Brasileiros estão financiando mais imóveis fora das capitais, aponta levantamento do Itaú

Brasileiros estão financiando mais imóveis fora das capitais, aponta levantamento do Itaú

De acordo com levantamento feito pelo Itaú Unibanco, os brasileiros estão financiando mais imóveis em municípios que não são as capitais de seus estados. Nos imóveis dessas cidades, o volume de crédito concedido para financiamentos cresceu 161% no período. Além desta tendência, o total de financiamentos de pessoas físicas junto ao banco para a aquisição de imóveis de até 50m² aumentou 204% em 2021, na comparação com o ano anterior. O forte crescimento na procura por imóveis menores, no entanto, não significa que outras metragens tiveram desempenho ruim. Exemplo disso é o crescimento de 162% no número de financiamentos do banco para imóveis com áreas entre 50m² e 100m².
 

“Identificamos alguns fatores que podem ter contribuído para essas tendências. Entre eles, estão: a valorização do metro quadrado e a necessidade de ambientes multifuncionais em meio a um modelo de trabalho cada vez mais remoto ou híbrido. Nesse contexto, boa parcela da população passou a ficar mais tempo nos ambientes residenciais e, então, deu mais valor a esses espaços. Residências em cidades fora de grandes centros urbanos, que proporcionam mais qualidade de vida, se destacaram também”, afirma Thales Ferreira Silva, diretor do Itaú Unibanco.
 

No quesito custo, os brasileiros também mostraram maior demanda por imóveis com valores mais acessíveis. O crescimento na quantidade de financiamentos foi superior na faixa de preço de até R$ 200 mil, com alta de 170%, se comparado ao ano anterior. Os imóveis de alto padrão também tiveram crescimento relevante em 2021: o número de financiamentos firmados para adquirir imóveis com valores superiores a R$ 1 milhão foi 140% superior ao último ano.
 

Crescimento por região

Além da tendência de aumento na procura por imóveis fora das capitais, o Itaú também identificou em 2021 um crescimento acima da média nas regiões Norte (com 437% de evolução), Centro-Oeste (300%) e Nordeste (280%).
 

Abaixo, alguns destaques entre os estados que tiveram maior alta no volume de financiamento imobiliário, com o respectivo crescimento em 2021, se comparado ao ano anterior:
 

1. Amapá: 548% de crescimento
2. Paraíba: 311% de crescimento
3. Mato Grosso do Sul: 229% de crescimento
4. Santa Catarina: 224% de crescimento
5. Espírito Santo: 164% de crescimento

Comments are closed