MPD Engenharia lança fundo de investimento imobiliário de desenvolvimento residencial em parceria com a Mauá Capital

MPD Engenharia lança fundo de investimento imobiliário de desenvolvimento residencial em parceria com a Mauá Capital

A MPD Engenharia – uma das principais empresas de construção e engenharia do país, com 39 anos de atuação no setor de construção e incorporação – lança, em parceria com a Mauá Capital, o novo fundo de investimento imobiliário de desenvolvimento residencial, o MMPD11. É a primeira vez que as companhias fazem uma parceria para que seja obtido investimentos para construção no setor imobiliário.

A gestora e a incorporadora atuarão juntas no desenvolvimento de projetos residenciais de alto padrão em regiões nobres da cidade de São Paulo. O fundo, que tem prazo de seis anos, trabalhará especialmente nas regiões mais procuradas da capital paulista, como, por exemplo, Moema, Vila Mariana, Higienópolis, Jardins e Vila Madalena. A captação total do veículo, encerrada em 27 de setembro, soma R﹩ 52 milhões. O Itaú BBA foi o coordenador líder da oferta.

A MPD tem em seu portifólio a construção de indústrias, hospitais, universidades, galpões de logísticas, shopping centers e na incorporação de apartamentos e escritórios de médio e alto padrão. A companhia tem como principais pilares prezar pela qualidade de acabamento, pela responsabilidade socioambiental, entrega 100% no prazo e pelo respeito aos seus clientes e colaboradores. Além disso, investe em desenvolvimento tecnológico e boas práticas construtivas, sem deixar de lado as responsabilidades social e ambiental. Dominante na região de Alphaville, há cerca de 2 anos a MPD vem trazendo para São Paulo projetos icônicos e com arquitetura sofisticada, como é o caso do empreendimento Verve, em Pinheiros.

“A MPD tem realizado diversas ações robustas para continuar expandindo sua atuação no setor de construção civil, o que a mantém entre as empresas líderes no mercado. A parceria com o FII permite que a companhia direcione, cada vez mais, seus investimentos para atender à crescente demanda de empreendimentos, seguindo a linha sustentável. Além disso, estabelecer uma relação com sócios que têm valores que vêm ao encontro dos pilares da MPD é fundamental; e reafirma o nosso comprometimento com a qualidade dos projetos”, afirma Marcos Andrade, VP de Finanças e membro do Conselho de Administração da MPD.

A parceria entre as empresas é um diferencial para o fundo. Com a união, a Mauá Capital reforça seu trabalho em ativos ligados à economia real. Atualmente, a área de Real Estate da casa já concentra cerca de 80% dos R﹩ 5 bilhões em ativos sob gestão. A gestora possui, além dos fundos listados como o MCCI11 e o MCHF11, fundos exclusivos de investidores institucionais estrangeiros também focados nos mercados imobiliário, de crédito, de infraestrutura e ações.

“O mercado residencial segue muito bem e demonstrou sua resiliência durante a crise, que ajudou a reforçar a importância de morar bem. As perspectivas para o setor imobiliário são muito boas, especialmente com a recuperação da economia e a vida das pessoas voltando ao normal. O plano é que esta seja uma primeira captação e que conforme os projetos evoluam, o fundo possa crescer de forma significativa”, diz Brunno Bagnariolli, sócio e responsável pela área de real estate da Mauá Capital.

Comments are closed