Tag Archive ABRAINC

Feira de Imóveis Online terá 5.000 imóveis em oferta no país

A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC) realizarão, entre 20 e 28 de novembro, a Feira de Imóveis Online. Trata-se da primeira versão virtual do evento organizado anualmente pelas entidades e, como todos os anos, planejado para oferecer oportunidades de negócios para as construtoras e facilitar a aquisição de imóveis pelos consumidores brasileiros em meio às restrições sanitárias impostas pela pandemia de Covid-19. Serão ofertados mais de 5.000 imóveis em todo o país.

“Uma das vantagens da Feira de Imóveis Online será a disposição das incorporadoras em disputar clientes num ambiente virtual saudável e seguro para a realização de negócios. Já os consumidores ganharão com a concorrência entre as empresas, que ocorrerá com poucos dias para o fechamento do negócio”, avalia o presidente da ABRAINC, Luiz Antonio França.

Para o presidente da CBIC, José Carlos Martins, destaca a redução da burocracia que o eventual virtual promove. “O mercado imobiliário já vinha mudando, mas a pandemia nos mostrou que digitalização é questão de sobrevivência para as empresas. Um evento tão tradicional quanto uma feira de imóveis, realizado de maneira online, é uma oportunidade única para alcançarmos o Brasil todo. Para os clientes, além da questão da segurança, haverá menos burocracia e mais diversidade de opções.”

Feira de Imóveis Online terá oportunidades tanto para compradores de baixa renda em busca o primeiro imóvel, quanto para os que procuram casas ou apartamentos maiores para morar ou investir. Haverá, portanto, condições propícias para clientes e empresas.

A expectativa das empresas é positiva tendo em vista a disposição do consumidor impulsionada pelo movimento de queda nas taxas de juros do crédito imobiliário, puxado pela redução da Selic. Contribui para isso a sinalização de investidores em fortalecer fundos imobiliários, o que motiva construtoras e incorporadoras a incrementarem os lançamentos de novos empreendimentos.

A Feira deve atingir cerca de 10 milhões de brasileiros e gerar mais de 1 milhão de interações entre consumidores e empresas. Haverá ofertas de imóveis até R﹩ 1,5 milhão.

Dinâmica

A praticidade da Feira de Imóveis Online dará ao consumidor mais comodidade, tempo e melhores condições para negociar benefícios com as incorporadoras. Serão imóveis – entre casas e apartamentos – em 150 cidades brasileiras em empreendimentos disponibilizados por 50 construtoras. A Caixa Econômica Federal participará acelerando o processo de análise de condições de financiamento imobiliários para os consumidores.

O evento 100% digital também dará a oportunidade para o comprador economize tempo na hora de tomar decisões e pesquisar imóveis mais adequados para suas necessidades. Além de permitir participar de qualquer lugar e comprar nas mais diferentes regiões do Brasil.

Algumas empresas participantes vão custear o Imposto sobre Transferência de Bens Imóveis (ITBI). Outras irão presentear os clientes com piso de qualidade superior, churrasqueira, bancada e pia na varanda, entre outros atrativos.

Feira do Imóvel Online terá shows, por meio de lives. Uma delas será com o cantor Mumuzinho e o comediante Marcelo Marrom. Eles vão falar dos imóveis disponíveis e indicar QR Code para os espectadores acessarem as ofertas de cada empresa durante as lives.

No dia 02 de dezembro será sorteado um carro 0km entre os compradores e aqueles que tiverem avançado nas negociações para a compra. Só concorrerão os clientes interessados ou que adquiriram um imóvel anunciado na plataforma da feira.

Tags, , ,

ABRAINC: Vendas de imóveis crescem 58,9% em agosto, após novo recorde

O indicador mensal da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e da Fipe mostra que o setor comercializou 13.156 unidades habitacionais em agosto. O volume representou crescimento de 58,9% para o mês na comparação com o mesmo período em 2019. Foi um novo recorde da série histórica do Indicador Abrainc-Fipe desde maio de 2014 (14.116 unidades). Já no trimestre móvel encerrado em agosto, as vendas totalizaram 38.886 unidades, com alta de 45,7% em relação ao mesmo período de 2019.

