Tag Archive Imovelweb

Aluguel em Curitiba sobe acima da inflação, segundo Imovelweb

O preço médio do aluguel em Curitiba ficou em R$ 1.205/mês, o que representa um aumento de 0,5% em relação a agosto. O valor é referente a um apartamento padrão (65m², 2 dormitórios e 1 vaga de garagem) e acumula variação positiva de 1,4% em 2020. Nos últimos 12 meses o preço do aluguel subiu 5.5%, o que significa um aumento real (acima do IPCA-15) de 2.8 pontos percentuais. Os dados fazem parte de um relatório elaborado pelo Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País.

Entre setembro de 2019 e setembro de 2020, os bairros que registraram as maiores desvalorizações foram Alto da Rua XV (R$ 1.332/mês), Tarumã (R$ 1.425/mês) e Jardim Botânico (R$ 1.200), com queda de 19,5%, 15,7% e 9,5%.

Já os que mais se valorizaram foram Santo Inácio (R$ 2.069/mês), Bom Retiro (R$ 1.627/mês) e Capão da Imbuia (R$ 1.533/mês), com aumento de 19,9%, 19,4% e 19,2%.

Segundo os dados do Imovelweb, os aluguéis mais baratos e mais caros foram registrados nos bairros abaixo:


Mais baratos (mensal)
Variação mensalVariação Anual
Tatuquara (Pinheirinho)R$ 873-2,7%3,6%
Barreirinha (Boa Vista)R$ 8921,8%-2,1%
Campo de Santana (Pinheirinho)R$ 9124,9%17%
Mais caros (mensal)Variação mensalVariação Anual
Prado Velho (Matriz)R$ 1.8621.6%4.4%
Centro Cívico (Matriz)R$ 1.8662.6%13.9%
Santo Inácio (Santa Felicidade)R$ 2.0698.6%19.9%

Preço dos imóveis sobe 0.6% em setembro e aumento acumulado em um ano chega a 3.6%

Em 2020, os preços de venda subiram 2.9%, também superando a inflação. De acordo com o Imovelweb, em setembro de 2020 o valor médio do metro quadrado em Curitiba era de R$ 4.900, 0.6% a mais do que em agosto. Dessa forma, um imóvel padrão (65m², 2 dormitórios e 1 vaga de garagem) fica em torno de R$ 318.500.

Os bairros que mais valorizaram no último ano foram Pilarzinho (R$ 6.064/m²), com aumento de 17,8%; Capão da Imbuia (R$ 4.582/m²), com crescimento de 16,5%; e Cabral (R$ 7.919/m²), que cresceu 14,1%.

Já os que mais se desvalorizaram foram Parolin (R$ 3.971/m²), Butiatuvinha (R$ 4.213//m²) e São João (R$ 4.366), com decréscimo de 18.1%, 11,7% e 8%.

A tabela abaixo mostra onde o metro quadrado é mais caro e mais barato em Curitiba:


Mais baratos (m²)
Variação mensalVariação Anual
Cachoeira (Boa Vista)R$ 2.7990,3%-0,1%
Augusta (Cidade Industrial de Curitiba)R$ 2.8740,1%-1,7%
Campo de Santana (Pinheirinho)R$ 2.940-0,2%5,3%
Mais caros (m²)Variação mensalVariação Anual
Ahu (Matriz)R$ 8.740,1%7.3%
Juvevê (Matriz)R$ 8.3550,1%12.4%
Bateu (Matriz)R$ 9.591-0,3%12,3%

Quanto ao índice de rentabilidade calculado pelo Imovelweb, o aluguel anual está em torno de 4,6% do valor do imóvel. Isso significa que são necessários 21,5 anos de aluguel para pagar o investimento da compra, tempo 2,2% a menos que o registrado em setembro de 2019.


Mais rentáveis 
Variação no mês Variação no ano 
Lindóia 7,1% Queda Alta 
Sítio Cercado6,3% Alta Alta 
Capão da Imbuia  6,2% Estabilidade Alta 
Menos rentáveis Variação no mês Variação no ano 
Seminário 2,5% Estabilidade Queda 
Juvevê 2,6% Estabilidade Queda 
Capão Raso 2,8% EstabilidadeQueda 

Tags, , ,

Valor médio da locação de imóvel chega a R$ 2 mil em São Paulo, segundo Imovelweb

Seguindo a tendência dos últimos meses, o valor médio do aluguel de um imóvel padrão (65m², 2 dormitórios e 1 vaga de garagem) aumentou em setembro. De acordo com o estudo imobiliário elaborado pelo Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, o preço de locação ficou em R$ 2 mil/mês, o que representa um aumento de 0,8% em relação ao mês de agosto. Com esse valor, a alta chega a 4,2% em 2020. Analisando os últimos 12 meses, o crescimento foi de 6%.

Nos últimos 12 meses, o bairro Vila Cunha Bueno (R$ 1.391/mês) e Parada Inglesa (R$ 2.033/mês) registraram uma valorização de 24,3%, sendo os que mais acumularam aumento no valor da locação na capital paulista. Em seguida está o Jardim D’Abril (R$ 1.327/mês), onde o aumento foi de 22,4%.

