomínio Torre Sul, R. James Joule, 65 – 8º andar Cidade Monções – SP)

Quanto: R$ 110,00 (primeiro lote); R$ 120,00 (segundo lote); R$ 170,00 (último lote)

Tags, , , ,

Livelo e Jardim das Perdizes oferecem até um milhão de pontos na compra de um apartamento

Os programas de recompensas chegaram também ao mercado imobiliário e quem escolher morar no Jardim das Perdizes, localizado na Zona Oeste da cidade de São Paulo, idealizado pela Tecnisa em parceria com a Hines, pode acumular até um milhão de pontos Livelo.


Este modelo de distribuição de pontos é parte da estratégia de Incentivo da Livelo, frente B2B que auxilia outras empresas a impulsionarem suas vendas. Junto à Livelo, Tecnisa e Hines oferece aos clientes do Jardim das Perdizes uma nova e diferenciada recompensa.


“A Livelo surgiu para transformar o mercado de recompensas com inteligência e expandiu a sua atuação até para a compra de bens duráveis. Sabemos que os pontos representam um grande diferencial frente aos concorrentes”, afirmou Marcelino Cruz, diretor de Relações Comerciais da Livelo.


A Livelo quer dar um novo significado ao uso de pontos na vida dos brasileiros e, por isso, não limita a sua atuação ao mundo online. A empresa já consolidou parcerias com grandes empresas de e-commerce. Agora, entra em processo de expansão para o mundo offline, se mostrando cada vez mais presente na vida dos brasileiros.


“Estamos levando para os clientes do Jardim das Perdizes vantagens de ser cliente Livelo e criando um verdadeiro ecossistema de recompensas, impulsionando o nosso setor de forma inovadora”, completou Marcelino.
A parceria entre Livelo, Tecnisa e Hines surge em um momento otimista no mercado imobiliário. Dados dos Indicadores do Registro Imobiliário, divulgados pelo Fipe junto com a Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo e do Rio de Janeiro, registraram um aumento de 13,1% na compra e venda de imóveis na capital paulista em 2018 na comparação com o ano anterior.


A construtora aposta neste modelo de parceria como mais uma forma de gerar diferenciação. “O perfil do cliente do Jardim das Perdizes aprecia boas viagens e essa parceira com a Livelo, fortalece essa necessidade que observamos em nossas recorrentes pesquisas de mercado”, reforçou Douglas Duarte, Diretor Comercial da Tecnisa.


Como funciona a promoção


Assim que o cliente formaliza o contrato de venda e realiza o pagamento da primeira parcela, recebe os pontos em até 60 dias corridos em sua conta. A partir daí, pode escolher quais produtos e serviços quer resgatar, desde passagens aéreas até eletrodomésticos, eletrônicos, shows, espetáculos, corridas de rua, entre outros. Todas as opções de resgate estão disponíveis em www.livelo.com.br.


Até o dia 31 de maio deste ano, cada compra gera uma bonificação em pontos. Confira quantos pontos Livelo cada empreendimento irá render:


• 100 mil pontos na compra de 1 unidade no Subcondomínio Time Life do Condomínio Time Jardim das Perdizes;


• 100 mil pontos na compra de 1 unidade no Condomínio Recanto Jacarandá, na Barra Funda;


• 200 mil pontos na compra de 1 unidade no Subcondomínio Time Office do Condomínio Time Jardim das Perdizes;


• 300 mil pontos na compra de 1 unidade no Condomínio Bosque Araucária, na Água Branca;


• 500 mil pontos na compra de 1 unidade no Condomínio Bosque Jequitibá, no Jardim das Perdizes;


• 1 milhão de pontos na compra de 1 unidade no Condomínio Reserva Manacá, no Jardim das Perdizes.


O regulamento completo com mais informações sobre a parceria está disponível em https://www.pontoslivelo.com.br/tecnisa e também no site da Tecnisa (https://www.tecnisa.com.br/lp/jardimdasperdizeslivelo).

Tags, , , , ,

Mercado imobiliário de São Paulo mantém ritmo positivo no início de 2019

A Pesquisa do Mercado Imobiliário, realizada pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), apurou em janeiro de 2019 a comercialização de 1.622 unidades residenciais novas. O resultado foi 68,8% inferior às 5.204 unidades comercializadas em dezembro de 2018 e 4,1% inferior às vendas de janeiro de 2018 (1.692 unidades).

No acumulado de 12 meses (fevereiro de 2018 a janeiro de 2019), foram vendidas 29.859 unidades, um aumento de 20,9% em comparação ao mesmo período de 2018, quando as vendas totalizaram 24.699 unidades.

“Geralmente, o começo do ano costuma apresentar números mais modestos em relação aos outros meses do ano, principalmente na comparação com o último trimestre. Basta lembrar, que os meses de outubro, novembro e dezembro corresponderam a 40% do total comercializado durante todo o ano de 2018”, explica Celso Petrucci, economista-chefe do Secovi-SP.