“Os números mostram que a incerteza econômica gerada pela pandemia de Covid-19 vai sendo colocada de lado pelo consumidor, que vê nos juros mais baixos uma oportunidade para adquirir um imóvel. Vale destacar o segmento de médio e alto padrão (MAP) voltando a crescer em agosto (4,8%), consolidando movimento verificado no último trimestre (8%). Isso significa que a parcela da população de maior poder aquisitivo ou está trocando de imóvel ou realizando investimento com uma nova aquisição, o que mantém as incorporadoras otimistas para realizar investimentos”, afirma o presidente da Abrainc, Luiz Antonio França.

O Indicador Abrainc-Fipe registrou 8.799 unidades em novos lançamentos imobiliários em agosto, após crescimento de 14,5% em relação ao mesmo mês no ano passado. A retomada dos lançamentos e das vendas da incorporação após o período mais restritivo da pandemia da Covid-19 se deu de forma heterogênea entre os diferentes segmentos residenciais.

As vendas do segmento de Médio e Alto Padrão (MAP) cresceram 4,8% em agosto e 8,0% nos últimos três meses, mas acumulam uma queda de 7,7% nos últimos 12 meses.

Os empreendimentos associados ao Minha Casa Minha Vida (MCMV) lançaram 29,5% mais unidades em agosto, com elevação de 8,7% nos últimos três meses e 9,4% no acumulado em 12 meses. Já no âmbito das vendas, o MCMV apresentou alta de 87,9% em agosto, 61,8% nos últimos três meses e 26,5% nos últimos 12 meses. Vale notar que o MCMV representou 83,8% dos lançamentos residenciais e 75,9% das vendas de imóveis residenciais novos nos últimos 12 meses.

Tags, ,

ABRAINC: 97% das construtoras pretendem lançar novos empreendimentos imobiliários no próximo ano

A pesquisa Nível de Confiança do Empresário do Setor Imobiliário Residencial, realizada pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (ABRAINC), mostra expectativa positiva do mercado para o próximo ano. Entre CEO’s e diretores de 38 das maiores construtoras do país entrevistados, 97% pretendem lançar novos empreendimentos habitacionais nos próximos 12 meses. Para fazer frente à essa expectativa, 92% das incorporadoras pretendem comprar terrenos para novos projetos, motivadas por forte projeção no aumento da comercialização de imóveis feita por 87% dos ouvidos na pesquisa entre 23 e 30 de setembro.

“O setor imobiliário já vem se comprovando como importante vetor da retomada econômica pós-pandemia. O Nível de Confiança registrado pela ABRAINC reforça essa tendência, o que irá significar novos investimentos e empregos gerados para atender ao desejo do brasileiro de comprar imóveis”, avalia o presidente da associação, Luiz Antonio França.

Tal movimento já foi sentido no terceiro trimestre de 2020, com a maioria (87%) registrando aumento na procura por imóveis e nas vendas. Com destaque para o segmento de médio e alto padrão (MAP), cuja procura cresceu 90% entre julho e setembro. “Estamos observando um retorno consistente de compradores do segmento de médio e alto padrão, geralmente composto por pessoas com maior nível de renda em busca de um segundo imóvel e ou de oportunidade para investir, agora que aplicações em renda fixa não são opções de ganho elevado”, afirma França.

Já o segmento de habitação popular segue com nível máximo de expectativa entre os executivos (100%) para as vendas e os lançamentos de novos empreendimentos nos próximos 12 meses. Isso mostra resiliência do setor em atender a uma demanda represada diante do déficit habitacional de 7,797 milhões de domicílios nos país.

Os executivos do ramo imobiliário se mostram confiante também quanto aumento no valor dos imóveis. Para 84%, a valorização será acima de 10% nos próximos 5 anos. A expectativa supera o aumento no mesmo patamar verificado entre 2009 e 2019, conforme estudo realizada pela Abrainc. Ou seja, os imóveis devem se consolidar como opção para investimento em meios à perda de aplicação de renda fixa, atraindo pessoas menos dispostas ao risco ao mercado de capitais.