Por outro lado, as maiores desvalorizações foram registradas nos bairros Cidade Líder (R$ 1.838/mês), Cidade Jardim (R$ 4.429/mês) e Vila Santo Estéfano (R$ 1.875/mês), com quedas de 22,3%, 21,5% e 20,5%, respectivamente.
Confira os bairros mais caros e baratos para a locação de imóveis em São Paulo:


Mais baratos (mensal)
Variação mensalVariação Anual
Vila Sabrina (Vila Medeiros)R$ 1.0200,8%-14,2%
Jardim Miriam (Itaim Paulista)R$ 1.158-1,8%-16,7%
Vila Chabilândia (Lajeado)R$ 1.1662,2%S/D
Mais caros (mensal)Variação mensalVariação Anual
Itaim Bibi (Itaim Bibi)R$ 4.683-0,1%4,1%
Vila Cordeiro (Itaim Bibi)R$ 4.713-3,2%13,9%
Vila Olímpia (Itaim Bibi)R$ 4.793-0,3%4,1%

Valor do metro quadrado segue crescendo

Os dados da pesquisa feita pelo Imovelweb também apontam o crescimento no valor médio das vendas de imóveis em São Paulo. O preço médio do metro quadrado foi de R$ 6.220 em setembro, o que representa um pequeno aumento (0,3%) se comparado ao mês de agosto. Em 2020, a variação acumulada é de 1,4%, mesmo percentual de crescimento nos últimos 12 meses.

Os locais onde o metro quadrado mais se valorizou entre setembro de 2019 e setembro de 2020 foram Jardim Matarazzo (R$ 5.293/m², alta de 19,9%),  Vila São José – Itaim Paulista (R$ 6.058/m², crescimento de 19,8%) e Vila Continental (R$ 6.723/m², aumento de 18,7%).

Já as maiores desvalorizações foram registradas no Parque do Carmo (R$ 3.729/m²), Jardim Marilu (R$ 3.550/m²) e Jardim Dona Sinhá (R$ 4.645/m²), com decréscimo de 19,2%, 19% e 17,2%, respectivamente.
Veja a tabela com os metros quadrados mais baratos e mais caros do mês de setembro em São Paulo:


Mais baratos (m²)
Variação mensalVariação Anual
Conjunto Habitacional Santa Etelvina III (Cidade Tiradentes)R$ 2.0260,5%S/D
Conjunto Habitacional Fazenda do Carmo (Cidade Tiradentes)R$ 2.2421,2%8,3%
Jardim Olinda (Campo Limpo)R$ 2.2471,3%-8,3%
Mais caros (m²)Variação mensalVariação Anual
Cidade Jardim (Morumbi)R$ 22.480-2,3%-4,1%
Jardim Panorama (Morumbi)R$ 22.660-8,2%-9,0%
Parque Ibirapuera (Moema)R$ 24.274-1,4%16,9%

O índice de rentabilidade imobiliária relaciona o preço de venda e valor de locação do imóvel para verificar o tempo necessário para recuperar o dinheiro utilizado na aquisição do imóvel. No relatório de setembro, o índice se manteve em 5,5%. Dessa forma, são necessários 18,1 anos para obter o valor investido no imóvel, 4,4% a menos que há um ano.

Tags, , ,

Perfil de buscas por imóveis em São Paulo mudou no último ano

O Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, analisou as tendências mais buscadas pelos seus usuários e notou uma alteração de perfil. Com as adversidades enfrentadas em 2020, muitos consumidores vieram a mudar as prioridades do que procuram em um empreendimento.

O levantamento, elaborado pelo portal, mostra que, em setembro de 2019, a busca por imóveis residenciais, na capital paulista, se dividia da seguinte forma: 47% optavam por aluguel e 53% por venda. Agora, no último mês (setembro/2020), o cenário mudou. Quem busca por novos lares em São Paulo está muito mais interessado em comprar (63%), enquanto 37% procuram por locação.

Outra mudança observada pelo portal foi a busca por locais maiores, com um quantidade maior de dormitórios. Em setembro de 2019, a busca por imóveis residenciais de 4 ou mais quartos, em São Paulo, representava 4,5% do total. Hoje, esse indicador se alterou para 9,3%. Já os locais com apenas 1 dormitório tiveram uma redução de buscas de 23%, no ano passado, para 16,8%, quando comparamos setembro de 2019 a setembro de 2020.

“Antes víamos os usuários interessados em imóveis com ótimas localizações, pensando muito mais na mobilidade, do que no empreendimento em si. Hoje, ainda temos esses consumidores, mas notamos que os usuários estão procurando imóveis maiores, com mais cômodos e qualidade na moradia, com ambientes mais adequados, como, por exemplo, imóveis com espaço para escritório”, explica a gerente de marketing do Imovelweb, Angélica Quintela.

