Datastore Series aponta crescimento de mais de 13% em todo o país nas intenções de compra de imóveis para os próximos dois anos

Datastore Series aponta crescimento de mais de 13% em todo o país nas intenções de compra de imóveis para os próximos dois anos

O Datastore Series de julho traz índices animadores para o mercado imobiliário brasileiro. Segundo as análises de dados, cerca de 11 milhões de famílias brasileiras pretendem comprar um imóvel nos próximos 24 meses (21,8% de todas as famílias com renda acima de R﹩ 1.500,00/mês). Além disso, dentro deste universo, metade delas quer que isso aconteça nos próximos 12 meses. Comparado ao mês de junho, o crescimento é de mais de 13 pontos percentuais para tomada de decisão de compra de imóveis em até 24 meses e de 5% para a tomada de decisão em até 12 meses.

O aumento na intenção ocorreu em todas as regiões do país com números que atingem quase os mesmos patamares de antes da pandemia de Covid-19. A região Sul registrou o maior índice (24,11%), seguida pela Sudeste (22,14%) – que já se recupera com vigor -, Centro-Oeste (21,54%), Nordeste (20,30%) e Norte (16,00%). Nos números gerais, o país teve aumento na intenção de compra em 21,8%. Antes do isolamento social, esse número era de 25% e assim esteve nos anos de 2018 e 2019.

Segundo Marcus Araujo, CEO e fundador da Datastore, esse cenário é bastante promissor e essa ascendência deve continuar nos próximos meses. “O mercado imobiliário brasileiro mostra o seu vigor, por meio da redução da Taxa Selic em julho para o patamar de 2,25%. Novos compradores e investidores chegaram ao mercado, impulsionando a retomada, corroborada por incorporadores e imobiliárias. Pessoas que queriam mais espaço, aproveitaram produtos estocados há anos e com preços muito bons. O estoque já é bem baixo e o país precisa de lançamentos. A nova redução da taxa Selic agora em agosto para 2,00% vai impulsionar ainda mais o crescimento das intenções de compra para os próximos dois anos no mês de setembro, podendo alcançar a maior elevação desde o impeachment em 2016, que foi de 27,00%”, completa.

Araujo diz que esse é o momento para intensificar o desenvolvimento de novos empreendimentos imobiliários para atender o público comprador. “Em junho, o aumento foi de apenas 1%. Agora, crescemos 5% na intenção de compras de 12 meses, ou seja, mais compradores bem decididos e qualificados querendo comprar com agilidade. Esse é o momento para o mercado criar novos produtos”.

Na análise geral, o CEO da Datastore diz que o ponto mais relevante é com relação à intenção de compra: em junho, o objetivo de compra era de 36 meses. “A intenção de compras para 24 meses retomou em todas as regiões do Brasil, com destaque para o Sul e o Sudeste que assumem a dianteira. Já é o maior patamar desde 15 de março de 2020, quando começou a pandemia.”

Datastore Series

A Datastore Series é uma análise completa e gratuita sobre os dados do mercado imobiliário com projeções e análises mensais feitas pela Datastore e Marcus Araujo sobre a movimentação do setor. A análise pode ser feita por abrangência nacional, regional, mensal trimestral, quadrimestral e pode, inclusive, indicar os próximos passos do mercado imobiliário em geral. A Series é consistente e traz dados coletados com abrangência nacional desde 2007.

Comments are closed