Curitiba tem alta de 6% no preço do m² durante o primeiro semestre, aponta Imovelweb

Curitiba tem alta de 6% no preço do m² durante o primeiro semestre, aponta Imovelweb

Um imóvel padrão em Curitiba (65 m², dois quartos e uma vaga na garagem) custa, em média, R﹩ 439 mil. A informação é do relatório mensal do Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, segundo o qual o m² na capital paranaense custa, em média, R﹩ 7.091. O valor apresentou um crescimento de 0,9% no valor do m² em junho se comparado ao mês de maio, de 6% no primeiro semestre de 2021 e de 11% nos últimos 12 meses. O relatório do Imovelweb também conclui que os apartamentos que mais têm aumento de preço são os maiores e os mais novos.

Segundo os dados, os bairros onde o preço do m² mais se desvalorizou em um ano foram Capão Raso (R﹩ 5.234/m², -11,1%), Novo Mundo (R﹩ 5.353/m², -7,3%) e Guará (R﹩ 4.970/m², -7,1%). As maiores altas ocorreram em Barreirinha (R﹩ 3.881/m², +15,9%), Pilarzinho (R﹩ 6.908/m², +16,8%) e Taboo (R﹩ 4.733/m², +19,0%).

Veja a tabela com os locais onde o m² é mais barato e mais caro em Curitiba:

Aluguel sobe 4,4% no primeiro semestre
Segundo o Imovelweb, em junho, o aluguel de um apartamento padrão (65 m², dois quartos e uma vaga) custava, em média, R﹩ 1.441/mês em Curitiba. O valor é 1,2% maior do que o registrado no mês anterior e registrou um crescimento de 4,4% no primeiro semestre e de 8,8% em um ano.

Os dados mostram que os bairros Parolin (R﹩ 979/mês, -16,8%), Pilarzinho (R﹩ 1.107/mês, -12,9%) e Atuba (R﹩ 1.077/mês, -11,0%) foram os que mais registraram queda no valor do m² entre junho de 2020 e de 2021. Por outro lado, Lindia (R﹩ 1.947/mês, +16,3%), Barreirinha (R﹩ 1.014/mês, +18,4%) e Bom Retiro (R﹩ 1.680/mês, +19,9%) tiveram as maiores altas.

A tabela abaixo mostra os bairros de Curitiba com os maiores e menores valores de aluguel:

Rentabilidade
O índice de rentabilidade imobiliária relaciona o preço de venda e valor de locação do imóvel para verificar o tempo necessário para recuperar o dinheiro utilizado na aquisição do imóvel. No relatório de junho, o índice se manteve em 4,17% bruto anual. Dessa forma, são necessários 24 anos de aluguel para obter o valor investido no imóvel, 1,8% a mais que há um ano.

Confira a rentabilidade por região:

Comments are closed