Tags, , ,

Semana dos Incorporadores: Imovelweb e VMV Group realizarão evento online e gratuito para executivos do setor

O Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, e o VMV Group promovem, de 28 de setembro a 2 de outubro, a Semana dos Incorporadores, um evento online e gratuito voltado às incorporadas. A programação incluirá palestras, debates e apresentação de cases de sucesso.

Ao longo dos cinco dias, os debates irão abordar temas como gestão de leads, tecnologia, comportamento, consumo e futurologia. Entre os palestrantes confirmados estão:

Leonardo Paz, CEO do Imovelweb; Tiago Galdino, CFO do Imovelweb; Tatiane Guelfi, gerente comercial do Imovelweb; Marcelo Volker, diretor de planejamento da VMV Group; Bruno Gama, fundador & CEO da Credihome; Eduardo Tinari, cofundador, COO & CCO da Keyfast; Gil Vasconcelos, diretora de incorporação da Kazzas; Glauco Farnezi, fundador & CEO do App Facilita; Cristiano Rabelo, CEO do Grupo Prospecta; e François Rahme, CEO da F2 Incorporadora e Construtora.

Paralelamente, a Semana dos Incorporadores realizará 20 lives com a participação de executivos renomados do setor. O objetivo é discutir os caminhos para digitalizar as áreas de comunicação e vendas, como agregar valor aos imóveis de alto padrão, o futuro dos imóveis corporativos, como avaliar pesquisas de mercado e consumo, entre outros temas. 

“A pandemia mudou a relação das pessoas com os imóveis. O que era importante antes, como localização próxima ao metrô, pode não ser a prioridade neste momento para se ter uma residência com mais espaço. Vivemos um momento de mudanças com grandes oportunidades para as incorporadoras e construtoras. Este evento será uma oportunidade para refletirmos o cenário atual e analisar tendências que irão nortear o setor nos próximos meses e anos”, destaca Leonardo Paz, CEO do Imovelweb.

“Entendemos que o mercado de incorporação está em um momento muito positivo, porém também de muitos avanços que precisam ser acompanhados pelos incorporadores. Por isso, a necessidade de compartilhar experiências, vendo o que está acontecendo não só no Sudeste, mas em outras regiões do País. Esse evento é feito para os incorporadores debaterem assuntos estratégicos do seu dia a dia, que desafiam seus negócios. Esse é nosso objetivo”, comenta Vinícius Marques, Growth Strategy Director do VMV Group.

SERVIÇO

Semana dos Incorporadores

Data: 28 e setembro a 02 de outubro de 2020

Mais informações: www.semanadosincorporadores.com.br

Tags, ,

Credihome e Imovelweb fazem parceria para unir busca por imóvel e financiamento 100% digital em um só lugar

Para tornar ainda mais simples o processo completo de compra de um imóvel, o Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, fechou parceria com a Credihome, plataforma que oferece o maior portifólio digital de crédito imobiliário.

Por meio de uma ferramenta de cálculo para empréstimos imobiliários desenvolvida pela Credihome, o cliente Imovelweb poderá, ao encontrar o imóvel ideal em suas buscas, preencher, em poucos segundos e sem sair do site, um formulário on-line – com dados pessoais e do imóvel – para fazer uma simulação das condições de financiamento em todas as instituições que oferecem o serviço, como bancos Itaú, Santander e Bradesco .

Neste caso, os bancos possuem integração via APIs com a plataforma Credihome, garantindo mais agilidade no processo de aprovação de crédito e na jornada do cliente final. Outros bancos estão em processo de integração.

Como a Credihome é uma plataforma “multibancos”, o consumidor tem liberdade para comparar as taxas de todas as instituições financeiras em um único lugar, sem precisar pesquisar individualmente em cada banco. Essa comparação é disponibilizada imediatamente ao final da simulação, para que o cliente possa tomar a melhor decisão.

Outra vantagem é a oferta de carência de até 12 meses para o início do pagamento. Além dos bancos que integram a carteira, a Credihome tem recursos próprios da sócia FinCapital, o que permite a inserção de clientes que estão “desatendidos” no processo tradicional dos bancos.

“A facilidade e desburocratização do acesso ao crédito imobiliário é uma missão da Credihome desde a sua fundação. A parceria com o Imovelweb vem para fortalecer ainda mais este propósito da empresa”, diz Bruno Gama, CEO da Credihome, que cresceu mais de 400% no último ano.

“Como um hub de soluções imobiliárias com foco em serviços financeiros, o Imovelweb está preparado para atender, em um único lugar, toda e qualquer necessidade do usuário com uma plataforma robusta, que reúne grandes especialistas do mercado, como é o caso da Credihome”, destaca Tiago Galdino, CFO do Imovelweb.

Em 2019, cerca de R$ 35 bilhões em transações imobiliárias passaram pelo Imovelweb, o que demonstra o potencial de crescimento do setor nos próximos anos. Atualmente, o portal conta com mais de R$ 500 bilhões em imóveis anunciados para a venda e espera crescer mais de 20% este ano.

Tags, , ,