Tags, ,

ABRAINC: São Paulo bate recorde com maior número de alvarás em 20 anos

O Indicador de Antecedente do Mercado Imobiliário (IAMI) da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), elaborado pela FIPE a partir de dados da Prefeitura de São Paulo, mostra que foram concedidos 973 alvarás para construção de novos empreendimentos verticais nos 12 meses encerrados em setembro. O número significou um novo recorde da série histórica iniciada em 2000. O indicador também registrou crescimento de 10,4% na comparação dos 12 meses encerrados em setembro com igual período anterior.

Os 973 alvarás concedidos pelo município de São Paulo nos últimos 12 meses têm potencial para gerar R$ 73 bilhões em investimentos ao longo da execução dos projetos. Nesse cenário, poderiam ser gerados até 1,7 milhão de postos de trabalho, considerando efeitos diretos, indiretos e induzidos.

“Os números consolidam a trajetória de expansão da construção civil na cidade de São Paulo, principal mercado imobiliário do país. Eles indicam que as incorporadoras confiam na retomada da atividade econômica e devem apostar em novos lançamentos”, afirma o presidente da Abrainc, Luiz Antonio França.

São considerados empreendimentos verticais projeto com quatro ou mais pavimentos, aqueles classificados como Habitação de Interesse Social (HIS), Habitação de Mercado Popular (HMP) e conjuntos residenciais horizontais (R2H-3).

Já no acumulado do ano, São Paulo concedeu 703 alvarás. Isso significou 10% a mais que o verificado no intervalo janeiro-setembro do ano passado, quando haviam sido 639 alvarás. O crescimento foi impulsionado pelo resultado positivo no terceiro trimestre, que envolveu 306 alvarás para novos empreendimentos verticais, após elevação de 9,7% em relação ao mesmo período de 2019.

Distribuição regional

A Zona Leste foi a região que mais teve alvarás liberados nos 12 meses encerrados em setembro, concentrando 46,4% do total concedidos na capital paulista. Seguida pela Zona Norte (23,0%), Zona Sul (15,6%), Zona Oeste (11,6%) e Centro (3,4%).

No terceiro trimestre deste ano, as regiões que mais contribuíram para a expansão da atividade construtiva foram: Zona Leste (47,1% do total), Zona Norte (21,6%), Zona Sul (17,6%), Zona Oeste (11,8%) e Centro (2,0%).

O indicador aponta ter havido crescimento do interesse imobiliário em 3 das 5 zonas da cidade de São Paulo nos últimos 12 meses, com destaque para Zona Norte, onde foi registrado avanço expressivo de 30,2% no volume de alvarás concedidos em relação aos 12 meses anteriores. Em seguida, o Centro (17,9%) e a Zona Leste (15,6%).

Na contramão desse movimento, observou-se queda no número de alvarás concedidos em 12 meses na Zona Oeste (-9,6%) e Zona Sul (-8,4%). Já na comparação do terceiro trimestre de 2019 e 2020, os avanços na atividade construtiva foram registrados na Zona Oeste (56,5%), Zona Norte (22,2%) e Zona Leste (9,9%). Enquanto Centro (-40,0%) e na Zona Sul (-11,5%) apresentaram queda.

Tags, , ,

ABRAINC: Vendas de imóveis crescem 58% em julho e registram melhor resultado mensal desde maio desde 2014

O indicador mensal da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (ABRAINC), elaborado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), registrou aumento de 58% nas vendas de novas unidades habitacionais em julho na comparação com o mesmo mês em 2019. Foi o melhor resultado mensal do indicador Abrainc/Fipe desde maio de 2014.

Com base nas informações repassadas pelas associadas à entidade, o trimestre móvel encerrado em julho do indicador Abrainc/Fipe registra vendas 25,5% maiores no comparativo com o mesmo período no ano passado.

