Preços do aluguel caem pelo oitavo mês seguido no Distrito Federal

Preços do aluguel caem pelo oitavo mês seguido no Distrito Federal

Para alugar um imóvel padrão (65m², 2 dormitórios e 1 vaga de garagem) no Distrito Federal é preciso, em média, R$ 2.646,00 por mês. A informação é de um relatório produzido pelo Wimoveis, o maior portal imobiliário do Distrito Federal, que também aponta uma queda de 0,4% no preço do aluguel, mesmo percentual de queda registrada quando se analisa os últimos 12 meses. Em 2020, há uma redução de 1,7% no valor da locação.

De acordo com o relatório, as cidades com aluguéis mais caros no Distrito Federal são Brasília (R$ 2.646/mês), Águas Claras (R$ 1.972/mês) e Cruzeiro (R$ 1.880/mês). Os municípios de Samambaia (R$ 1.184/mês), Sobradinho (R$ 1.193/mês) e Riacho Fundo (R$ 1.200/mês) possuem os preços de locação mais baratos.

Nos últimos 12 meses, o bairro Núcleo Bandeirante (R$ 1.019/mês), localizado na cidade de mesmo nome, foi o que registrou a maior desvalorização, com queda de 17,2% no valor do aluguel. Em segundo lugar ficou a Zona Industrial (R$ 2.473/mês), em Guará, com -16,1%. Já em Riacho Fundo (R$ 1.173/mês), pertencente à cidade homônima, o valor decresceu 12,9%.

As maiores valorizações aconteceram em Areal (R$ 1.225/mês), pertencente a Águas Claras, com crescimento de 17,9%; Guara II (R$ 1.466/mês), em Guará, com aumento de 14,8%; e no Centro de Brasília (R$ 2.058/mês), onde houve um acréscimo de 13,5% no valor mensal do aluguel.  

Confira os bairros mais caros e baratos para a locação de imóveis no Distrito Federal:


Mais baratos (mensal)
Variação mensalVariação Anual
Núcleo Bandeirante (Núcleo Bandeirante)R$ 1.019-0,1%-17,2%
Ceilândia Norte (Ceilândia)R$ 1.0561,9%9,4%
Taguatinga Norte (Taguatinga)R$ 1.0880,9%8,3%
Mais caros (mensal)Variação mensalVariação Anual
Asa Sul (Brasília)R$ 2.548-0,4%7,8%
Noroeste (Brasília)R$ 3.174-0,8%7,6%
Setor de Hotéis e Turismo Norte (Brasília)R$ 4.3764,9%3,4%

Preços de venda sobem 3,7% em 2020

O preço médio do metro quadrado em Brasília é de R$ 9.902, o que corresponde a 0,8% a mais se comparado a setembro. Em 2020, o aumento foi de 3,7% e acumulam 3,8% nos últimos 12 meses. Dessa forma, um apartamento padrão no Distrito Federal custa, em média, R$ 643.500,00.

Segundo o Wimoveis,  as cidades mais caras para comprar um imóvel no Distrito Federal são Brasília (R$ 9.902/m²), Setor Industrial (R$ 9.121/m²) e Cruzeiro (R$ 6.373/m²), enquanto os menores preços se encontram em Riacho Fundo (R$ 3.730/m²), Vicente Pires (R$ 2.946/m²) e Santa Maria (R$ 2.816/m²).

Entre outubro de 2019 e outubro de 2020, o valor dos imóveis caiu mais consideravelmente nos bairros de Riacho Fundo (R$ 3.870/m²), Samambaia (R$ 3.624/m²) e no Centro de Guará (R$ 5.962/m²), com queda de 12%, 6,6% e 5,1%. Já os aumentos mais expressivos ocorreram no Setor Residencial Leste (R$ 3.078/m²), no município de Planaltina, com 15,6%; no Centro de Taguatinga (R$ 4.047/m²), onde o crescimento foi de 13,6%; e em Águas Sul (R$ 6.409/m²), em Águas Claras, com incremento de 12,6%.

Veja os bairros onde o metro quadrado é mais barato e mais caro no Distrito Federal:


Mais baratos (m²)
Variação mensalVariação Anual
Setor Habitacional Contagem (Sobradinho)R$ 2.244-1,1%0,1%
Riacho Fundo II (Riacho Fundo)R$ 2.539-0,3%8,9%
Grande Colorado (Sobradinho)R$ 2.5410,1%5,0%
Mais caros (m²)Variação mensalVariação Anual
Superquadra Sudoeste (Brasília)R$ 10.93114,1%4,7%
Superquadra Noroeste (Brasília)R$ 11.9553,0%12,5%
Setor de Clubes Esportivos Sul (Brasília)R$ 12.544-0,1%5,2%

O índice de rentabilidade imobiliária relaciona o preço de venda e valor de locação do imóvel para verificar o tempo necessário para recuperar o dinheiro utilizado na aquisição do imóvel. No relatório de outubro, o índice caiu para 4,5%. Dessa forma, são necessários 22,4 anos de aluguel para obter o valor investido na compra do imóvel, 3,4% a mais que há um ano.

Veja onde encontrar os índices de rentabilidade mais altos e baixos: 

Mais rentáveis%
Setor de Hotéis e Turismo Norte (Brasília)8%
Taguatinga Centro (Taguatinga)7,8%
Vicente Pires (Vicente Pires)7,4%
Menos rentáveis%
Sudoeste (Brasília)4,3%
Guara II (Guara)4,3%
Octogonal (Brasília)4,1%
Comments are closed