Consumidores apostam em tecnologia para otimizar processo de compras no Mercado Imobiliário

Consumidores apostam em tecnologia para otimizar processo de compras no Mercado Imobiliário

Desde o final dos anos 90 o número de pessoas que acessam a internet vem aumentando a cada ano. Nos últimos 10 anos o surgimento de novas tecnologias também vem crescendo de forma exponencial. É o que aponta o estudo do Ined (Instituto Nacional de Estudos Demográficos).

Esse avanço tecnológico causou grande impacto na forma que as pessoas consomem. Para entender essa transformação é necessário um olhar atento para a forma que se consumia antes da tecnologia. De acordo com Thiago Fagundes, responsável pelo marketing digital do Facilita, o consumidor era dependente de vendedores ou se restringia a indicações de amigos e terceiros.

Com a tecnologia, o consumidor de hoje tem todas as informações que precisa a um clique. As novas tendências de compra apontam que a maior parte dos consumidores pesquisa na internet para comparar preço, ver a opinião de outras pessoas que compraram aquele produto e obter outras informações que o auxiliam na tomada de decisão de compra.

Para Thiago esse mesmo comportamento ocorre no mercado imobiliário. Se antes o cliente ficava refém das informações do corretor de imóveis, hoje, com algumas buscas em sites de pesquisa consegue informações suficientes, ficando ao corretor a responsabilidade de tirar dúvidas e efetivar a compra.

A nova realidade para a equipe comercial

Embora a tecnologia seja uma realidade para os consumidores, muitos corretores de imóveis são resistentes às mudanças do mercado e ainda praticam antigos métodos de atendimento e controle de gestão. É o que explica Thiago Fagundes, “alguns corretores de imóveis ou gestores comerciais podem ainda ter a postura de 20 anos atrás: ficar sentado esperando o comprador entrar em contato ou fazer uma abordagem muito invasiva, não acertando o time da jornada de compra do cliente. Esta postura muitas vezes é consequência do apego a velhos resultados. Este é um ponto em que muitos profissionais de vendas de imóveis cometem erros. O consumidor mudou e a postura da equipe de vendas deve ser diferente, deve se atualizar para o consumidor que agora exige mais velocidade e personalização no atendimento”.

Para alcançar essa velocidade no atendimento e ganhar tempo no momento da venda, torna-se necessária à implementação de novos processos, o que Thiago tem visto acontecer no mercado imobiliário nos últimos anos. Diante disso, vale a nota de que processos antigos, analógicos e burocratizados já não cabem nesta nova realidade.

velocidade para fazer o primeiro atendimento nunca foi tão importante

Uma pesquisa realizada pela Inside Sales comprova que atendimentos feitos em menos de 5 minutos são responsáveis por aumentar as chances de vendas. Já em casos de atendimentos com mais de uma hora ou dias depois, as chances de sucesso de vendas diminuem 25 vezes.

Embora um atendimento rápido seja essencial, para vender mais é necessário investir não só em equipe comercial e processos mais ágeis, como também em tecnologias que facilitam e integrem processos, permitindo que todas as etapas de uma venda fluam de forma rápida e coesa.

Para Thiago, esse é o momento necessário para adotar sistemas que se integrem e controlem a gestão de vendas, desde a geração do lead por meio de redes sociais ou portais imobiliários, até o fechamento da negociação. Sistemas e Softwares que oferecem esse controle podem auxiliar na diminuição do tempo do ciclo de vendas, a partir de análises precisas de cada etapa do processo de vendas, melhorando eventuais falhas e visando sempre o bom atendimento e cumprimento das metas.

Para acompanhar o impacto dessas mudanças tecnológicas e evoluir junto com o consumidor, é hora de pessoas, processos e tecnologias se integrarem. Saiba mais sobre a transformação digital no mercado imobiliário e como se preparar para novas tendências e tecnologias.

Comments are closed