O presidente da Abrainc, Luiz Antonio França, avalia que os números mostram a resiliência do setor em atravessar a crise representada pela Covid-19. Segundo ele, a retomada de lançamentos mostra que as incorporadoras estão confiantes na recuperação econômica brasileira.

“Em julho, os lançamentos de novos empreendimentos registraram crescimento de 38,2%. Esse salto reflete a retomada de lançamentos (7,3%) e vendas (34,8%) no segmento de médio e alto padrão, que havia sofrido mais impacto da pandemia. O números indicam que a Construção está deixando a incerteza no retrovisor. O déficit habitacional de 7,797 milhões de moradias no país reforça a disposição de novos investimentos pelas incorporadoras”, afirma França.

No acumulado em 12 meses, as unidades comercializadas pela incorporação cresceram de 9% em relação ao volume vendido nos 12 meses anteriores.

Já as vendas líquidas calculadas com base no volume de vendas e distratos, cresceram 56,2% em julho, 21,2% no último trimestre móvel e 12,1% nos últimos 12 meses.

Tags, ,

ABRAINC: Itaú cria nova linha de crédito imobiliário com juros menores

A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (ABRAINC) enaltece a iniciativa do Itaú Unibanco de lançar uma nova linha de financiamento imobiliário, combinando taxa fixa de 3,99% ao ano mais a variação da Poupança. Com a medida, a instituição financeira acata sugestão feita pela associação junto ao mercado e ao Banco Central (BC).

“A decisão do Itaú Unibanco é um gesto importante para ajudar a reduzir o déficit habitacional de 7,8 milhões de moradias existente no Brasil. Temos defendido, desde o início do ano, um novo indexador para o financiamento imobiliário. A ABRAINC apresentou ao Banco Central um modelo formado por spread bancário mais a remuneração da poupança. O Itaú Unibanco sai na frente, após a nossa articulação. Esperamos que os demais bancos possam acompanhar a medida. Quanto menor os juros, mais brasileiros conseguirão comprar a casa própria”, afirma o presidente da associação, Luiz Antonio França.

A nova linha anunciada torna a taxa de juros para financiamentos contratados em setembro equivalente a 5,39% ao ano. A redução para a primeira parcela é de 18% na primeira parcela, em relação ao praticado atualmente pelo mercado. Além disso, o Itaú Unibanco elevou para 82% do valor do imóvel o total que poderá ser financiado na nova modalidade de crédito, cujo teto será de 10,16% ao ano, caso a taxa Selic volte a subir.

Tags, , , ,

Fórum Internacional de Liderança e Inovação da Abrainc reuniu mais de 500 pessoas em São Paulo

São Paulo recebeu o primeiro Fórum Internacional de Liderança e Inovação – FILI 2040, realizado pela ABRAINC (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias). O evento aconteceu no dia 25/06 e reuniu mais de 500 pessoas, entre executivos do mercado imobiliário, de incorporadoras e do setor da construção civil.

O objetivo do evento foi apresentar experiências concretas de iniciativas presentes mundialmente sobre como viabilizar o negócio da cadeia da incorporação imobiliária no contexto de liderança, gestão e inovação, sempre com os preceitos de sustentabilidade, reunindo informações sobre tecnologia no mercado das incorporadoras.

“O mundo está em mudança, quem não acompanhar as transformações não terá sua empresa viva. Quem acompanhar as novidades e sair na frente, vão ser os ganhadores dessa corrida pela inovação. E através do FILI 2040, conseguimos debater as mudanças e provocar os nossos convidados. “, afirma Luiz França, presidente da ABRAINC.

Entre os diversos painéis do evento, foram apresentados os conceitos de Smartcities, com soluções inteligentes para empreendimentos integrados à cidade – o case Wembley Park, em Londres. Os palestrantes foram Mark Kellett, CEO da Magnet Networks, e Marco Rafael Domingues, Diretor de Desenvolvimento de Negócios da Magnet Networks.

O programa do Fórum reuniu conceituados palestrantes do setor, além da realização de sessões interativas. Estiveram presentes empresas como Ambar Tech, Construtech Ventures, MRV, Deloitte, Tegra, Cyrella, OLX, entre outras. Além da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, e os sindicatos do setor, SindusCon-SP e SECOVI-SP.