Apesar da redução nas vendas do mês, a pesquisa mostra coerência no comportamento de comercialização, porque as unidades mais vendidas continuaram sendo as de 2 dormitórios com até 45 m², situadas na faixa de preço econômico.

“Decerto que o mês de janeiro não serve como indicativo de comportamento do mercado para o ano todo, o que está atrelado a diversos fatores, como a necessidade de aprovação da Nova Previdência e a calibragem da Lei de Zoneamento na cidade de São Paulo, entre outros assuntos relevantes ao setor e ao País que deverão ser solucionados durante 2019”, diz Basilio Jafet, presidente do Secovi-SP.

Lançamentos – De acordo com dados da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio), a cidade de São Paulo registrou, em janeiro deste ano, o total de 286 unidades residenciais lançadas, 96,3% inferior ao mês de dezembro (7.720 unidades) e 61,8% abaixo do resultado de janeiro de 2018 (748 unidades).

No acumulado referente a fevereiro de 2018 a janeiro de 2019 (12 meses), foram lançadas 32.300 unidades residenciais na capital paulista, 2,8% acima do volume registrado no mesmo período anterior, com 31.409 unidades.

A cidade de São Paulo encerrou o mês de janeiro com a oferta de 20.989 unidades disponíveis para venda. Esta oferta é composta por imóveis na planta, em construção e prontos (estoque), lançados nos últimos 36 meses (fevereiro de 2016 a janeiro de 2019). A quantidade de imóveis ofertados foi 6,0% menor que a registrada em dezembro (22.327 unidades) e 0,1% abaixo de janeiro de 2018 (21.000 unidades).

Conclusão – Apesar do bom desempenho do mercado imobiliário dos últimos meses, grande parte dos empreendimentos lançados e comercializados é de projetos aprovados de acordo com os parâmetros urbanísticos do Plano Diretor anterior a 2014. “Isso reforça a dificuldade de os empreendedores viabilizarem novos projetos com base na legislação atual. Ainda é grande a expectativa do setor em ver esse assunto equacionado. Caso os ajustes necessários na Lei de Zoneamento sejam adiados por muito mais tempo, a tendência é de termos a rápida escalada dos preços dos imóveis, com queda do estoque disponível”, avalia Emilio Kallas, vice-presidente de Incorporação e Terrenos Urbanos do Sindicato da Habitação.

“A projeção para o ano é de crescimento moderado no mercado imobiliário, tendo em vista que as vendas e os lançamentos de 2018 superaram a média histórica. A previsão é de estabilidade no volume de unidades lançadas e vendidas, mas com crescimento de até 10% do VGV”, conclui Jafet.

Tags, , ,

Prédio icônico da Vitacon, Oscar Freire 585 abrigará nova unidade da WeWork em São Paulo

O prédio comercial Oscar Freire 585, da Vitacon, referência no desenvolvimento de tecnologias para moradia inteligente, será administrado pelos próximos 15 anos pela WeWork, rede global de soluções em espaços de trabalho presente em mais de 20 países. A Vitacon investiu cerca de R$ 100 milhões no empreendimento, que será locado exclusivamente para a empresa multinacional, que conta com unidades no Brasil desde junho de 2017.

Localizado no bairro dos Jardins, em São Paulo, na esquina das Ruas Augusta e Oscar Freire, o espaço – com seis andares totalizando 3.593,80m² -, disponibilizará 439 estações de trabalho. “A Vitacon e a WeWork são empresas com ampla sinergia de conceitos. Ambas estão completamente em linha com as novas demandas de comportamento do consumidor: tecnologia, mobilidade e conectividade”, explica Alexandre Frankel, CEO da Vitacon. “Com esta nova unidade, situada em uma das esquinas mais emblemáticas da cidade, esperamos contribuir para agregar valor ao empreendimento e, ao mesmo tempo, expandir a operação da WeWork para mais um dos endereços mais premium de São Paulo”, explica Ary Krivopisk, Head de Real Estate da WeWork para a América Latina.

Todo o projeto de arquitetura do espaço será desenvolvido internamente pela equipe de design da WeWork. As obras estão previstas para iniciarem no início de agosto, para que o empreendimento esteja disponível para a operação no início de 2020. A WeWork conta, hoje, com mais de 400 espaços de trabalho em todo o mundo e 18 no Brasil (em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte).

Além da unidade da WeWork, o prédio também receberá a primeira flagship da Vitacon no rooftop – um espaço aberto ao público que funcionará como um “point” para potenciais clientes que quiserem conhecer o conceito da Vitacon, e também para moradores de outras unidades da construtora. Já a base do empreendimento será destinada a uma rede varejista de moda.

Tags, , , ,