Fundo de Investimento Imobiliário compra edifício na região central de Curitiba

Fundo de Investimento Imobiliário compra edifício na região central de Curitiba

Com as alterações que o mercado financeiro sofreu em virtude da queda da taxa básica de juros Selic (2% em agosto/20 – Fonte: Banco Central do Brasil), os imóveis passaram a ser uma das principais opções para quem busca uma remuneração maior e, bastante segura, para seus investimentos. Assim, a Top Imóveis está em sintonia com o mercado.

A gestora de fundos REC GESTÃO estava em busca de um imóvel comercial classe A, visando incrementar a rentabilidade do fundo RECT11, que atua na gestão de ativos imobiliários de uso comercial.

Como parte essencial da negociação é encontrar um ativo que atenda a todas as premissas apontadas pelo cliente. Ou seja, o imóvel deveria estar  tecnologicamente atualizado e ter apresentação e estado de conservação compatível com os demais imóveis que compõem o Fundo; o valor deveria ser compatível com o mercado; o inquilino deveria ter solidez, ou seja, com valores e prazos de locação adequados; e a taxa de retorno (valor do aluguel X valor do imóvel) deveria ser algo em torno de 9% ao ano.

O desafio era encontrar um imóvel de boa qualidade, que já estivesse locado para um inquilino sólido, garantindo assim uma boa taxa de retorno ao Fundo.

Como a Top Imóveis possui uma carteira de clientes também bastante sólida, imediatamente a equipe analisou que o edifício Corporate Emiliano atingia o patamar de exigências requerido pelos gestores do Fundo.

Com um perfil muito ágil e dinâmico para novos negócios, o grupo proprietário do edifício concordou em evoluir negociações sobre uma eventual venda. Primeiramente, foram realizados laudos técnicos e de valores para corroborar as condições do negócio. Exigência legal da CVM (Câmara de Valores Mobiliários) onde o Fundo é credenciado.

O gestor do Fundo realizou uma visita técnica no imóvel para conhecer a localização e avaliar o investimento. E, num segundo momento, uma série de propostas foram apresentadas até se chegar a um valor comum que permitiu que o negócio fosse efetivado com Fundo capitalizado, imóvel pago e escritura assinada.

Com as bases do negócio definidas, o Fundo adquiriu 86% do edifício Corporate Emiliano com 5.935m² ABL (área bruta locável) e 100% de taxa de ocupação com contratos típicos de Optum (2025) e Banco do Brasil (2027).

Para Guilherme Politi, gestor do Fundo “existe um mercado bom em Curitiba. Tem demanda por escritórios. O investidor quer segurança, mas não sabe que pode ter um bom retorno fora de São Paulo. A transparência, agilidade e flexibilidade da Top Imóveis fez com que conseguíssemos comprar o imóvel.”

O Fundo é composto por imóveis (82%), CRI (9%), Renda Fixa (6%) e outros ativos (3%). Seu patrimônio líquido é de R$671.142.212,00. Em julho/20 distribuiu R$0,8100 por cota para seus mais de 32mil cotistas. Fonte: Relatório Mensal, julho 2020, REC Gestão.

Comments are closed