Tag Archive Loft

Loft indica Emil Michael para seu conselho

A Loft, plataforma digital que utiliza a tecnologia para simplificar a compra e venda de apartamentos, anuncia que Emil Michael passa a fazer parte de seu conselho. Antigo Vice-Presidente da Uber e com passagem por outras companhias como Goldman Sachs, Gemini Consulting e Klout, o executivo passa a ocupar uma cadeira no conselho da Loft, primeira empresa da América Latina a contar com a sua expertise.

Michael fez parte da equipe liderada por Travis Kalanick, responsável por viabilizar o crescimento exponencial e a rápida expansão geográfica da Uber. O executivo é natural do Egito, mas se mudou para os Estados Unidos na década de 1970, onde cursou a graduação na universidade de Harvard e, posteriormente, Direito na universidade de Stanford.

Com a chegada do executivo ao conselho da Loft, a empresa soma ainda mais credibilidade à sua estrutura, construindo uma fundação sólida para seu crescimento e consolidação no mercado brasileiro. O conselho também é formado pelos fundadores Mate Pencz e Florian Hagenbuch, e pelos investidores Alex Rampell, do fundo Andreessen Harowitz, e Brandon Wallace, do fundo Fifth Wall. No portfólio da Andreesen Harowitz estão empresas como AirbnB, Lyft e Rappi. Já o fundo Fifth Wall investiu na Loggi, OpenDoor e Lime.

A Loft chegou ao mercado com o apoio financeiro de renomadas firmas globais de venture capital. A empresa já soma a captação de R$ 340 milhões em aportes financeiros de fundos da Canary, Andreessen Horowitz, Thrive Capital, Monashees, QED Investors, Fifth Wall, além de vários investidores anjos globais.

Tags, ,

Loft chega ao mercado com aporte de R$ 340 milhões de fundos globais

A Loft, plataforma digital que utiliza a tecnologia para simplificar a compra e venda de apartamentos, chega ao mercado com o apoio financeiro de renomadas firmas globais de venture capital. A empresa já soma a captação de R$ 340 milhões em aportes financeiros de fundos da Canary, Andreessen Horowitz, Thrive Capital, Monashees, QED Investors, Fifth Wall, além de vários investidores anjos globais.

Fundada por sete empreendedores, entre eles Mate Pencz e Florian Hagenbuch, criadores da plataforma de serviços gráficos on-line Printi, a Loft busca conferir mais transparência e eficiência ao processo de compra e venda de imóveis. “Queremos ajudar a organizar o mercado imobiliário e torná-lo mais moderno e tecnológico, entregando uma experiência que seja benéfica para todos os atores envolvidos nesse ramo, seja o vendedor, o comprador ou o corretor”, afirma Pencz, co-CEO da empresa.

Por meio da plataforma digital, o proprietário ou um corretor de imóveis pode disponibilizar um apartamento para venda. Um questionário rápido deve ser respondido para a coleta de informações iniciais. Na sequência, uma visita ao local é realizada para avaliação das condições físicas e estruturais da propriedade, e informações de apartamentos similares da região também são avaliadas. “Todos esses dados são colocados em nosso sistema para que seja possível chegar a um valor justo de oferta. O processo leva no máximo alguns dias, até que a venda seja concluída e o proprietário esteja com o dinheiro em mãos”, explica.

Após a aquisição pela Loft, todos os imóveis passam por uma revitalização antes de serem disponibilizados para a venda na mesma plataforma. O objetivo é facilitar a jornada de compra de uma nova casa, que muitas vezes envolve a reforma do local escolhido. “Queremos ser um facilitador e um parceiro de confiança daqueles que estão pensando em adquirir ou trocar de casa. Esse processo costuma ser longo e por vezes, quando concluído, já não é mais suficiente para suprir as necessidades da família. Com a Loft, o cliente pode resolver tudo em um só lugar, inclusive ofertando seu imóvel como valor de entrada para a compra de uma nova casa, com a comodidade de o imóvel já estar pronto para a mudança”, complementa Pencz.

Hoje a empresa atua na avaliação de imóveis nos bairros Jardim América, Jardim Paulista e Itaim Bibi e deve avançar para mais sete bairros em São Paulo até o final de 2019, além de já mirar as principais capitais do Brasil. “A previsão é que teremos pelo menos R$ 2 bilhões em estoque para vender e, a partir de novembro, já estaremos no ritmo para escoar esse estoque nos 12 meses subsequentes”, conclui. Atualmente a empresa possui 140 funcionários, incluindo as áreas de tecnologia, dados, marketing, finanças e operações, e outras 90 vagas estão abertas.

Tags,