Pesquisa

No FILI 2040, a Abrainc, em parceria com a Deloitte, lançou um estudo inédito sobre o Comportamento do Consumidor Imobiliário para 2040, pensando em um novo modelo de mercado, agora e nos próximos 20 anos. O levantamento foi realizado com respondentes das gerações Baby Boomers, X, Millennials (ou geração Y) e Z, e tem como fonte também outras pesquisas de comportamento e consumo residencial de outros países.

Segundo a pesquisa, mais de 50% dos consumidores em 2040 poderão abrir mão do corretor e do consultor no processo de compra dos imóveis e 40% das compras de residência poderão ser realizadas integralmente pela internet. Os sites e plataformas digitais deverão oferecer ao consumidor possibilidade maior de informações, além de facilitar comparações entre as escolhas, como vídeos do imóvel, do condomínio e da região, bem como indicadores sociais, como o de violência, e oferta de serviços, como hospitais e escolas próximos ao imóvel.

“A perspectiva é de que, em 2040, em uma sociedade mais plural e dinâmica, o foco será a busca de comodidade e facilidade no dia a dia do consumidor. Para isso, serão necessárias soluções mais personalizáveis, customizáveis, flexíveis e adaptáveis. Tudo isso ainda considerando a sensibilidade já existente do consumidor aos preços, devido ao crescimento da atividade econômica em níveis mais baixos que em décadas anteriores”, afirma Giovanni Cordeiro, economista-chefe da Deloitte.

Tags,

Abrainc promove Fórum Internacional de Liderança e Inovação em São Paulo

A ABRAINC (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias) realiza, no dia 25 de junho, o primeiro Fórum Internacional de Liderança e Inovação – FILI 2040. A proposta do evento é trazer experiências concretas de iniciativas presentes mundialmente sobre como viabilizar o negócio da cadeia da incorporação imobiliária no contexto de liderança, gestão e inovação, sempre com os preceitos de sustentabilidade.

“A indústria da incorporação está mudando, embora não seja rápida devido a sua complexidade. Tecnologias como Big Data, Inteligência Artificial, Smart Mobility, Blockchain, Realidade Aumentada e Virtual, Chatbots, Pear-to-peer e novas formas de conectar as pessoas já estão presentes no setor, e terão um enorme impacto no futuro do mercado imobiliário. Além disso, inovações sociais (trabalho mais inteligentes, gestão dinâmica e organização flexível), mentalidade e cultura serão grandes desafios para as organizações”, afirma Luiz França, presidente da ABRAINC.

No evento, a ABRAINC irá lançar e debater uma pesquisa inédita sobre ‘Tendência do consumidor imobiliário em 2040’, realizada em parceria com a Deloitte.

Palestras

O FILI 2040 abordará pontos essenciais para a inovação e tecnologia na área da incorporação imobiliária. Temas como a importância na formação de recursos humanos qualificados, apoio às empresas na inserção da inovação e ajuda para a regulação por meio de arranjos jurídicos – institucionais adequados, aprimorar o marco legal à inovação, com ajustes que tornem mais efetivos os regimes de incentivos existentes –, serão debatidos no Fórum. Além disso, a necessidade da criação de programas setoriais de inovação efetivos, que definam metas e objetivos pactuados entre o governo e o setor privado será discutida.

O programa do Fórum reunirá conceituados palestrantes do setor, além da realização de sessões interativas, com a participação de empresas como MRV, Deloitte, Tegra, Cyrella, OLX, entre outras. Além da SecretariaEspecial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, e os sindicatos do setor, SindusCon-SP e SECOVI-SP.

Serviço:

Data: 25/06, terça-feira 
Horário: das 08h às 18h30 
Local: Centro de Convenções Grand Mercure | Rua das Olmpíadas, 205 – Vila Olímpia (SP) 
Inscrições: Pelo site www.eventbrite.com.br/e/fili-2040-forum-internacional-de-lideranca-e-inovacao-tickets-60129407677#tickets

Tags,